Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]






A Câmara Municipal de São Brás de Alportel assinou, no dia 26 de setembro, um protocolo de colaboração com a recém-criada Associação das Terras e das Gentes da Dieta Mediterrânica, que ficará sedeada no Centro Explicativo e de Acolhimento da Calçadinha, em pleno centro histórico são-brasense, onde centralizará o seu trabalho, cujo âmbito se estende a todo o sul do país. A sessão marcou o início do programa local das Jornadas Europeias do Património e o arranque de um «Fim-de-Semana bem passado», o desafio de 2014 para o «SundaySlow», uma iniciativa mundial que se estende a todas as vilas e cidades que integram a rede de «Cittaslow».
Dedicada à defesa e promoção da filosofia em que assenta a dieta Mediterrânica, que se estende muito para além da mesa para todo um estilo de vida respeitador do património natural e cultural e por uma harmonia com a natureza, a Associação das Terras e das Gentes da Dieta Mediterrânica pretende desenvolver um vasto conjunto de ações, em parceria com diversos setores, nomeadamente: cozinheiros, produtores locais, entidades e associações locais, escolas e comunidade para um envolvimento coletivo na missão comum de defender este valioso tesouro. A Associação tem direcionado o seu trabalho na defesa de uma herança culinária enriquecida pela diversidade e qualidade dos produtos alimentares e tem procurado promover a segurança alimentar e aproximar produtores e consumidores. Seguindo o lema «comer local e sazonal», uma das iniciativas do projeto é incentivar os restaurantes a adquirir artigos alimentares junto dos produtores locais.
Na cerimónia de assinatura do protocolo, o Presidente da Câmara Municipal, Vítor Guerreiro, e a Presidente da Direção da Associação das Terras e das Gentes da Dieta Mediterrânica, Otília Eusébio, mostraram uma satisfação mútua por ser o município são-brasense a acolher esta instituição, uma vez que defende um estilo de vida saudável e de qualidade, como é característico de São Brás de Alportel. A autarquia aproveitou a ocasião para brindar a Associação com a oferta simbólica de um exemplar de uma brochura recentemente publicada pelo Plano de Intervenção no Pós-incêndio LARA, que traz a público o resultado de uma cuidada recolha de sementes provindas das espécies hortícolas e frutícolas da região. A sessão contou ainda com um segundo momento, dedicado à apresentação do projeto de reabilitação do Lavadouro e Fonte Nova, uma das intervenções do Programa de Valorização do Património «Memórias da Terra», que constituirá um extraordinário contributo na preservação e revitalização do centro histórico de São Brás de Alportel.

publicado às 21:14


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D