Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






O concelho de São Brás de Alportel recebeu a visita do Reitor da Universidade do Algarve, António Branco, na sexta-feira, dia 28 de março, no âmbito do périplo que este se encontra a realizar pela região com o intuito de estar mais próximo dos concelhos e estreitar a relação da Universidade do Algarve com as autarquias. Nesse sentido, a Câmara Municipal de São Brás de Alportel organizou uma visita por distintas entidades e empresas do concelho, dando-lhe a conhecer referências importantes do dinamismo cultural, económico e social são-brasense.
Na reunião que antecedeu a visita, o Presidente da Câmara, Vítor Guerreiro, teve a oportunidade de expor a António Branco as potencialidades do concelho e assinalar os principais constrangimentos da autarquia, nomeadamente a impossibilidade de contratar os recursos humanos necessários ao funcionamento regular da autarquia, a necessidade de atrair mais indústria e a procura de novas soluções no setor turístico. O périplo teve início no Museu do Trajo, um museu de relevo nacional e que tem vindo a tornar-se um polo importante para a comunidade estrangeira, sendo um excelente exemplo de sustentabilidade enquanto museu. Esta passagem pelo Museu, orientada pelo Diretor Emanuel Sancho, foi complementada com um encontro com a Associação Al-Portel, Associação de Defesa do Ambiente e do Património Cultural de São Brás de Alportel, durante o qual o presidente da Associação, Gonçalo Gomes, mostrou interesse, mas também a dificuldade, em trazer mais jovens para a vida associativa, por reconhecer no associativismo uma experiência que poderá ser complementar à formação académica, e revelou o desejo de estreitar relações com a Universidade nesse sentido.
A visita prosseguiu na Escola Secundária José Belchior Viegas, onde houve espaço para uma conversa informal entre o Reitor e alguns alunos do 10.º e 11.º ano que discorreu sobre a importância de investir na formação de cada um, como instrumento vital na preparação para o futuro, sendo que uma possibilidade é o ingresso no Ensino Superior. Aproveitando a ocasião, o Reitor foi convidado para almoçar na Academia de Sabores e conhecer o trabalho dos alunos dos cursos profissionais de cozinha e mesa/bar da Escola.
Num concelho fortemente marcado pela indústria corticeira, uma passagem pela Fábrica da Novacortiça permitiu dar a conhecer aos visitantes a dinâmica e capacidade de inovação de uma empresa familiar que leva aos “quatro cantos do mundo” um dos produtos mais característicos do concelho são-brasense. Em Barrabés, a Global Fire Equipment, empresa de equipamentos de deteção automática de incêndio com produção e distribuição para vários continentes, abriu as suas portas para mostrar porque encontrou em São Brás de Alportel um espaço adequado e permanente para desenvolver a sua atividade. O Centro de Medicina Física e Reabilitação do Sul foi outro dos locais visitados, enquanto unidade de saúde hospitalar altamente diferenciada na área da reabilitação física, tendo apresentado em 2013 os melhores resultados a nível nacional.
A visita terminou com uma reunião com jovens empresários no Salão Nobre dos Paços do Município, que foram convidados a partilhar com o Reitor António Branco as dificuldades com que se depararam quando ingressaram no mercado de trabalho, os problemas que enfrentam diariamente no desempenho das suas atividades, a incógnita que representa, para a sua geração, o futuro e que contributos pode a Universidade do Algarve dar para estreitar as relações com as entidades potencialmente empregadoras e apoiar os jovens empreendedores. “O tempo que virá será de desafios e a Câmara Municipal está sempre disponível e interessada em ouvir as propostas e ideias dos jovens que procuram dinamizar o nosso concelho que se tem vindo a afirmar na região”, referiu Vítor Guerreiro, antes de assinar um protocolo entre a autarquia e a Universidade do Algarve. “O envolvimento destas duas entidades será fundamental para um trabalho profícuo e partilhado, para uma colaboração que nos convoca a todos para a ação, replicando-se em ondas de energias, ao mesmo tempo que nos interpela e responsabiliza”.

publicado às 10:20



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D