Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






O Presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, Vítor Guerreiro, celebrou, no dia 8 de outubro, o contrato referente à obra de reabilitação e valorização do Lavadouro e Jardim, Fonte Nova, integrada no programa de valorização do património «Memórias da Terra». Adjudicada à empresa Trunforiginal – Construção Civil, Unipessoal Lda pelo valor de 79 mil e 452,86 euros, a obra visa reabilitar o espaço do antigo Lavadouro e Fonte Nova, no burgo antigo da vila, sendo esta a maior intervenção dum programa que integra um conjunto de trabalhos de reabilitação do património do concelho, entre as quais a Fonte Velha, a Fonte do Concelho e o Poço Madruga, neste momento em execução, ao abrigo de uma empreitada em curso, adjudicada a outra empresa da região.
Em pleno coração do centro histórico, o antigo Lavadouro e o Jardim da Fonte Nova fazem parte do património histórico hidráulico do concelho, guardando a memória de outros tempos, onde desempenhavam um papel central na vida social, cultural e religiosa da comunidade. A intervenção tem como principal objetivo a recuperação física do jardim e lavadouro/fonte e a sua reabilitação funcional através de uma reinvenção da água permitindo novos usos e apropriações. Com este propósito, será feita uma renovação estrutural do edifício do lavadouro, mediante a substituição da cobertura, aplicação de novos rebocos, alvenarias e elementos metálicos; bem como uma recuperação do sistema hidráulico, pela valorização e reabilitação do jardim, regularização dos pavimentos existentes e novas pavimentações.
Haverá ainda lugar para instalação de mobiliário urbano e sinalética, para a construção de uma ligação entre as áreas do Jardim e do Lavadouro. O lado sul do jardim passará a dispor de um espaço de lazer com bancos, onde se pode apreciar as bonitas paisagens do barrocal ou quem sabe visitar o lavadouro e relembrar velhos tempos de lavagem da roupa à mão. A água terá um tratamento especial com intervenções no sistema de circulação drenagem e rega, bem como a iluminação que terá em consideração a poupança energética. Este investimento conta com a comparticipação de 65 por cento do Quadro Comunitário de Apoio – Programa PRODER, Subprograma n.º 3, do FEDER.

publicado às 13:40



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D