Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O humor sem papas na língua está de regresso em mais uma revista à portuguesa do Boa Esperança, este ano sob o mote «Portugal: País das Maravilhas», com estreia marcada para dia 13 de fevereiro, a partir das 21h, na sala da coletividade. Apesar da crise e de tantas outras contrariedades, o Boa Esperança mantém viva a tradição e apresenta um espetáculo inspirado pela atualidade política e social do país e do mundo, com a garantia da contagiante boa disposição e qualidade de sempre.
Portugal, um paraíso legal onde são tantas as maravilhas que o desgoverno Nacional, vai do Continente às ilhas. Bancos a falirem, Branqueamento de Capitais, Vistos Gold, Submarinos, abrem os telejornais. Temas fortes e atuais, que são notícia e deram «Pano para Mangas», servindo de mote à Revista. Um espetáculo cheio de divertidas paródias sobre os assuntos do momento: «Eu quero um Banco Bom», ouve-se no julgamento, onde D. Inércia e Cristiano Ronaldo gritam alto e bom som. «Jokinha Cabeleireiro» é um cabeleireiro VIP, onde até o Sócrates vai, porque gosta de andar chique. «Na prisão é um Descanso», vamos até Évora, para falar com o preso do ano e acabamos a falar no Cante Alentejano. À igreja da salvação, todos se vão confessar, já diz o povo «Ajoelhou tem que Rezar». Num «WC Público», onde tanta gente se vê, ficamos a saber o que falam os homens, quando estão no WC. Agora que os concursos estão na moda, «Achas que sabes Gamar», é o novo concurso que não podia faltar.
A fadista algarvia Adriana Marques canta «Paleta de Cores», onde são lembrados pintores famosos, entre eles Júlio Amaro, pintor algarvio que colaborou com a nossa Revista, e dá também voz ao fado de homenagem a «Ivone Silva», a mais completa atriz de sempre da Revista. Termina com «Revista sempre Revista», cheia de brilho, cor e beleza, numa esplendorosa apoteose à Revista à Portuguesa. E são com estes temas, que regressa mais um grande espetáculo, de sucesso nacional, com Carlos Pacheco, à frente de um grande elenco, onde a “beleza escasseia, mas o talento abunda”. As atuações terão lugar na sala do Boa Esperança às sextas-feiras e sábados, a partir das 21h, e aos domingos, às 14h30 e às 17h30. 

publicado às 10:42


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D