Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Projeto ESCXEL entra num novo ciclo

por Daniel Pina, em 12.04.14


Foi assinado, no dia 11 de abril, o protocolo entre a Câmara Municipal de Loulé e o CESNOVA - Centro de Estudos de Sociologia da Universidade Nova de Lisboa, que visa dar continuidade ao projeto «Rede de Escolas de Excelência – ESCXEL», em vigor desde 2008, mas que entra agora num novo ciclo. Este projeto tem vindo a constituir-se como referência nacional e internacional, de como a cooperação entre instituições públicas pode mobilizar recursos e vontades com vista a propiciar a um número cada vez mais alargado de alunos a qualidade de ensino e o sucesso educativo que todos anseiam. No caso de Loulé, integram esta iniciativa os agrupamentos de escolas Drª Laura Ayres, Engº Duarte Pacheco, Padre Cabanita, Almancil e Secundária de Loulé.
Capacitar as escolas e as comunidades (alunos, professores, pais, cidadãos e decisores políticos) para a promoção da excelência educativa, capacitar tecnicamente e assessorar o Município para a adoção de planos e estratégias de desenvolvimento educativo local, identificar, difundir e monitorizar as «boas práticas» escolares, desenvolver modelos de monitorização do desempenho e autoavaliação das escolas e produzir conhecimentos científicos sobre as dinâmicas educacionais, sociais e culturais do Município de Loulé são os principais objetivos delineados pela Rede ESCXEL. Se neste primeiro ciclo, a “colaboração e confiança” entre as entidades envolvidas foi o principal desafio, como referiu David Justino, coordenador desta Rede, a partir de agora novas apostas serão feitas, nomeadamente a potenciação das configurações escolares resultantes dos processos de reagrupamento de escolas, repensando os projetos educativos das escolas, a forma como cada um deles se insere nos respetivos territórios, os problemas de integração de culturas escolares diferenciadas e a reformulação do papel do Município no desenvolvimento educativo local. “No Concelho de Loulé, os resultados têm vindo a melhorar paulatinamente e as médias estão a aproximar-se dos resultados nacionais, fruto também do esforço enorme da parte das escolas naquilo que são as suas práticas e ações de gestão”.
David Justino adiantou, no entanto, que no caso do 1.º Ciclo não houve uma evolução dos resultados, pelo que o mesmo merecerá agora “uma atenção redobrada”. Como tal, pretende-se, até ao final do ano, ouvir os professores e responsáveis do 1º ciclo, delineando um plano de acompanhamento e intervenção neste nível de ensino. O coordenador da Rede ESCXEL falou ainda da necessidade em capacitar os alunos para ações complementares, por forma a contrariar o quadro social do Concelho onde existe uma “forte divergência social”. Por último, David Justino deixou um “compromisso de honra” quanto ao novo ciclo desta rede. “Não basta fazer o que temos feito, temos que fazer melhor, ir mais além, tentando reunir o apoio das escolas e dos agrupamentos para que possamos responder às exigências e necessidades da comunidade local, para que haja uma resposta com mais trabalho e melhores resultados”, disse ainda.
De entre as estratégias e instrumentos de implementação nesta fase destaca-se o diagnóstico social e educativo do Município, o diagnóstico educativo e organizacional das escolas e agrupamentos de escolas do Município, os planos municipais de desenvolvimento educativo, seminários de boas práticas, plataforma digital de difusão e promoção de boas práticas pedagógicas e organizacionais, modelos de monitorização de desempenho, modelos de autoavaliação das escolas, relatórios anuais de progresso e fóruns de discussão dos relatórios anuais de progresso. Este protocolo vigorará durante um ano, de forma a adequá-lo à duração dos ciclos escolares e assim facilitar a avaliação dos efeitos das mudanças organizacionais, e também uma redução dos custos do projeto resultantes da redução do número de unidades escolares que serão objeto de monitorização e da rotinização dos modelos de avaliação.

publicado às 08:59



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D