Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




No dia 19 de Abril, os Monumentos Megalíticos de Alcalar serão palco de mais uma recriação «Um dia na pré-história», iniciativa integrada nas comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios. O evento organizado pela Câmara Municipal de Portimão, Museu de Portimão e Direção Regional de Cultura do Algarve, estende-se este ano ao território onde, há cinco mil anos, a comunidade de Alcalar desenvolveu as suas atividades, assumindo um caráter intermunicipal através de uma parceria entre os municípios de Portimão, Lagos, Monchique e as Juntas de Freguesia de Portimão, Alvor e Mexilhoeira Grande.
Para além dos tradicionais ateliês, que retratam o quotidiano alcalarense, onde o visitante pode testar a destreza de caçar, tecer, modelar cerâmicas, cultivar, ceifar, moer o cereal, até ao fabrico e cozedura do pão, o programa desta edição irá surpreender com um conjunto de atividades, no âmbito da arqueologia experimental, que serão novidade. O visitante terá a oportunidade de participar e assistir à preparação dos alimentos, desde o «desmanchar» de um porco, ao aproveitamento de toda a sua carne e ossos, até à sua confeção. Os mariscos, berbigão, ameijoa e o peixe fazem igualmente parte da ementa, que os mais curiosos poderão provar.
Sem fósforos nem facas, pela primeira vez no Algarve, a equipa especializada neste tipo de experimentação vai preparar os alimentos utilizando os instrumentos de pedra, fazer o fogo e cozinhá-los de formas diferentes, como se recuássemos cinco mil anos. Através da «soenga», vai perceber como se realizava o processo de cozedura ancestral da cerâmica, ficando igualmente a conhecer as práticas do talhe de líticos e outros materiais que possivelmente seriam usadas no fabrico das suas ferramentas, machados, pontas de setas, enxós e flechas, entre outros.
Não faltará a bebida e o saber do fabrico de cerveja tradicional, de acordo com a investigação já realizada sobre possíveis formas de produção desta bebida na época, também será colocado em prática. Será, por isso, um dia de experiências fundamentadas pelos estudos, já realizados sobre o território Alcalarense, e os trabalhos desenvolvidos por parte de investigadores das universidades de Stuttgart (Alemanha), Córdoba e pelo Centro de Arqueologia da universidade de Lisboa.
Para que a viagem no tempo seja uma realidade, vai haver igualmente encenações realizadas pelo Grupo de Teatro da Escola de Artes da Bemposta e os visitantes poderão conhecer, através das visitas comentadas, a história da comunidade de Alcalar.
Ainda no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, propõe-se, no dia 18, das 10h às 12h, visitas comentadas em Alcalar, com as arqueólogas Elena Móran e Isabel Soares. Na parte da tarde, às 17h, numa iniciativa conjunta com o Grupo Amigos do Museu de Portimão, terá lugar uma redescoberta de Portimão, através do passeio «Pelas Margens da História», a partir do Museu de Portimão até ao Largo da Barca. 

publicado às 20:30


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D