Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






Nos dias 12, 23 e 28 de junho, a cidade de Quarteira recebe mais uma edição do desfile das Marchas Populares, integrada nas festividades dos Santos Populares. Centenas de figurantes vai desfilar ao longo do Calçadão Nascente, trajados a rigor, com coreografias únicas inspiradas em temas como o mar, a atividade piscatória, as tradições dos Santos Populares – Stº António, S. João e S. Pedro - e os símbolos associados a esta festividade – os arcos, os manjericos, as fogueiras, os balões, a alcachofra ou o alho-porro.
Este ano são oito as marchas que participam no desfile marcado pela cor e sumptuosidade dos trajes e animação dos marchantes. A Marcha da Fundação António Aleixo, constituída por crianças, convida o público a assistir, na bela calçada portuguesa, «Às lembranças da minha infância» e irá recordar os brinquedos de outrora e os jogos tradicionais que são parte integrante da nossa identidade. As Florinhas de Quarteira, um grupo paroquial fundado há 28 anos, que integra meninas e jovens raparigas, traz ao desfile o tema «Quarteira com Alma de Artista» e o talento das gentes desta terra. «O Encontro dos Jardins» é o tema apresentado pela Marcha Vasco da Gama, dedicado ao amor e à natureza. Este grupo conta com 23 anos de existência.
Outra marcha emblemática é a Rua Gago Coutinho que traz este ano um desfile «Quarteira Rainha do Atlântico», numa alusão à ligação da comunidade quarteirense ao mar. Fundada em 1992, a Marcha da Rua do Outeiro iniciou a sua participação nas festas dos Santos Populares, transmitindo de uma forma muito vincada o seu espírito popular e bairrista. Este ano, apresenta «Quarteira ao Luar» num desfile que conta com 56 elementos.
O grupo Poeta Pardal marcha pela terceira vez no Calçadão de Quarteira, com cerca de 55 marchantes com idades compreendidas entre 10 e 50 anos. A Marcha apresenta o tema «Gaivotas, o Poeta Pescador», em homenagem a uma ave enigmática, sempre presente na costa marítima portuguesa, que acompanha os grandes navegadores nas suas descobertas, presentes no imaginário dos poetas e na voz dos fadistas. Mas esta será também uma homenagem ao poeta pescador quarteirense, Manuel de Brito Pardal.
A Marcha de Vilamoura na edição de 2014 dos Santos Populares traz como tema a «Feira Popular de Quarteira», uma homenagem a algo que se perdeu na cidade mas que está presente na memória da comunidade. Finalmente, a Marcha da Rua da Cabine, um grupo bairrista da terra que iniciou a participação no evento em 1993, recorda e homenageia os dois grandes símbolos portugueses - «Amália e Eusébio» – duas individualidades que levaram a língua portuguesa e a nossa bandeira além-fronteiras e elevaram o nome de Portugal. A par deste desfile, a cidade de Quarteira recebe por estes dias arraiais e bailes onde não faltam os petiscos como a sardinha assada e o caldo verde e muita animação.

publicado às 11:34



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D