Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O Museu Municipal de Loulé assinala, em 2015, 20 anos de existência e, sob o lema «Museu: lugar de diálogos que usa as coleções para inspirar as pessoas», foi criado um programa que reúne mais de meia centena de atividades realizadas durante todo o ano. Os eventos permitirão conhecer quem fez o museu ao longo destas duas décadas e perspetivar o futuro do Museu e o seu impacto na comunidade louletana.
As iniciativas passarão pelo «Laboratório da Memória», as pessoas que lhe deram corpo; o que o Museu contribuiu (ou não) para a comunidade, chamando os louletanos a conversar e a partilhar o seu olhar sobre este equipamento cultural e interseções entre património e contemporaneidade, que convoca artistas de várias áreas a dialogarem com as coleções materiais e imateriais do Museu. Um vídeo promocional em elaboração, o lançamento do catálogo bilingue do núcleo sede do Museu, o novo logotipo do Museu, uma parceria que começou em setembro de 2014, com o curso de Design de Comunicação da Universidade do Algarve, e que será apresentado em maio de 2015 e, também, um (ou vários) documentos virtuais e físicos para memória futura de 2015 serão o contributo material destas comemorações.
Das atividades pode-se destacar «Museologando com…», com a participação de especialistas na área da museologia, que terá início com Cláudio Torres e a assinatura de um protocolo de colaboração com o Campo Arqueológico de Mértola (16 de janeiro, às 16h, no Museu Municipal), e em fevereiro, com a participação de Helena Catarino, professora da Universidade de Coimbra e especialista em Loulé Islâmico. Outra atividade a destacar é o convite a louletanos na atividade «Olhar de…», que arranca este mês de janeiro com André Jordan, presidente do Grupo de Amigos que instalou o Museu há 20 anos (24 de janeiro, pelas 16h, no Museu Municipal) e em fevereiro com o olhar de João Guerreiro, antigo Reitor da Universidade do Algarve. Estas atividades são mensais e terminam em dezembro de 2015, sempre com convidados diferentes.
Ainda neste âmbito, teve início no passado dia 10 de janeiro a atividade «Famílias no Museu», que continuará em 2016 e que pretende proporcionar um sábado à tarde diferente, sempre com o Património Cultural como mote de brincadeira e atividade. As «9 Musas» também virão comemorar esta efeméride, numa atividade divertida e centrada na história local, dinamizada por Afonso Dias.
Recorde-se que o Museu teve a sua inauguração oficial no dia 25 de maio de 1995, com um projeto de arquitetura e museografia da autoria de Mário Varela Gomes, exibindo uma coleção de materiais resultantes de doações, recolhas de superfície e escavações arqueológicas. O Museu Municipal é a sede de uma estrutura polinucleada de espaços museológicos que proliferam um pouco por todo o Concelho de Loulé. Instalado no piso térreo da antiga Alcaidaria do Castelo de Loulé, este reúne os achados arqueológicos mais significativos, compostos essencialmente por conjuntos de peças de várias proveniências, recolhidos em áreas urbanas ou costeiras, em resultado de projetos de investigação, de prospeções e de achados ocasionais. 

publicado às 18:24



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D