Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O Cine-Teatro Louletano recebe, no dia 17 de abril, pelas 21h30, mais um concerto inserido no Ciclo «Loulé Clássico», numa coprodução da Orquestra Clássica do Sul e da Câmara Municipal de Loulé. Dando continuidade a este projeto iniciado em 2014, este será o segundo de cinco espetáculos que apresentam a integral dos Concertos para Piano e Orquestra de Ludwig van Beethoven (1770-1827), que terá como convidado o pianista Pedro Gomes. O público terá também a oportunidade de conviver com o pianista, no espaço «À Conversa com…», que decorre no período que antecede ao espetáculo (entre as 21h e as 21h20).
Após a consolidação do género concertante levada a cabo por vários compositores, e destacando-se claramente a contribuição de W. A. Mozart, foi em finais do século XIX que esta forma atingiu o auge da sua evolução. O papel de Beethoven foi crucial para esta evolução, sobretudo com os Cinco Concertos para Piano e Orquestra, escritos entre 1795 e 1809.
Beethoven, enquanto pianista, gozava de uma enorme reputação como improvisador, dotado de uma inteligência musical e originalidade ímpares. Seria, pois, inevitável que surgissem as primeiras composições para piano e orquestra. Ainda que os dois primeiros Concertos acusem claramente influências de Haydn e Mozart, é a partir do terceiro que o seu génio se evidencia. E a mudança de paradigma que levou a cabo reflete-se sobretudo na relação entre Piano e Orquestra, desempenhando esta um papel cada vez mais preponderante, ao invés de ser um mero acompanhamento do solista.

publicado às 13:25



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D