Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Loulé apresenta-se como cidade de mercados

por Daniel Pina, em 18.04.14


Arranca a 3 de maio o projeto «Loulé, Cidade de Mercados», que nasce de uma parceria entre a ACRAL, Casa da Cultura de Loulé e Câmara Municipal de Loulé. Trata-se de um roteiro que pretende fazer a ligação entre o tradicional Mercado Municipal e o Mercado de Santo António, criando uma série de mercados temáticos, pontos de animação, atividades culturais, sem esquecer o comércio local e o rico património histórico da cidade, mostrando ao visitante o que de melhor Loulé tem para oferecer.
Esta iniciativa acontecerá no primeiro sábado de cada mês, das 9h às 16, e irá integrar a Rua Maria Campina, Praça da República (Mercado Municipal), Rua 5 de Outubro (Rua das Lojas), Largo de S. Francisco, Praça Manuel d’Arriaga, Rua Brites de Almeida, Rua Marçal Aboim e zona do Mercado de Santo António, não esquecendo a Zona Histórica e todos os seus pontos de interesse turístico. Atualmente, Loulé é uma das mais antigas praças comerciais do Algarve e uma das mais fortes da região, com o seu Mercado Municipal que é um dos ex-líbris da cidade, onde é possível encontrar o melhor peixe, legumes e artigos de artesanato diversos, mas também o Mercado de Santo António, um dos pontos atrativos de visita para os turistas. “No presente, a maioria dos turistas que nos visita compra um pacote para o Mercado de Santo António, mas Loulé tem muito mais para oferecer e para visitar. Por isso nós temos que valorizar o que temos de melhor na nossa cidade, desde a arte à cultura, à gastronomia, e a nossa proposta é que as pessoas que vêm a Loulé comecem a fazer o roteiro «Loulé, Cidade de Mercados», referiu José Leal, responsável da ACRAL.
Assim, pretende-se que o ponto de chegada dos turistas seja a Avenida 25 de Abril, onde já existe um espaço de paragem de autocarros. O percurso terá o seu início com atividades na Rua Maria Campina, uma artéria que tem já uma dinâmica própria dos lojistas já que esta é uma zona comercial por excelência. Com este roteiro pretende-se criar também junto à Estátua do Dr. Batalim um espaço para Artes e Culturas, onde os fotógrafos, os pintores, os caricaturistas poderão fazer os seus trabalhos ao vivo e vendê-los.
O percurso segue então para o Mercado Municipal que já tem uma dinâmica própria, principalmente aos sábados de manhã, e que é um lugar de eleição para os que visitam Loulé, um espaço com cores, cheiros e sabores. Mas pretende-se agora acrescentar neste espaço também momentos de animação, como flash mobs ou outro tipo de animação com grupos de dramatização. Daqui o roteiro segue para a Praça da República, onde o comércio tradicional é convidado também para vir para a rua vender os seus produtos. Todos os lojistas que assim desejam e que tenham possibilidade poderão estender para a rua a sua atividade, não só nesta artéria como também na Rua Maria Campina e na Rua 5 de Outubro.
A Praça da República será também um ponto com animação e a Cerca do Convento, onde todos os sábados acontece o «Mercadinho de Loulé», ficará também incluída no «Loulé, Cidade de Mercados». Assim, no dia 3 de maio o mercadinho temático que aqui vai estar será dedicado às «Tradições, Prazeres e Experiências». Este espaço está também destinado a atuações musicais e de clubes de ginástica.
O roteiro segue depois para a Rua 5 de Outubro (Rua das Lojas), também ela com a sua dinâmica comercial. Além dos grupos de música que já atuam habitualmente nesta artéria, serão também convidados outros grupos de animação musical. O próximo destino é o Largo de S. Francisco, onde irá decorrer uma Feira de Flores, Ervas Aromáticas e outras Plantas. Esta zona poderá oferecer também uma visita à Igreja de S. Francisco e ao Pólo Museológico dos Frutos Secos.
Aqui o roteiro ruma para o seu interior, com uma passagem pelo jardim do Largo Manuel d’Arriaga, em frente ao Loulé Jardim Hotel, desconhecido para a maioria dos turistas mas que é um espaço aprazível. Toda esta zona será destinada a colecionadores, antiguidades e a feira de velharias. O próximo ponto de passagem será a Rua Brites de Almeida, nas traseiras da Escola Hortas de Santo António, onde vão estar em exposição veículos motorizados antigos, desde automóveis a motas Já a Rua Marçal Aboim (ligação da rotunda da BP à rotunda dos Homens do Andor) destina-se a espaço de comidas e bebidas, com diversas roulotes, uma zona diferenciada em termos gastronómicos do que existe no centro da cidade. O roteiro termina no Largo do Convento de Santo António, em frente ao Mercado Semanal de Santo António.
Em paralelo a este roteiro também serão agendadas visitas guiadas a lugares históricos de Loulé, já que se pretende que a Zona Histórica também faça parte do percurso, com tudo o que rem para oferecer em termos culturais, patrimoniais, ao nível da arte e também do comércio. Como tal, o Castelo, o Museu Municipal, a Ermida de Nossa Senhora da Conceição, as Bicas Velhas, o Jardim dos Amuados e a Igreja Matriz serão pontos fundamentais no «Loulé, Cidade de Mercados». No dia 3 de maio, destaca-se ainda a «Exposição Símbolos e Documentos de Abril», patente ao público no Convento de Santo António, que também faz parte deste roteiro, e o 2.º Loulé Fashion, um desfile de moda com modelos e lojas de Loulé, a ter lugar no Mercado Municipal.

publicado às 11:22



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D