Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Lagoa assinalou Dia do Combatente

por Daniel Pina, em 14.04.15
O Dia do Combatente foi assinalado, como tem vindo a ser tradicional, pelo Núcleo de Lagoa/Portimão da Liga dos Combatentes, com uma pequena cerimónia militar junto ao Monumento erigido no Largo dos Combatentes, frente à Igreja Matriz. O ato contou com a presença do Presidente da Assembleia Municipal, Águas da Cruz, dos Vereadores Luís da Encarnação e Anabela Simão, em representação do executivo municipal, do Presidente da União das Freguesias de Lagoa e Carvoeiro, Joaquim João, assim como de Associações de Antigos Combatentes dos vários ramos das Forças Armadas, de uma delegação dos Bombeiros Voluntários de Lagoa e de uma secção do Regimento de Infantaria n.º 1 de Tavira, comandada pelo Capitão Brito e população.
A cerimónia contou com a colaboração da fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Portimão, tendo-se iniciado com uma pequena parada militar pelo Regimento de Infantaria N.º 1 de Tavira, a que se seguiu o discurso do Presidente do Núcleo dos Combatentes de Lagoa/Portimão, Jaime Marreiros. O dirigente agradeceu o incansável apoio da Autarquia, nomeadamente na recuperação da sepultura, abandonada no Cemitério Municipal de Lagoa, de um combatente da Primeira Grande Guerra. Já o Vereador Luís Encarnação frisou que Lagoa não podia deixar de participar “nesta homenagem que hoje se presta a todos os soldados, a todos os militares, realçando o orgulho nos militares portugueses e o que significam para a pátria”. "Para os que já partiram, fica o Memorial, para que gerações futuras saibam que houve homens a debaterem-se pelo país”, destacou.
A finalizar a cerimónia, foram tocados os Hinos do Combatente e Nacional, após o que foi colocada uma coroa de flores no Monumento dos Combatentes, tendo os presentes rumado ao Cemitério Municipal, onde homenagearam o único soldado que combateu na 1ª guerra mundial e que, embora não sendo de Lagoa, aqui viveu e foi sepultado no cemitério local e cuja campa foi recuperada pela Câmara, onde também foi depositada uma coroa de flores. O ponto alto da cerimónia foi a inauguração do memorial que a Câmara Municipal de Lagoa erigiu no seu cemitério, a pedido da Liga dos Combatentes, evocando o valor dos soldados lagoenses que caíram em combate na guerra do Ultramar e que foi benzido pelo Coronel Monsenhor Joaquim Cupertino.

publicado às 13:37


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D