Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Indicadores do INE destacam Albufeira

por Daniel Pina, em 03.11.14


De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística, divulgados pela primeira vez no portal de estatísticas oficiais, com vista à caracterização das cidades portuguesas (com base nos resultados definitivos dos Censos de 2011), Albufeira é a cidade do país com mais população estrangeira (mais do que um em cada cinco residentes não são portugueses). Refira-se que, a nível regional, o conjunto das cidades do Algarve apresentava a proporção máxima observada (11 por cento), atingindo o triplo do valor médio registado em Portugal e mais do dobro do valor médio das cidades portuguesas. Em todas as cidades do Algarve, a proporção de população estrangeira era superior à média das cidades portuguesas, sendo Albufeira a cidade do país com maior expressão de população estrangeira – 22,5 por cento.
Os indicadores estatísticos revelaram que em 2011, 4,5 milhões de pessoas – 42 por cento da população – residia em cidades. O crescimento das cidades pode ser verificado através da informação sobre as migrações para as cidades, sendo que este indicador mede a atração residencial das cidades face ao restante território nacional. Neste parâmetro, Albufeira é uma das cidades com os valores mais elevados; posicionou-se em terceiro lugar com 17 por cento, só ultrapassada pela cidade de Caniço, na Madeira, com 20 por cento, e Montijo com 18 por cento.
No que respeita aos setores da atividade económica, o setor terciário é o que maior importância tem nas cidades portuguesas, em termos de população empregada – 79 por cento e, neste item, Albufeira apresenta-se com 86 por cento. No âmbito deste trabalho, destaque-se ainda a informação referente à construção de novas habitações (10 anos anteriores aos censos), com as cidades algarvias a apresentarem valores bastante significativos (17,8 por cento), se tivermos em conta que a construção nova para habitação era menor nas cidades. Também aqui Albufeira apresenta-se entre as cidades com os valores mais elevados (26,1 por cento).

publicado às 20:42



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D