Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






Ricardo Pereira, o segundo guarda-redes mais internacional por Portugal (79 internacionalizações), ex-jogador do Sporting, Boavista, Bétis, Leicester City e Vitória de Setúbal, atualmente a representar o Olhanense, foi o primeiro convidado da iniciativa «Individualidades na Escola», que decorreu na Escola EB2,3 Eng.º Duarte Pacheco, em Loulé. Esta atividade, inserida na candidatura de Loulé a Cidade Europeia do Desporto 2015, é um projeto da Câmara Municipal de Loulé cujos objetivos passam por levar às escolas do Concelho individualidades do desporto nacional e internacional, de forma a interagirem com os alunos, promovendo e abordando a sua modalidade, a carreira desportiva, os eventos relevantes em que tenham participado, valorizando a escola, bem como os hábitos de vida saudáveis.
No auditório da escola, e perante uma sala com lotação esgotada, o vice-presidente da Câmara Municipal de Loulé, Hugo Nunes, e o diretor do agrupamento, Carlos Fernandes, deram as boas-vindas ao futebolista e fizeram a abertura desta iniciativa. O responsável municipal pela área do desporto Loulé salientou que “pelo número de praticantes, as coletividades, os equipamentos desportivos e pelas pessoas que tem, é um Concelho que tem um potencial enorme no desporto”. Nesse sentido, falou das perspetivas para o ano de 2015 e desta candidatura a Cidade Europeia do Desporto. “Queremos fazer uma mostra de todo esse potencial e aproveitar para lançar sementes para os desportistas do futuro, seja ao mais alto nível competitivo, como é o caso do Ricardo, ou apenas da prática desportiva, por exemplo dos marchantes que vieram de Quarteira a Loulé para assistir à Festa da Mãe Soberana. Tudo isso é desporto e é para fomentar esses dois níveis que nós avançámos com esta candidatura”, sublinhou Hugo Nunes.
No ano em que comemora 20 anos de profissional, Ricardo não conteve a emoção ao ver um vídeo que abordava alguns momentos marcantes da sua carreira, entre os quais o Euro 2004. Posteriormente o guarda-redes realçou a importância de nunca ter abandonado os seus estudos até se ter tornado profissional de futebol, falou da sua infância, da sua carreira, dos seus sonhos, dos seus ídolos e de inúmeras vivências, tanto dentro como fora das quatro linhas. “Para mim é importante estar aqui porque eu também já estive do vosso lado. Tive ídolos que, mais tarde, foram meus colegas e quando estava desse lado ouvi-os marcaram muita da minha força e dos meus objetivos para ser profissional de futebol”, frisou o guardião.
Os alunos, por seu turno, ouviram de forma atenta e entusiasmada sendo que tiveram oportunidade para colocar questões ao internacional português. A célebre defesa sem luvas no penalti contra a Inglaterra foi, naturalmente, uma das questões levantadas pelo jovem público. Quanto ao clube do seu coração, referiu que é aquele que deveria ser o de todos os portugueses: Portugal. “Gosto dos clubes por onde passei, onde tive bons e maus momentos. Mas o melhor clube que tive e que terei para sempre é a seleção nacional”, afirmo o guarda-redes do Olhanense.
Seguidamente, no átrio da escola, Ricardo deu uma sessão de autógrafos e a comunidade escolar teve a oportunidade de conviver de perto com um dos heróis do Euro 2004. O futebolista fez ainda questão de visitar uma sala de aula frequentada exclusivamente por alunos com multideficiência ou surdo cegueira congénita. Esta iniciativa envolveu cerca de 600 alunos e encerrou com o convidado a dar o pontapé-de-saída de um jogo de futebol no pavilhão desportivo da Escola EB2,3 Eng.º Duarte Pacheco.

publicado às 09:25



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D