Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






As povoações do Calvário e Mexilhoeira da Carregação receberam, no passado dia 9 de abril, a visita do Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Francisco Martins, que se fez acompanhar pelos membros do executivo, autarcas locais e técnicos municipais para, in loco, avaliar a situação económica, social, cultural, associativa e humana das populações de ambas as povoações.
O Calvário e a Mexilhoeira da Carregação fazem parte da Freguesia de Estômbar - integrada na União das Freguesias de Estômbar e Parchal - uma das Freguesias mais antigas do Algarve, tendo sido criada há 241 anos, por alvará de D. José I, de 16 de janeiro de 1773. A sua sede foi elevada à categoria de Vila em 1991 e, seis anos depois, parte do seu território administrativo foi desanexado para a formação da vizinha Freguesia do Parchal, que agora regressou à freguesia de origem (Estômbar). Na atualidade, esta União de Freguesias comporta uma boa quantidade de povoações de importância estratégica, económica e social para a região, entre as quais se destacam as Vilas de Estômbar e do Parchal e as povoações da Mexilhoeira da Carregação e Calvário.
No Calvário, sedia-se o Rancho Folclórico do Calvário, fundado e em atividade desde 18 de abril de 1964 e instituição de utilidade pública desde agosto de 1963, assim como o antigo Convento do Praxel, uma relíquia religiosa do passado que se encontra com obras de recuperação suspensas. Tudo isso foi «passado a pente fino» pelo executivo da Câmara de Lagoa, tendo o seu Presidente considerado, entre outras, as seguintes situações: Requalificação do espaço de festas do Calvário onde tradicionalmente se realizam as festas populares e o presépio ao vivo, cuja conclusão está prevista para o verão de 2015; na zona das Marinhas, a necessidade da limpeza dos barrancos e linhas de água e, em relação ao Bairro das Marinhas, a necessidade de alterar todo o sistema de drenagem das águas pluviais; em contatos diretos e informais com os moradores, foi solicitada a requalificação do jardim, a substituição da proteção metálica por muro de alvenaria no acesso entre os prédios e vivendas; no Sítio do Calhau, foi verificado o problema social relacionado com uma casa abandonada, indevidamente utilizada e cujo abate é urgente para impedir o seu acesso para situações de autêntica violação dos princípios de saúde pública; foi feita uma demorada visita às ruínas das Fábricas UCAL e Portugal, com a presença de um dos proprietários, com vista à análise e posteriores soluções para aquele espaço, considerando a sua localização e integração nas valências e apetências turísticas do rio Arade.
Na Quinta de S. Pedro, a comitiva municipal percorreu a Rua dos Moradores, constatando a necessidade da requalificação de parte da rua em terra batida, com vista a melhoramentos, pavimentação e escoamento das águas pluviais. O Presidente da Câmara não quis terminar a sua visita oficial ao Calvário e Mexilhoeira da Carregação sem antes constatar que algumas habitações se encontram bastante degradadas e/ou devolutas e a necessitar de recuperação por parte dos proprietários, para o que a Autarquia procederá à sua notificação.

publicado às 13:16



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D