Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Teve lugar, no dia 10 de março, a assinatura dos contratos-programa entre a Câmara Municipal de Loulé e 23 clubes que têm vista o desenvolvimento desportivo do Concelho. Através desta iniciativa, a Autarquia atribuiu um montante superior a 500 mil euros para que estas coletividades possam levar a cabo o seu projeto de dinamização desportiva durante o presente ano.
Como explicou o vice-presidente da Câmara de Loulé, Hugo Nunes, este ano verificaram-se algumas alterações neste processo, nomeadamente em termos da redução da burocracia, antecipação do período de abertura das candidaturas e do período de análise das mesmas. “Entendemos que faria sentido aprovar o maior número possível de contratos-programa em simultâneo para que ficasse claro que este é um instrumento de contratação com os clubes e não um instrumento exclusivo do clube a, b, ou c”, referiu o vereador do desporto. Entre os critérios de atribuição dos montantes destacam-se o número de atletas que o clube mobiliza, o número de atletas federados do Concelho que integra e o nível competitivo da prática desportiva (local, regional, nacional ou até internacional). São estes fatores que, de acordo com Hugo Nunes, justificam as variações financeiras verificadas relativamente aos valores do contrato-programa do ano passado na esmagadora maioria dos clubes, seja em termos de aumento ou de redução nas verbas atribuídas.
No entanto, este responsável frisou que “há uma tendência de convergência e de aproximação dos valores” e que em 2015 a grande maioria dos clubes “tem mais financiamento do que o ano passado resultante de terem mais atletas envolvidos no projeto ou porque houve um aumento do nível competitivo”. Para Hugo Nunes, estes contratos-programa de desenvolvimento desportivo e o protocolo de cedência das infraestruturas municipais “são as duas medidas mais relevantes para a promoção do desporto no Concelho de Loulé”, já que uma diz respeito ao apoio financeiro direto e outra diz respeito à criação de condições para a utilização das instalações que o Município disponibiliza para a prática desportiva. “Para muitas pessoas, estes contratos-programa não são mais do que a maneira que a Câmara entrega dinheiro aos clubes. Mas para vocês são contratos que ajudam a suportar financeiramente o papel que todos os clubes têm no Município, que é a dinamização da promoção da prática desportiva”, afirmou ainda o vereador do desporto.
Já o presidente da Autarquia, Vítor Aleixo, salientou o facto de este ano terem sido clarificados os critérios e regras que presidem no apoio dado aos clubes. “Há uma disposição muito clara de estimular aqueles que se empenham. Temos que diferenciar positivamente aqueles dirigentes e clubes que encontram em si a dinâmica para trazer cada vez mais um maior número de jovens praticantes para as várias modalidades desportivas”, explicou. “Temos um Concelho com uma forte dimensão desportiva. As câmaras municipais investem muito na formação e na prática do desporto da nossa juventude. Não queremos deixar de ter e de consolidar essa tradição e de a desenvolver”, disse o autarca.
Vítor Aleixo enalteceu ainda a prática do desporto informal que constitui, de resto, um dos grandes objetivos da Autarquia em matéria de política desportiva. “Cada vez mais pessoas, sem grandes ligações orgânicas aos clubes, ou mesmo nenhuma, informalmente, comparecem em maratonas, caminhadas ou a andar de bicicleta. Este é um facto muito positivo que o Município e os clubes devem procurar estimular porque o ideal seria que um número muito significativo da população se habituasse e incorporasse em si como hábito e cultura de vida a prática do desporto”, referiu o presidente da Câmara Municipal de Loulé.
Refira-se que celebraram estes contratos-programa a Associação de Pais e Amigos da Ginástica de Loulé, Casa da Cultura de Loulé, Club BTT Terra de Loulé, Clube Basket de Quarteira «Tubarões», Clube de Ténis de Quarteira, Clube de Tiro de Loulé, Clube Desportivo Recreativo Quarteirense, Clube Hípico de Loulé, Clube Internacional da Marina de Vilamoura, Clube de Petanca «Escola de Loulé», Ginástica Clube de Loulé, Grupo Desportivo Barreiras Brancas, Grupo Desportivo Ameixialense, Internacional Clube de Almancil, Juventude Sport Campinense, Louletano Desportos Clube, Moto Clube de Quarteira – Asas da Cidade, Motoclube de Loulé, Quarteira Sport Clube, Rugby Clube de Loulé, União Shito Ryu Portugal, Sociedade Recreativa Almancilense e Clube Desportivo de Boliqueime.

publicado às 13:49



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D