Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






A caravela Boa Esperança zarpa de Lagos, onde tem estado ancorada, rumo a Sevilha para promover o Algarve junto dos espanhóis. A expedição marítima dura três meses e levará ainda a réplica da embarcação quinhentista até à baía de Cádis, Málaga e Almeria, fazendo-a percorrer 170 milhas náuticas.
De partida para Sevilha, a caravela, símbolo da época dos Descobrimentos portugueses, vai atracar no molhe das Delícias e servir de palco, no dia 9 de junho, a um show cooking destinado à imprensa local e a entidades oficiais, que poderão degustar a saborosa cataplana algarvia, preparada por uma equipa do restaurante Tertúlia Algarvia. Esta ação de charme é dirigida a convidados da Região de Turismo do Algarve (RTA), mas quem quiser subir a bordo do navio para espreitar os seus detalhes ou para receber informações sobre o destino algarvio, poderá fazê-lo durante todo o tempo em que ele estiver fundeado em Sevilha, até 15 de junho. 
Depois de dia 15, a caravela solta novamente as amarras para navegar em direção à baía de Cádis, onde fica até ao fim do mês, sempre no intuito de divulgar a região aos espanhóis. Com ela, viajam muitos materiais promocionais para distribuir aos visitantes e vários artigos de merchandising da marca Algarve que serão vendidos a preços convidativos ao público. De Cádis, a rota traçada direciona a Boa Esperança para Málaga e Almeria, últimos portos andaluzes desta viagem marítima de longo alcance.
O regresso ao Algarve será em setembro, após 89 dias de périplo pela Andaluzia, comunidade autónoma que contabiliza 8,4 milhões de habitantes. “Esta ação promocional é muito apelativa pelo formato que assume. Em vez de o Algarve se apresentar nos meios tradicionais de comunicação, mostra-se pela via da gastronomia, da sua ligação ao mar e de uma embarcação com 23,8 metros de comprimento. Esperamos milhares de pessoas a bordo nestes meses, por isso, estamos confiantes que o nome e a oferta turística da região vão ser amplamente difundidos entre os residentes da Andaluzia, mas também entre os turistas que se encontram de férias nesta comunidade que tem cerca de 39 milhões de dormidas turísticas por ano, 20 milhões das quais de estrangeiros», referiu o presidente da RTA, Desidério Silva. A iniciativa é organizada pela RTA, com o apoio da Fundacion Nao Victoria.   

publicado às 14:04



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D