Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A PGA de Portugal divulgou, no dia 27 de fevereiro, o seu calendário competitivo de 2015 e as grandes novidades são a organização do Campeonato Nacional no Oporto Golf Club, o crescimento do Algarve Pro Golf Tour, o surgimento do Lisbon PGA Challenge e o lançamento de uma nova competição, a Taça Ibérica PGA. “É um quadro competitivo vasto, assente em criar muitas oportunidades para os nossos jogadores”, comentou José Correia, o presidente da PGA de Portugal. “Impressiona ver este calendário. Não há dúvida que esta Direção da PGA de Portugal tem demonstrado uma nova dinâmica nos últimos anos e a PGA de Portugal sabe que pode continuar a contar connosco”, declarou por sua vez Manuel Agrellos, o presidente da Federação Portuguesa de Golfe (FPG).
A apresentação oficial do calendário da associação dos profissionais de golfe portugueses decorreu no Pestana Golf Resort de Vila Sol, no Algarve, na presença de representantes da FPG, dos media, patrocinadores e alguns jogadores profissionais.
Entre os jogadores profissionais, destacaram-se o n.º1 português, Ricardo Melo Gouveia, o campeão nacional, Tiago Cruz, e António Sobrinho, recordista de 11 títulos de campeão nacional.
O regresso do PGA Portugal Tour ao Oporto Golf Club (OGC), em Espinho, de 17 a 19 de setembro, será um dos pontos altos de 2015, depois de estar ausente do circuito desde 1969. "O Oporto celebra os seus 125 anos e surgiu esta ideia. O clube aceitou e, com a quantidade de jovens e de sócios que têm, vai ser uma festa”, frisou o presidente da PGA de Portugal. Manuel Agrellos, sócio do OGC, também admite que será um momento especial. “O Campeonato Nacional tem tudo para ser a grande festa do golfe nacional. É ali que jogam os melhores portugueses, profissionais e amadores. A FPG vai reforçar o apoio ao torneio e vou pessoalmente tentar procurar investimentos que possam permitir oferecer um prémio atraente”.
O Campeonato Nacional é um dos Majors da PGA de Portugal, sendo o outro a Taça Manuel Agrellos, a Ryder Cup à portuguesa como é apelidada, que se vai disputar a 12 e 13 de dezembro, no Montado Hotel & Golf Resort, em Palmela. Para além destes dois, o calendário interno da PGA de Portugal compreende ainda sete torneios de Categoria Open. O primeiro ocorre já dias 2 e 3 de março, no percurso n.º2 do Clube de Campo da Aroeira, em Almada – é a primeira edição do Clube EDP PGA Open. Seguem-se o Optilink PGA Open no Onyria Palmares Beach & Golf Resort, em Lagos, a 2 e 3 de abril; Liberty Seguros PGA Open, no mesmo campo, a 4 e 5 de junho; Estoril PGA Open, no Club de Golf do Estoril, a 6 e 7 de julho; Open da Ilha Terceira, no clube local, de 15 a 18 de julho; Açores PGA Open, no Batalha Golf Course de São Miguel, a 24 e 25 de outubro; e a Carvoeiro Cup, no Pestana Golf Resort do Vale da Pinta, no Carvoeiro, a 28 e 29 de novembro.
O PGA Portugal Proam Series mantém-se pelo terceiro ano seguido e em 2015 passará por sete campos antes da Final marcada para o Pestana Golf Resort de Vale da Pinta, no Carvoeiro, no dia 27 de novembro. Os campos que só recebem em exclusivo este circuito, sem terem o Pro-Am acoplado a um Open são o Boavista Golf & Spa, Penina Golf & Hotel Resort, Quinta do Lago South e Montado Hotel & Golf Resort.
O calendário internacional de 2015 é o mais rico e diversificado de sempre e os momentos mais importantes continuam a ser os dois eventos do European Tour (a primeira divisão do golfe profissional português) que passam pelo nosso país. O Madeira Islands Open BPI joga-se de 19 a 22 de março, no Clube de Golf do Santo da Serra; e o Portugal Masters, de 15 a 18 de outubro, no Oceânico Victoria Golf Course, em Vilamoura. O Açores Ladies Open, do Ladies European Tour Access Series, está praticamente garantido, embora ainda não se saiba a data e o local.
Entretanto, o Algarve Pro Golf Tour (APGT), fundado em 2014, expandiu-se para 18 torneios, um investimento notável se pensarmos que cada torneio oferece em média 10 mil euros em prémios monetários. As duas grandes novidades de 2015 são o Lisbon PGA Challenge e a Taça Ibérica PGA. “O Lisbon PGA Challenge é um reflexo do sucesso do APGT, fazendo com que outras regiões de Portugal desejem algo de semelhante. Vamos levar um circuito internacional ao Quinta do Peru Golf & Country Club e à Aroeira, em outubro e novembro, antes do início do APGT”, elucidou o presidente da PGA de Portugal. Quanto à Taça Ibérica PGA (ou Copa Ibérica PGA em castelhano), resulta de um acordo com a PGA de Espanha. “É o desejo de alargarmos os nossos contactos internacionais. Já temos parcerias com o Jamega Pro Golf Tour Britânico e com a PGA de Espanha vamos organizar este torneio, com prémios monetários, aberto a sócios das PGA’s dos dois países. Para além da classificação individual, haverá uma coletiva, para a qual contarão os 10 melhores resultados de cada país”, informou José Correia.

publicado às 09:23


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D