Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






O novo edifício sede da Câmara Municipal de Alcoutim foi inaugurado, no dia 12 de setembro, pelo Secretário de Estado da Administração Local, António Leitão Amaro, no âmbito das Comemorações do Dia do Município. A intervenção custou 600 mil e 498,30 euros, acrescidos de IVA, sendo comparticipada pela Administração Central no montante de 230 mil e 341,96 euros, e teve como principal preocupação a manutenção da fachada e traça original do antigo edifício que, remontando ao século XIX, era exemplo de uma arquitetura de cariz típico, com janelas de sacada e gradeamentos de ferro forjado.
Ao ato inaugural, que contou com a presença de diversas personalidades locais e regionais, seguiu-se a sessão solene, no salão nobre da Câmara Municipal, durante a qual foram atribuídas medalhas municipais de mérito a algumas entidades que se notabilizaram pela prestação de serviços relevantes para o concelho. Reconhecendo que “Portugal é um país demasiado centralista” e que “foram muitas as opções que levaram a que este movimento de perda de coesão territorial se gerasse”, o governante elogiou algumas medidas tomadas pelo executivo alcoutenejo, designadamente protocolando a criação no concelho de dois Espaços do Cidadão. “É possível trazer o Estado para mais perto apostando em novas formas de organização dos serviços”, sublinhou António Leitão Amaro, realçando a aposta da autarquia “no desenvolvimento económico, na criação de oportunidades de empreendedorismo, na atração ao investimento e ao turismo com base nos produtos da terra, nos recursos arquitetónicos, culturais e naturais”.
Num discurso onde focou as principais medidas tomadas ao longo dos 11 meses de mandato à frente do executivo municipal, Osvaldo dos Santos Gonçalves mostrou-se convicto de estar “a iniciar viagem no rumo certo”. “Estamos a traçar um caminho de desenvolvimento, alicerçado na sustentabilidade do território e na potencialização dos nossos recursos. Temos a consciência profunda de que não estamos a trilhar um caminho fácil, e de que, diariamente, pagamos o preço da interioridade, fruto de anos de políticas desajustadas às necessidades das populações e que, esperamos, possam vir a ser alteradas e corrigidas, pois o desenvolvimento do território assim o exige”, frisou o presidente da Câmara Municipal de Alcoutim. O autarca aproveitou ainda para comunicar ao Secretário de Estado os anseios de um município de interior como Alcoutim: “O que desejamos, de imediato, não são políticas de descriminação positiva, o que pretendemos é a concretização de uma verdadeira política de descentralização e desenvolvimento, integrada e inclusiva, que ao mesmo tempo seja reflexo do perfil de necessidades e potencialidades de cada Município e que, cumulativamente, possibilite, aos cidadãos, igualdade de acesso a direitos e serviços públicos de qualidade”.
A sessão solene comemorativa do Dia do Município ficou ainda marcada por uma homenagem a três personalidades cuja atuação resultou em assinaláveis benefícios para o Município de Alcoutim. Nesse sentido, foram distinguidos o Eng.º Gaspar dos Santos, com a medalha municipal de mérito de grau prata, na área da cultura e desenvolvimento; o Dr. Óscar da Silva Oliveira, com a medalha de mérito grau ouro, na área da saúde e intervenção social; e a título póstumo, António Miguel Ascensão Nunes, com a medalha de mérito municipal de grau ouro, na área da cultura e investigação histórica.

publicado às 15:09



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D