Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]







O Município de Lagos homenageou quatro cidadãos perpetuando os seus nomes na toponímia da cidade, com o descerramento das placas a acontecer no dia 1 de novembro, numa cerimónia realizada no âmbito das comemorações do Dia do Município. A homenagem resultou de uma proposta de atribuição de denominações toponímicas para a Freguesia de Santa Maria (zona da Atalaia) que a Comissão Municipal de Toponímia deliberou, por unanimidade, na reunião de 29 de maio de 2008, apresentar à Câmara Municipal de Lagos, tendo a mesma merecido a aprovação unânime do órgão executivo em reunião realizada a 18 de junho de 2008.
Estava então em causa não apenas a identificação de novos arruamentos numa zona de expansão urbana da cidade de Lagos, de cariz residencial e turístico, nas proximidades de um prestigiado campo de golfe, como a oportunidade de, uma vez mais, se prestar homenagem através da toponímia de Lagos a personalidades que a seu tempo se destacaram nos mais variados domínios de atividade humana, da cultura ao mundo empresarial, recordando a sua vida e obra, e fazendo perdurar, nas gerações atuais e futuras, pedaços de uma memória coletiva que dá conteúdo à identidade de um povo e dos lugares. Foram quatro as denominações então aprovadas, sendo estas placas as que foram descerradas, na presença daqueles que mais de perto privaram com as personalidades homenageadas (familiares e pessoas dos seus círculos de amizade): Rua Emmanuel da Costa Correia (Historiador); Rua João Braz (Poeta); Rua António Diogo Bravo (Industrial) e Rua António Aleixo (Poeta).
Na ocasião, a Presidente da Câmara Municipal de Lagos, Maria Joaquina Matos, recordou que a autarquia sempre valorizou muito a área da toponímia e frisou que todos os nomes consagrados nas placas do município contribuíram para uma sociedade melhor. Já a Vereadora com o pelouro da Cultura e da Toponímia, Maria Fernanda Afonso, lembrou que “a História é feita pelos povos e, no limite, pelo conjunto de histórias singulares dos indivíduos em sociedade”. “Faz todo o sentido registar sistematicamente as personalidades, os casos mais marcantes, começando por descobri-las nas designações das ruas, dando vida a quem fez história e reforçando e reconstruindo memórias e identidades locais”, reforçou.

publicado às 13:55



Foram 30 os municípios que se fizeram representar no Encontro Nacional de Municípios com Centro Histórico (ENMCH), que decorreu em Lagos, nos dias 30, 31 de outubro e 1 de novembro. A iniciativa contou com debates participados e muito dinâmicos onde se discutiram os destinos possíveis para a reabilitação dos centros históricos do país, sendo que o governo prometeu um investimento de 1700 milhões de euros nesta área.
No evento, que contou com cerca de centena e meia de participantes de autarquias e de outras entidades públicas e privadas, a Presidente da Câmara Municipal de Lagos, Maria Joaquina Matos, não quis deixar de frisar a vital importância deste tema tão relevante para os municípios. “Esta sempre foi uma questão bastante complexa, mas também muito importante, e este encontro é o momento ideal para se trocarem ideias, apresentar propostas e debater o presente e o futuro nesta área. Temos de vencer este desafio”. Para a autarca, o grande objetivo é que “consigamos viver uma vida moderna, na cidade antiga”, referindo-se à vida nos centros históricos. Daí também que a Câmara esteja a dar especial relevância à reabilitação urbana, com desenvolvimento de novas políticas de habitação que estão a enveredar pela requalificação das habitações existentes, antes de serem permitidas construções de raiz. E Maria Joaquina Matos tem a certeza de que a conservação do património e a reabilitação são áreas estruturantes e fundamentais nos próximos anos.
Victor Mendes, Presidente da Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico, sublinhou o trabalho e empenhamento da autarquia lacobrigense na organização deste importante evento, que representou uma permuta de experiências e ideias sobre um tema tão importante como a reabilitação urbana nos centros históricos. “É imperioso que seja entendido como uma prioridade na agenda política e nos temas que devem estar na ordem do dia”, frisou o também Presidente da Câmara de Ponte de Lima, defendendo que existe a necessidade de agilizar os processos de licenciamento para a requalificação nos centros históricos, sob pena de os investidores desistirem dos projetos. Victor Mendes também reconhece o esforço que tem vindo a ser feito pelo governo no que a esta área diz respeito, no entanto, lembrou as dificuldades das autarquias nesta área, tanto no que diz respeito às competências legais e autonomia para decidir a viabilidade de um qualquer investimento, como no que diz respeito à ausência ou grande dificuldade de disponibilidade financeira destas entidades para a requalificação dos centros históricos dos seus municípios.
Por seu turno, o Secretário de Estado da Administração Local, António Leitão Amaro, descreveu os centros históricos como um espaço mítico, “uma vez que significam, simultaneamente, restrição e magia”. “O desafio atual é sabermos como vamos convencer residentes e comerciantes a escolher este espaço para viver, ou ter o seu negócio, apesar das suas restrições. As autarquias continuam a ter um papel fundamental no que diz respeito à mobilidade nestas áreas, às acessibilidades, à animação cultural, ao desenvolvimento dos C.H. como espaços de atividades económicas, e no desenvolvimento de estratégias para a inclusão social”, frisou o governante, salientando que a reabilitação não pode dissociar-se do papel dos agentes privados. “A grande prioridade é fazer destes espaços, espaços de atração para o investimento privado e o Governo tem dado passos muito importantes na área da reabilitação, nomeadamente no que diz respeito às regras e legislação em vigor”, destacou o Secretário de Estado, referindo-se, por exemplo, à lei de reabilitação urbana, de 2012, que veio simplificar os procedimentos e encurtar muito os prazos para as tomadas de decisão.
O evento contou também com a presença do Secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Manuel Castro Almeida, que teve por missão dar a conhecer publicamente o investimento que o Governo pode fazer nesta área da reabilitação urbana nos Centros Históricos. “Porém, a vida não está fácil no que diz respeito aos fundos europeus aplicados aos municípios com centro histórico. A União Europeia definiu 11 objetivos temáticos para a obtenção dos fundos europeus e em nenhum aparece, de forma explícita, a questão da reabilitação ou recuperação dos centros históricos”. Nesse sentido, teve o Governo que “procurar em cada um desses objetivos temáticos potenciar ao limite as condições e possibilidades aí plasmadas para que se pudesse intervir e canalizar verbas para a reabilitação e requalificação dos centros históricos”, frisou, revelando que tal só foi possível em três dos 11 objetivos. Assim, segundo o mesmo, vai ser possível integrar investimentos nos centros históricos: 1) ao nível da eficiência energética; 2) na preservação e proteção do ambiente e valorização económica dos recursos, e 3) ao nível da integração da coesão social.
Deixando a promessa que, em 2015, haverá um maior investimento na economia no que diz respeito à execução dos fundos europeus, Manuel Castro Almeida reconheceu que deve existir um conjunto de mecanismos financeiros, seja do Governo, seja através de fundos comunitários, para ajudar a iniciativa privada, anunciando o valor que o Governo associou à reabilitação urbana dos Centros Históricos rondará os 1700 milhões de euros.
O Encontro Nacional contou ainda com a entrega de «Prémio Louvor» a Jorge Justino, Presidente do Instituto Politécnico de Santarém, e da Medalha de Ouro da Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico a Francisco Lopes, Presidente cessante da APMCH. Foi igualmente lançado o Prémio Nacional de Arquitetura «Alexandre Herculano» – edição de 2014/2015, cujas candidaturas decorrem até junho 2015. Além das sessões de trabalho, que decorreram no Centro Cultural de Lagos, o programa integrou também visitas de estudo, exposições, mostra e venda de publicações. Esta iniciativa foi organizada pela Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico (APMCH) e pela Câmara de Lagos, com o apoio da empresa municipal Futurlagos.

publicado às 14:20

Portugal derrota Espanha pela primeira vez

por Daniel Pina, em 04.11.14


Portugal alcançou o seu melhor resultado internacional de sempre, a nível coletivo, no golfe ibérico de Pitch & Putt, ao derrotar a Espanha por 7-5, no tradicional Match, cuja 5ª edição decorreu no Clube de Golfe da Quinta das Lágrimas, em Coimbra. Depois de quatro derrotas consecutivas neste confronto Portugal-Espanha, em 2007, 2008, 2009 e 2010, a seleção nacional saiu finalmente vencedora e logo num ano em que a equipa espanhola sofreu uma forte renovação, surgindo com jogadores muito credenciados no circuito internacional de P&P.
As duas seleções foram para a segunda e última jornada empatadas por 3-3, depois de no primeiro dia a Espanha ter ganho os Fourballs por 2-1 e Portugal os Foursomes também por 2-1. Com os pares empatados, foi tudo decidido nos singulares e aí Portugal mostrou-se claramente superior, vencendo quatro dos seis confrontos e num deles chegou empatado ao último buraco, só perdendo no primeiro buraco de play-off. O desnível poderia ter sido maior e é importante salientar que Portugal venceu duas das três sessões da competição.

publicado às 13:39



O Município de Albufeira assinou, no dia 3 de novembro, um Protocolo de Colaboração para o ano de 2014 com a Cooperativa de Consumo e Associação dos Trabalhadores da Autarquia, o qual envolve uma comparticipação financeira no valor de 18 mil euros. Ao abrigo do referido protocolo compromete-se ainda a ceder as instalações destinadas aos serviços administrativos e todo o equipamento necessário à sua atividade, disponibilizar os trabalhadores da Autarquia a afetar ao normal funcionamento dos bares, cantinas e Infantário, assim como prestar apoio logístico a nível dos transportes.
A Cooperativa dos trabalhadores da Câmara Municipal de Albufeira é uma associação sem fins lucrativos que tem por objetivo prestar apoio social, cultural, recreativo e desportivo aos seus associados, quer sejam os trabalhadores da Autarquia, dos Bombeiros Voluntários de Albufeira e das Juntas de Freguesia, e respetivos familiares. “O trabalho realizado pela Cooperativa de Consumo e Associação dos Trabalhadores da Autarquia, que neste momento apoia cerca de 600 pessoas, é de extrema importância a nível social, quer seja através do fornecimento de refeições na cantina, no bar e nos vários equipamentos municipais quer pela disponibilização de serviços de Infantário e ATL, bem como pela organização de eventos na área cultural, desportiva e recreativa”, reconhece o presidente da Câmara Municipal de Albufeira. Carlos Silva e Sousa referiu ainda que esta é a forma encontrada pelo Município para apoiar os seus trabalhadores e os restantes sócios da Cooperativa para que consigam ter uma melhor qualidade de vida.

publicado às 13:35



O Sheraton Algarve deu início ao seu programa de renovação, que será desenvolvido em fases distintas ao longo dos próximos três anos, e irá contemplar todos os quartos, áreas públicas, restaurantes e bares. Em simultâneo, irão decorrer os trabalhos de extensão do Hotel, englobando 78 novas suites de luxo, um novo restaurante Italiano, um Spa de assinatura e um parque de estacionamento subterrâneo, estando prevista a sua conclusão para junho de 2016. Estes investimentos irão reposicionar o Pine Cliffs Resort como um dos melhores resorts de família no mundo.
A conclusão da primeira fase está prevista para finais de junho de 2015, reabrindo o hotel no verão desse ano. A segunda fase será desenvolvida no inverno do ano seguinte e, durante este período, o Pine Cliffs Resort continuará a sua habitual operação, oferecendo opções variadas de alojamentos, como sejam o Pine Cliffs Residence, a Luxury Collection Resort, as Golf Suites Pine Cliffs e o Pine Cliffs Village, incluindo os Pine Cliffs Terraces. Além disso, um variado leque de facilidades de lazer, desporto e bem-estar continuarão disponíveis, incluindo o Pine Cliffs Golf & Country Club, a Academia de Ténis Annabel Croft e tratamentos vários no Health Club e no «Experience Wellness at Pine Cliffs».   
A partir de agora estão também disponíveis diversas atividades e entretenimento através da iniciativa de inverno do Resort, o «Pine Cliffs Goes Active», que proporciona aos hóspedes um programa variado de atividades, serviços de saúde, bem-estar, gastronomia, lazer e desporto, oferecendo momentos inesquecíveis para toda a família. Para completar esta oferta, o Pine Cliffs apresenta ainda dois programas completos de saúde, bem-estar e fitness. Com a opção de dois ou cinco dias de alojamento, poderá usufruir de uma seleção única no «Experience Wellness at Pine Cliffs» e serviços de Personal Trainer, combinados com uma oferta gastronómica equilibrada e saudável.
Originalmente construído em 1992 pela United Investments (Portugal), o Sheraton Algarve Hotel, de traça arquitetónica tradicional Portuguesa e influência árabe, proporciona a todos os seus hóspedes uma experiência verdadeiramente genuína. O novo projeto irá refletir os elementos indígenos do edifício existente, oferecendo, ao mesmo tempo, um ambiente de conforto e estilo contemporâneo, bem como todos os serviços que os viajantes globais de hoje esperam.

publicado às 13:29



A Câmara Municipal de Lagoa, atenta à evolução qualitativa e populacional do concelho e a pensar também nos milhares de visitantes, deliberou adjudicar, no dia 29 de Setembro, a obra de ampliação e remodelação da rede de abastecimento de água no Município, nas áreas das estradas de Lagoa-Vala e Lagoa-Poço Partido, tendo em consideração que a qualidade de um serviço de abastecimento de água se mede por diversos parâmetros, entre eles o nível de atendimento e a idade das infraestruturas.
A obra arrancou no dia 3 de Novembro, tem o valor de 194 mil e 400,01 euros e um prazo de execução de três meses. Os objetivos da intervenção são efetuar a ligação da rede de Lagoa à rede de Porches, alargando o abastecimento de água a cerca de 30 novos fogos; e substituir o obsoleto troço de conduta em ferro fundido entre Lagoa e o Poço Partido por uma nova com mais capacidade, em PVC DN200, garantindo assim melhores condições no abastecimento à zona de Carvoeiro.

publicado às 13:22



Até dia 29 de novembro, a Galeria Municipal de São Brás de Alportel convida a um olhar mais atento às criações artísticas de Ben Helmink, patentes na exposição «Temporada». Natural de Brummen, na Holanda, Ben Helmink desenvolveu a sua atividade profissional de docente de 1.º ciclo do ensino básico em Amesterdão. Enquanto docente estimulou a criatividade dos seus alunos com muitos momentos dedicados ao ensino da pintura, desenho e elaboração de trabalhos manuais, uma componente cultural igualmente importante na educação das crianças. Paralelamente, continuou a investir no seu percurso académico, alcançando em 1975 o diploma de professor de liceu, na Academia Rietveld, em Amesterdão.
A sua paixão pela História de Arte foi desde sempre conciliada com a prática de várias técnicas de criação, aperfeiçoadas aquando da reforma que lhe permitiu ter mais disponibilidade para as artes. Em 2006, decidiu vir viver para Portugal e o Alentejo tornou-se no seu local de eleição, criação e expressão artística. A planície dourada foi a sua fonte de inspiração, a natureza e os seres que nela habitam revelam momentos de beleza impar em constante renovação e transformação. Nas telas de Ben Helmink, essa realidade ganha forma e expressão através de pinceladas de criatividade e talento que merece um olhar mais atento por quem passa.

publicado às 13:17



Decorrem até ao dia 31 de dezembro de 2014 as candidaturas para a Bolsa de Apoio ao Teatro 2015, iniciativa da Autarquia de Loulé dirigida aos grupos de teatro amador e/ou profissional do Concelho de Loulé, com personalidade jurídica. Os grupos candidatos deverão apresentar propostas de espetáculos de teatro inéditos, ou seja, que nunca tenham sido apresentados. O grupo será obrigado a fazer três representações, com início no mês de março de 2015, no âmbito do programa do CENÁRIOS - IX Mostra de Teatro promovida pela Câmara de Loulé.
Nas propostas a apresentar, os candidatos deverão ter em conta que as peças de teatro deverão estar adequadas aos mais variados públicos, tendo em consideração a diversidade do Concelho, às dimensões e equipamento técnico dos palcos, ao tempo de duração do espetáculo (máximo 90 minutos), ao tempo de montagem e desmontagem do espetáculo, bem como à utilização da língua portuguesa como idioma dominante no texto da peça. Em cada candidatura deverão constar dados técnicos das peças, nomeadamente o título da peça, nome do encenador, sinopse, duração, número de elementos intervenientes e respetivos nomes, entre outros.
A verba total a atribuir aos grupos é de 25 mil euros, sendo que 7.500 euros são para aquisição de material de som e luz, 3000 euros para aluguer de material de som e luz e 14.500 euros para as produções. A todos os apurados será igualmente atribuído um subsídio para despesas tidas com alimentação e deslocação. A verba é atribuída mediante a pontuação dada após análise dos critérios de avaliação realizada por um júri composto por uma individualidade de reconhecida idoneidade artística e por dois técnicos da Autarquia. O conteúdo, a criatividade/originalidade, a adequação aos espaços dos espetáculos e público e o currículo do grupo/encenador são os critérios de avaliação para atribuição do apoio.

publicado às 13:13



O município de Vila Real de Santo António congratula-se com a adjudicação da primeira fase da obra de desassoreamento da Foz do Guadiana e espera que a intervenção, que permitirá que a barra do rio recupere uma profundidade mínima de 3,5 metros, possa ser uma realidade no início de 2015. Para Luís Gomes, presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, a medida representa uma pretensão ambicionada há mais de 40 anos pelos vila-realenses, em particular, e pelos algarvios, em geral, permitindo a navegação em segurança das embarcações desportivas e pesqueiras. Por outro lado, aumentará ainda mais as potencialidades turísticas da Eurocidade do Guadiana – composta pelos municípios de Ayamonte, Castro Marim e VRSA – ao permitir a navegação 24 horas/dia de navios cruzeiros ou de outras embarcações de grande calado.
A obra, avaliada em 723 mil euros, surge na sequência do memorando de entendimento sobre o desassoreamento da foz do Guadiana, assinado em Lisboa, no passado mês de março, entre o Governo Português e a Junta de Andaluzia, e será conduzida pela Consejería de Fomento y Vivienda da Junta da Andaluzia. “A medida concretiza ainda o bom trabalho desenvolvido pela Eurorregião Alentejo-Algarve-Andaluzia e mostra o bom relacionamento entre os estados português e espanhol», que integraram o projeto de navegabilidade do Guadiana no Programa de Cooperação Transfronteiriça Espanha – Portugal”, destaca Luís Gomes.
A dragagem irá incidir numa zona de 1250 metros de comprimento por 60 metros de largura, devendo ser retirados cerca de 55 mil metros cúbicos de sedimentos do fundo do Rio Guadiana, que serão utilizados para realimentar as praias mais próximas da foz. Irá também restituir os calados originais da foz que, ao longo dos anos, foram acumulando sedimentos e criando bancos de areia que atualmente condicionam a navegação das embarcações de maiores dimensões às horas de preia-mar.

publicado às 20:48

Indicadores do INE destacam Albufeira

por Daniel Pina, em 03.11.14


De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística, divulgados pela primeira vez no portal de estatísticas oficiais, com vista à caracterização das cidades portuguesas (com base nos resultados definitivos dos Censos de 2011), Albufeira é a cidade do país com mais população estrangeira (mais do que um em cada cinco residentes não são portugueses). Refira-se que, a nível regional, o conjunto das cidades do Algarve apresentava a proporção máxima observada (11 por cento), atingindo o triplo do valor médio registado em Portugal e mais do dobro do valor médio das cidades portuguesas. Em todas as cidades do Algarve, a proporção de população estrangeira era superior à média das cidades portuguesas, sendo Albufeira a cidade do país com maior expressão de população estrangeira – 22,5 por cento.
Os indicadores estatísticos revelaram que em 2011, 4,5 milhões de pessoas – 42 por cento da população – residia em cidades. O crescimento das cidades pode ser verificado através da informação sobre as migrações para as cidades, sendo que este indicador mede a atração residencial das cidades face ao restante território nacional. Neste parâmetro, Albufeira é uma das cidades com os valores mais elevados; posicionou-se em terceiro lugar com 17 por cento, só ultrapassada pela cidade de Caniço, na Madeira, com 20 por cento, e Montijo com 18 por cento.
No que respeita aos setores da atividade económica, o setor terciário é o que maior importância tem nas cidades portuguesas, em termos de população empregada – 79 por cento e, neste item, Albufeira apresenta-se com 86 por cento. No âmbito deste trabalho, destaque-se ainda a informação referente à construção de novas habitações (10 anos anteriores aos censos), com as cidades algarvias a apresentarem valores bastante significativos (17,8 por cento), se tivermos em conta que a construção nova para habitação era menor nas cidades. Também aqui Albufeira apresenta-se entre as cidades com os valores mais elevados (26,1 por cento).

publicado às 20:42



O Orçamento e as Grandes Opções do Plano para o ano de 2015 da Câmara Municipal de Alcoutim foram aprovados por maioria, com dois votos contra dos vereadores da oposição, em reunião de Câmara extraordinária realizada no passado dia 30 de outubro. A proposta de Orçamento para 2015 prevê um valor global de oito milhões, 88 mil e 591 euros, sendo que cerca de dois milhões de euros são despesas de capital, o que representa 26 por cento do Orçamento.
“Este orçamento espelha a situação real, na adversa conjuntura macro e microeconómico em que o concelho se insere, considerando quer as condições exógenas, quer a matriz funcional da própria autarquia, sem nunca colocar em causa a concretização das políticas definidas”, considera o presidente da Câmara Municipal de Alcoutim, Osvaldo dos Santos Gonçalves, acrescentando: “Apesar da redução de 5.196.886,00 euros da receita prevista em relação ao ano anterior, resultado, essencialmente, da aplicação das alterações legislativas, designadamente no que se refere aos critérios para o cálculo do valor estimado da receita, os documentos agora aprovados representam uma matriz orçamental clara e cuidada, que teve como base um escrupuloso diagnóstico no que concerne às necessidades da população do concelho”.
Ainda no âmbito da receita, refira-se também que a autarquia abdicou, em prol das famílias, da totalidade dos 5 por cento de IRS que lhe era devida. “Esta medida pretende atenuar a carga fiscal os munícipes numa altura de crise económica em que o poder de compra dos cidadãos é cada vez menor. Enquanto a situação financeira da autarquia o permitir esta será uma medida para continuar", garante o presidente.
Em termos globais, os investimentos mais relevantes, quer pelo montante envolvido, quer pela natureza premente dos mesmos, encontram-se distribuídos pela área da saúde, educação e ação social, com destaque para o investimento na construção do Lar de Martim Longo; saneamento e abastecimento de águas, com especial enfoque para a ETAR dos montes das Laranjeiras, Guerreiros do Rio, Álamo e Cortes das Donas, e o sistema de tratamento e abastecimento de água a diversas populações do concelho; transportes rodoviários, com destaque para 2ª Fase da Avenida de Acesso à EBI de Martim Longo e à construção e reparação de diversas estradas e caminhos municipais. Os documentos agora aprovados serão submetidos a apreciação da Assembleia Municipal na próxima reunião.

publicado às 20:34



A Associação Rodactiva promoveu, no dia 1 de novembro, a 3ª edição do Passeio Noturno de Halloween em Castro Marim, com cerca de 500 participantes e um percurso de seis quilómetros na envolvente da vila. O trajeto, colorido pelas abóboras iluminadas, surpreendeu os caminhantes com 20 figurantes que assombraram os trilhos e, para terminar a noite, a «Rodactiva» ofereceu a todos um baile de música ao vivo.
Segundo a associação, esta iniciativa teve como objetivo divulgar a vila e trazer visitantes a Castro Marim, dando-lhes a conhecer o património e monumentos locais, bem como trazer animação aos castromarinenses. Na realização deste evento, a associação contou com o apoio da Câmara Municipal de Castro Marim, da Junta de Freguesia de Castro Marim e da Santa Casa da Misericórdia de Castro Marim.

publicado às 20:28

Festa da Safra homenageou salineiros

por Daniel Pina, em 03.11.14


A Casa do Sal, em Castro Marim, acolheu, no dia 31 de outubro, a 1ª Festa da Safra. Com casa cheia e a presença de muitas entidades e trabalhadores ligados à atividade salineira, foi também inaugurada a exposição fotográfica coletiva «Histórias de Sal», promovida pela Associação ¼ Escuro, com a colaboração do Taller de Fotografia de Lepe (Espanha), do Clube de Fotografia de Guérande e do Clube de Fotógrafos de La Baule (França).
A vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Castro Marim, Filomena Sintra, fez as honras da casa e manifestou um sincero agradecimento à Associação ¼ Escuro, que se disponibilizou e responsabilizou por esta nova exposição da Casa do Sal, patente até ao mês de abril do próximo ano. São, no seu conjunto, 45 autores e as mais variadas interpretações e histórias de «vidas de sal». “Esta festa, esta exposição, a Casa do Sal, nada disto existiria se não fossem os salineiros, com o seu saber milenar, determinante na formação da paisagem, hoje também nosso grande património. Queremos que se sintam valorizados e queremos contribuir para a dignificação desta profissão, que é tantas vezes esquecida enquanto fator determinante na valorização da flor de sal e sal tradicional”, sublinhou a vereadora da Câmara Municipal, expressando o orgulho castromarinense, profundamente ligado à imagem do sal.
Castro Marim é, atualmente, o núcleo mais representativo da salicultura tradicional, não só por ser uma unidade geográfica bem definida, mas também porque aqui persiste a maior comunidade de salinicultores artesanais.

publicado às 19:45



Foi aprovado em reunião camarária o Estudo Prévio para a recuperação do Solar da Música Nova, com o objetivo de adaptar este edifício a um espaço com três áreas distintas mas que, no seu conjunto, venha a ser um polo musical de referência para a região algarvia. Atualmente, o edifício localizado no topo da Rua Sacadura Cabral (antiga Rua Ancha), composto por dois pisos e um logradouro, encontra-se devoluto e num avançado estado de degradação. Com esta intervenção, a ideia é criar um equipamento direcionado para o ensino da música que integre o Conservatório de Música de Loulé, a sede da Banda Filarmónica «Artistas de Minerva» e um Auditório Municipal.
A instalação de três entidades distintas, mas complementares, determinou que, apesar de poderem comunicar de forma controlada, dispõem de entradas distintas. A Sul (Rua Ancha) e ocupando o piso térreo e o primeiro piso ficará o Conservatório de Música. No segundo piso, enquanto ampliação, com a entrada pela Rua do Serradinho, ao nível do primeiro piso, será implantada a sede dos «Artistas de Minerva». Finalmente, o Auditório Municipal ficará integrado a Poente, enquanto ampliação do piso térreo do Solar. O Auditório beneficiará ainda de um pequeno arranjo exterior que, em pausa das sessões culturais previstas, poderá acolher os espetadores, visitantes, artistas, etc.. O objetivo inerente a esta recuperação é o de melhorar e reforçar as infraestruturas de apoio ao ensino de música, potenciando uma maior atratividade junto da comunidade, mediante a qualificação das condições de acolhimento e proporcionando condições de estudo e bem-estar, procurando assim desenvolver dinâmicas que tornem a cidade num polo musical de referência no Algarve.
O antigo solar da família Barros e Aragões, que assume a denominação de Música Nova pela ocupação do espaço pela banda de música «Música Nova», é um edifício do séc. XVIII, de dois pisos, que foi adquirido pelo Município em 2008. Na sua arquitetura destacam-se o emolduramento de cantaria do portal e das janelas de sacada do andar nobre. A sua reabilitação passará pela preservação das suas características arquitetónicas.

publicado às 19:09



A Casa João Lúcio – Ecoteca – tem várias atividades programadas para o ano letivo que há poucas semanas se iniciou. O espaço está aberto de segunda a sexta-feira, das 10h às 12h30 e das 14h30 às 17h30 e permite experimentar novos mundos, sobretudo na área ambiental.
As exposições permanentes «João Lúcio» e «O Homem por Detrás do Poeta» e a exposição temporária «As novas aventuras de ‘Lenita visita Olhão’» dão as boas vindas a quem quer conhecer o Chalé do poeta João Lúcio - um curioso edifício que se destaca pelas suas escadas em forma de guitarra, serpente, violino e peixe.
Para além das exposições que estão patentes na galeria, também é possível visitar o espaço dedicado às atividades de educação ambiental. Às «segundas feiras mágicas» realiza-se sempre uma visita guiada (15h) durante aproximadamente uma hora. Também se realizam visitas que incidem sobre a agricultura biológica ou o funcionamento de um laboratório e jogos relacionados com plantas aromáticas, biodiversidade, o jogo da glória incita à valorização das atitudes ecológicas e o da macaca a recordar jogos tradicionais (estes de terça a sexta feira das 10h às 12h e das 14h30 às 16h30).
Na Ecoteca também há várias oficinas: faz-se sabão natural aprendendo a reutilizar óleos usados, aprende-se a pintar com pigmentos naturais e a fazer sais de banho (atividades para o público em geral) ou ações de sensibilização para a proteção da natureza (para crianças dos 3 aos 6 anos). Realizam-se igualmente várias ações com as escolas do concelho: conversas sobre como salvar os cágados, as doenças ou a qualidade dos peixes, as aves da Ria Formosa ou as plantações na Horta João Lúcio.
Entre as várias conversas que a Casa João Lúcio propõe ao longo do ano, destaque para os vários temas a tratar, como a aquacultura e a valorização do pescado, a atividade piscatória, a proteção da paisagem, a agricultura biológica, o turismo, a arqueologia ou os olhanenses e os livros. Haverá também muitas ações a desenvolver no Centro de Educação Ambiental de Marim sobre os mais variados temas.

publicado às 18:59




Entre 7 e 16 de novembro, o Parque de Feiras e Exposições abre as portas à 352ª Feira de São Martinho, o mais antigo evento popular que se realiza em Portimão e que remonta ao ano de 1662. Neste que é um dos polos incontornáveis de animação outonal, o visitante poderá encontrar os tradicionais expositores de produtos agroalimentares, louça, plásticos, brinquedos, bijuteria, calçado, entre outras, enquanto também estará disponível um espaço de animação, com tômbolas, jogos, pistas de carrinhos de choque e outros equipamentos que prometem fazer as delícias de crianças e adultos, estando previsto para o dia 13 de novembro o preço de um euro na utilização dos divertimentos aderentes. Também não irão faltar as tradicionais castanhas assadas, as farturas, as pipocas, os cachorros quentes, o pão com chouriço e outros petiscos tentadores nos bares e tasquinhas existentes no recinto.
No interior do Portimão Arena, durante este mesmo período, entre as 16h e as 24h de sexta-feira e sábado, e entre as 15h e as 23h de domingo a quinta-feira, decorrerá uma exposição/área automóvel e motos a cargo das empresas Caetano Auto (marca Toyota), Automóveis Citroën (Citroën), Entreposto Auto (Hyundai, Mitsubishi e Nissan e segmento de viaturas de ocasião Carpremium), Forporti (Ford)l, Carporti (Volkswagen)l, Alporti (Skoda)l, Nipauto (Mazda), FIAAL (Jaguar/Land Rover), Radical Bike (motos Yamaha) e Angel Pilot (SYM, Vespa, Piaggio, Aprilia e Polaris), estando igualmente em funcionamento o espaço de cafeteria. No primeiro dia, a Feira poderá ser visitada das 16h à 01h, abrindo as portas de 8, 14 e 15 de novembro das 10h à 01h, enquanto entre 9 e 13 funciona das 10h às 24h e, no derradeiro dia, 16 de novembro, funcionará das 10h às 23h.
Em termos de acessos ao certame, encontra-se aberta a entrada sul do Parque de Feiras e Exposições, através da zona ribeirinha de Portimão junto à ponte ferroviária, numa área onde existem diversos espaços de estacionamento, e a já habitual entrada norte, para quem venha do Largo Gil Eanes ou da rotunda das Cardosas. Outra forma de chegar à Feira de São Martinho será pela rede de transportes urbanos Vai e Vem, que tem paragens nas Cardosas, no Parque de Feiras e no Largo do Dique. Em virtude dos trabalhos de montagem e desmontagem do certame, as pessoas que habitualmente se deslocam a pé ou de bicicleta pelo Parque de Feiras e Exposições de Portimão para ligação à zona ribeirinha da cidade, não o poderão fazer nos próximos dias e até 19 novembro, não se realizando em novembro o mercado mensal, que regressará a 8 de dezembro, nem a feira quinzenal de velharias, cuja periodicidade será retomada nos dias 7 e 21 de dezembro.

publicado às 18:28

Conhecidos os Reis da Praia 2014

por Daniel Pina, em 03.11.14


Alexandre Oliveira (Xande) e Ricardo Freitas foram distinguidos como «Reis da Praia» do Torneio de Futevólei de 2014, que decorreu no fim de semana de 1 e 2 de novembro, na Praia dos Pescadores, em Albufeira. A temporada terminou assim da melhor forma, no areal de uma praia paradisíaca, um dos cartões-de-visita da cidade.
O Torneio contou com a participação de nove equipas e é um dos eventos mais tradicionais da história da modalidade e a principal prova do programa nacional. Os jogos da fase de grupos começaram às 14h, num ambiente de grande convívio e boa disposição, o que afinal é um dos principais objetivos da iniciativa. Ao longo da tarde, os principais favoritos, entre os quais se encontravam alguns dos atletas melhor pontuados do ranking nacional, facilmente chegaram à fase eliminatória e decisiva da prova.
Já era noite quando se deu início às meias-finais, já só com quatro equipas em campo. Numa das meias-finais a dupla Bruno Xavier/Carlos Coimbra levou a melhor sobre Miguel Pita/Calita. No jogo seguinte, foi a vez de Alexandre Oliveira (Xande)/Ricardo Freitas vencerem Hugo Gonçalves (Tsubasa)/Marco Gamito. No último jogo, com a noite como pano de fundo, Xande e Ricardo Freitas acabaram por ser mais eficazes, aproveitando uma ligeira vantagem inicial que viria a ser decisiva para se sagrarem «Reis da Praia 2014».
O Torneio de Futevólei «Rei da Praia 2014» decorreu sob a organização da Federação Nacional de Futevólei e contou com o apoio do Município de Albufeira.

publicado às 13:25



No cumprimento do programa municipal de apoio às famílias mais vulneráveis à pobreza e exclusão social, o Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Francisco Martins, procedeu, no dia 31 de outubro, à entrega das chaves de dois fogos de tipologia T3 no Sítio da Passagem, freguesia de Ferragudo, formalizando os respetivos Contratos de Arrendamento, ao abrigo de um regime de renda apoiada e acessível aos rendimentos e número de dependentes a cargo destas famílias. Os contemplados formam duas famílias, uma nuclear constituída por casal e dois filhos menores - que coabitavam com familiares em situação habitacional precária - e outra família alargada, com pessoas em situação de deficiência e que, desta forma, terão condições para um crescimento saudável e proporcionador de uma vivência social e individual plena.
A cerimónia contou com a presença do Presidente e Vice-Presidente da Câmara Municipal, do Presidente da Assembleia Municipal e da Vereadora do pelouro da habitação social, que felicitaram os presentes. “Eu e o meu executivo estamos atentos a esta problemática, impulsionando uma nova estratégia de gestão social, patrimonial e financeira do parque habitacional da autarquia, que visa uma responsabilização mútua pelo edificado, pois todos nós somos cidadãos e temos os mesmos direitos e obrigações, merecendo respeito, consideração, equidade e solidariedade”, frisou na altura Francisco Martins.

publicado às 13:18



Ana Sofia Pereira, atleta do Ginástica Clube de Loulé (GCL), está na Competição Mundial por Grupos de Idades na modalidade de Tumbling, que decorre nos Estados Unidos da América, em Daytona Beach, Florida. A ginasta, com um excelente palmarés nas várias modalidades (Acrobática, Trampolins e Tumbling), tem-se especializado mais recentemente no Tumbling e alcançou os mínimos para a referida competição internacional, sendo a única ginasta de Tumbling do Algarve presente.
Este resultado representa um esforço enorme da jovem ginasta, do seu treinador professor António Barão, bem como dos seus pais e colegas de clube. A presença da atleta Ana Sofia Pereira nos EUA dignifica muito particularmente o Município de Loulé, que vê assim o seu nome noutros continentes, sobretudo quando no próximo ano Loulé se constitui como a Cidade Europeia do Desporto 2015. Recorde-se que também nove atletas da APAGL – Associação de Pais e Amigos da Ginástica de Loulé irão levar as cores do Concelho de Loulé aos Estados Unidos.
O Ginástica Clube de Loulé foi fundado em 5 de outubro de 2002, está filiado na Federação de Ginástica de Portugal e é associado na Associação de Ginástica do Algarve. Tem protocolos de colaboração com a Câmara Municipal de Loulé, com o Centro de Saúde de Loulé, com a Existir e com a Fundação Jack Petchey. Os ginastas do GCL têm participado, desde 2002, em provas Distritais, Regionais, Nacionais e Internacionais, prestigiando a ginástica nas várias vertentes competitivas: Ginástica de Grupo, Ginástica Acrobática, Tumbling, Minitrampolim, Duplo Minitrampolim, Trampolim Individual, tendo alcançado inúmeros títulos distritais e nacionais nestas modalidades.

publicado às 13:10



Inicia-se, no dia 3 de novembro, a obra de requalificação da frente ribeirinha junto à Rua José Pires Padinha (troço lota / Ponte dos Descobrimentos), pelo montante de 153 mil e 493,38 euros. O objetivo consiste na dignificação e valorização da zona, estando prevista a criação de um passeio junto à margem direita, a colocação de novo mobiliário urbano, o reforço da iluminação pública e a aplicação de novos pavimentos. A intervenção contempla ainda a construção de um muro junto à margem do rio.
Dada a especificidade da zona e a existência da lota e o local de atracagem de barcos de pesca, o muro/banco pensado deverá encontra-se afastado do limite da margem, sendo que o mesmo perderá continuidade, a partir do cais fluvial, para que os pescadores continuem a utilizar a área para a instalação do seu material. Na generalidade, toda a área será pedonal, definida e alinhada por árvores plantadas em caldeira. Destaca-se, contudo, a criação de três bolsas de estacionamento, sendo que uma destina-se, essencialmente, às cargas e descargas na lota, a outra para paragem de autocarro da carreira urbana e a terceira contempla 17 lugares de estacionamento para veículos ligeiros e um para pessoas com mobilidade reduzida.
A obra terá um prazo de execução de quatro meses, sendo que no decorrer desse período a circulação de trânsito estará condicionada.

publicado às 13:03

Autarquia apoia Conservatório de Albufeira

por Daniel Pina, em 01.11.14


Foi assinado, no dia 31 de outubro, um Protocolo de Colaboração entre o Município de Albufeira e a Associação do Conservatório de Albufeira, com vista à continuação da prestação de apoio cultural aos beneficiários e alunos que frequentam as escolas de música e de dança da referida associação.
O Conservatório de Albufeira é uma Associação sem fins lucrativos que tem como principal objetivo desenvolver projetos ou iniciativas de âmbito cultural, relacionadas com a música, dança e outras atividades, constituindo e administrando estabelecimentos de ensino, de aperfeiçoamento profissional ou pessoal, de apoio a ações educativas de caráter oficial. Desenvolve igualmente atividades de lazer, desporto e ocupação de tempos livres. A Associação desenvolve as suas atividades no antigo edifício da Junta de Freguesia de Albufeira, em instalações cedidas pela Autarquia no ano de 1997.
O Protocolo firmado permitirá apoiar esta instituição que serve atualmente cerca de quatro centenas de alunos e implica uma comparticipação financeira no valor de 20 mil euros. “O trabalho realizado por esta instituição na formação cultural, sobretudo dos mais jovens, merece o nosso reconhecimento e apoio”, justifica Carlos Silva e Sousa, que pretende assim reforçar a política de apoio à Juventude, “uma área que representa uma forte prioridade no nosso projeto”.
Recorde-se que esta Associação foi distinguida com a Medalha de Mérito Municipal, nas Comemorações do Dia do Município que decorreram no passado dia 20 de Agosto.

publicado às 10:15

Parque do Encalhe remodelado

por Daniel Pina, em 01.11.14


A Câmara Municipal de Silves procedeu à remodelação dos balneários localizados no parque de estacionamento do Encalhe, onde atualmente decorre a Feira de Todos os Santos e à beneficiação do acesso pedonal da zona envolvente. A intervenção traduziu-se na criação de dois balneários distintos, um para homens e outro para mulheres, onde antigamente existia apenas um, devidamente equipados com instalações sanitárias e dois chuveiros cada.
Este espaço estará em funcionamento durante o período da Feira de Todos os Santos e em situações onde sejam realizados outros eventos na envolvente.

publicado às 10:10

Pág. 5/5



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D