Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]






Mais de duas mil crianças das escolas do 1.º ciclo do concelho de Albufeira estão a participar em ações de formação e prevenção, uma iniciativa do Serviço Municipal de Proteção Civil que conta com a colaboração dos Bombeiros Voluntários de Albufeira e da Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação de Silves e Albufeira. O projeto que teve início no mês de fevereiro vai decorrer até 23 de abril, em todas as escolas do Concelho, tem por objetivo preparar a comunidade educativa - crianças (do 1º ao 4º ano), professores e pessoal auxiliar, de forma divertida e eficaz, sobre as medidas a adotar em caso de acidentes e catástrofes, incluindo como prestar os primeiros socorros.
São vários os temas a apresentar aos mais pequeninos, de acordo com o ano de escolaridade em que se encontrem inseridos. No 1.º ano, o tema que está a ser trabalhado intitula-se «À Descoberta da tua Segurança» e pretende sensibilizar os mais novos sobre a forma como devem reagir numa situação de emergência. A Segurança na Escola visa, também, ensinar as crianças como proceder em casos extremos: Sismos, Tornados e Incêndios.
Aos alunos do 2.º e 3.º ano foi-lhes atribuído o tema «Nós e os Riscos», uma forma divertida de ensinar os alunos, um pouco mais crescidos e sensibilizá-los para os principais riscos a que estão sujeitos, assim como a proteger-se a si e aos que os rodeiam. No fundo, trata-se de educação para a prevenção e autoproteção que passa por informar os mais jovens sobre as medidas a adotar em caso de catástrofes, nomeadamente inundações, terramotos ou incêndios.

publicado às 13:48



Com a inauguração do Monumento aos Combatentes do Ultramar na rotunda do Sapal, começaram em Portimão as comemorações do 40.º aniversário do 25 de Abril, que até final do mês propõem diversos momentos altos, onde a música e a arte desempenham um papel de relevo na evocação dos ideais de liberdade e democracia. A escultura inaugurada no dia 9 de abril representa uma homenagem aos militares portimonenses que tombaram nos cenários de guerra da Guiné, Angola e Moçambique, tendo resultado das contribuições de sócios e simpatizantes do Núcleo Lagoa/Portimão da Liga dos Combatentes, que contou com o apoio logístico da Camara Municipal de Portimão para a concretização deste projeto.
Entre 11 e 30 de abril, poderão ser vistas na Casa Manuel Teixeira Gomes a exposição «Abrir abril - o chegar da liberdade», composta por um conjunto de painéis com fotos e documentos do 25 de Abril de 1974, e a projeção de slides «Os muros também falam», com diversas pinturas em murais evocativas dos ideais de liberdade.
As «Histórias de Abril para Crianças e Jovens» contadas por Margarida Tengarrinha e Damião Sequeira irão percorrer as escolas do 1.º e 2.º Ciclo do município entre os dias 22 e 30, enquanto a 23 de abril, data em que se assinala também o Dia Mundial do Livro, tem lugar na Biblioteca Municipal Manuel Teixeira Gomes a leitura do conto de Álvaro Cunhal «Os barrigas e os magriços», contado a crianças do pré-escolar por Ana Figueiredo, vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Portimão, numa sessão marcada para as 10h00. A teatralização infantil da mesma obra de Cunhal será representada no Pequeno Auditório do TEMPO, primeiro para o público escolar no dia 24 de abril, às 10h e às 14h, enquanto no dia 25 haverá uma sessão dirigida às famílias e marcada para as 16h.
A música e as palavras que uniram vontades merecem também destaque nestas comemorações, através do espetáculo «Cantos de Abril: 40 anos, 40 cantigas», que na noite de 24 de abril, às 21h30, reunirá no Grande Auditório do TEMPO a Sopa dos Pobres, com Afonso Dias, Sónia Flores e Luís Lourenço, interpretando as canções da resistência à liberdade, de Zeca a Adriano, passando por Ary, Sophia, Manuel Alegre, Ruy Mingas, Manuel Freire e muitos outros. Como já é tradicional, o movimento associativo preparou uma série de festividades, que passam por diversas manifestações desportivas e culturais e um espaço de tertúlia «A Arte da Revolução», promovida pela associação Teia d’ Impulsos e marcada para as 21h30 de 23 de abril na Casa Manuel Teixeira Gomes, local onde, entre 23 e 27 de abril, estará patente a «Mostra Filatélica sobre o 40.º Aniversário do 25 de Abril», organizada pela Associação Filatélica Alentejo – Algarve.
As cerimónias oficiais do dia 25 de Abril têm início às 10h30 na Praça 1.º de Maio, fazendo parte do programa o hastear das bandeiras e a interpretação do hino nacional, com a Banda Filarmónica da Sociedade Filarmónica Portimonense e a Fanfarra dos Bombeiros Municipais de Portimão, seguindo-se a inauguração da escultura alusiva aos 40 anos da efeméride, da autoria de Paula Hespanha e Manuel Pedro Ferreira Chaves, que representa o cravo, principal símbolo da Revolução de 1974. Após a inauguração do monumento, será a vez de alunos do 4.º ano de cada agrupamento de escolas do município procederem à leitura de textos alusivos ao 25 de Abril, a que se segue as intervenções a cargo dos representantes dos partidos políticos com assento na Assembleia Municipal de Portimão, do respetivo presidente e da presidente da Câmara Municipal de Portimão, durante a cerimónia serão interpretados Sons de Abril interpretados pelo Grupo Coral Adágio e Conservatório de Música de Portimão, terminando com a largada de pombos. Na sua décima edição, a Corrida da Liberdade vai juntar na Zona Ribeirinha de Portimão, a partir das 10h, algumas centenas de atletas de todas as idades. A partir das 15h, a Alameda da República será palco da tradicional festa popular- Viver Abril, com música, dança e muita animação para todos os gostos e idades, com a participação de associações e artistas locais.

publicado às 13:41



O profissional Sean Hawker conquistou, no dia 8 de abril, o seu primeiro título no PGA Portugal Tour, no Optilink PGA Open, o torneio de 6 mil euros em prémios monetários, realizado no Onyria Palmares Beach & Golf Resort, no Algarve. O português de origem inglesa, de dupla nacionalidade, assegurou o prémio principal de 1.100 euros, ao dominar por completo o evento que abriu o PGA Portugal Tour de 2014.
Depois de partilhar a liderança da 1ª volta com o amador Vítor Lopes, ambos com 68 pancadas, 4 abaixo do Par, Sean Hawker assegurou a vitória com uma 2ª ronda em 69 (-3), batendo por 4 o amador João Carlota (70 e 71), o outro único jogador a bater por duas vezes o Par-72 do campo. Carlota tinha sido 5.º no ano passado. O 3.º lugar (-2) foi para Tiago Cruz, o atual vice-campeão nacional, com cartões de 69 e 73, enquanto Vítor Lopes foi 4.º (-1), com voltas de 68 e 75. Hugo Santos, o n.º1 da Ordem de Mérito da PGA de Portugal em 2013, fechou o top-5 (Par), após duas voltas de 72.
Sean Hawker foi um dos mais promissores golfistas portugueses e só não representou Portugal nas seleções nacionais porque, apesar de ter nascido e residido sempre no Algarve, levou muitos anos a conseguir juntar a nacionalidade portuguesa à inglesa dos seus pais e avós. Há três anos e meio, quando já aparecia entre os primeiros nos torneios do PGA Portugal Tour, sofreu uma lesão no pulso direito que se tornou crónica, impossibilitando-o de competir com regularidade. Agora, para além de ajudar a gerir a empresa Golf for Greys, fundada pelo avô, tornou-se treinador de golfe, no Morgado do Reguengo, no Algarve.

publicado às 13:56

Algarve em destaque na Rádio Cadena Cope

por Daniel Pina, em 09.04.14


Quatro jornalistas da rádio espanhola Cadena Cope vão deslocar-se ao Algarve para prepararem três edições especiais do programa «A cuerpo de rey», dedicadas à cultura e à gastronomia da região algarvia. Esta é a terceira vez que a estação de Badajoz aborda de perto a oferta deste destino turístico, transmitindo-a a milhares de ouvintes.
A ação promocional é organizada pela Região de Turismo do Algarve (RTA), em parceria com os municípios de Aljezur, Vila do Bispo e Monchique, e levará o grupo de radialistas em passeio por estes concelhos, onde ficarão à conversa com convidados de entidades locais que lhes explicarão a importância do património com que se vão cruzar, como o farol de Sagres ou a igreja matriz de Vila do Bispo, um dos melhores exemplares do estilo barroco no Algarve. A visita, que será integrada pelo presidente da RTA Desidério Silva, inclui ainda degustações da cozinha algarvia e a passagem por uma destilaria tradicional de medronho em Monchique, na qual os participantes ficarão a conhecer como se produz a famosa aguardente.
Em apenas dois dias, 10 e 11 de abril, os jornalistas espanhóis vão contactar com o melhor dos três concelhos algarvios escolhidos para protagonistas do programa radiofónico (recorde-se que em 2012 a equipa Cadena Cope esteve em Albufeira e no ano seguinte em São Brás de Alportel, Olhão e Tavira) para depois o difundirem aos seus ouvintes a nível regional. “Esta ação é um excelente meio para estreitar as relações entre o Algarve e a Extremadura, com mais de um milhão de habitantes, e para promover a região no mercado espanhol”, considera Desidério Silva, relembrando que esta competência foi atribuída às regiões de turismo em maio de 2013, altura da entrada em vigor do novo regime jurídico das áreas regionais de turismo do país.

publicado às 13:49



O presidente da Câmara Municipal de Loulé, Vítor Aleixo, manifestou junto do presidente do ACP – Automóvel Clube de Portugal, Carlos Barbosa, todo o “empenho e disponibilidade” do município louletano para que, em 2015, o Vodafone Rally de Portugal se mantenha no Algarve e Baixo Alentejo. O autarca acompanhou o desenrolar da prova na Zona de Espetáculo na Cortelha e no Parque das Cidades, onde presenciou a cerimónia de entrega de prémios.
Para Vítor Aleixo, a edição de 2014 saldou-se em mais um enorme êxito, tanto do ponto de vista desportivo como em termos da projeção turística da região e do Concelho de Loulé. Este responsável sublinhou as questões de segurança, as excelentes condições meteorológicas que se fizeram sentir e a forte adesão do público, fatores que manifestam bem todas as condições existentes na região para que o Rally aqui permaneça durante os próximos anos.
No que toca à dinamização económica do Concelho nestes dias, Vítor Aleixo adiantou a significativa ocupação hoteleira originada pela realização do Rally, bem como ao nível da restauração, o que constituiu um contributo precioso para a economia regional no período da chamada época baixa. Refira-se que este ano a prova contou com ampla cobertura por parte da RTP, com transmissão em direto de duas passagens no troço do Malhão, no sábado, e duas passagens em direto no troço de Loulé, no domingo, o que foi também uma mais-valia para a projeção do Concelho de Loulé além-fronteiras.

publicado às 13:43

CPCJ Tavira associa-se ao Laço Azul

por Daniel Pina, em 09.04.14


A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Tavira (CPCJ) colabora, durante este mês de abril, com a iniciativa lançada pela sua Comissão Nacional no sentido de prevenir os maus tratos na infância e juventude. A campanha pretende consciencializar a comunidade para a importância desta problemática, alertar a família para o exercício de uma parentalidade positiva, assim como promover os direitos das crianças e dos jovens.
Neste sentido, a CPCJ de Tavira irá distribuir simbolicamente pulseiras azuis acompanhadas por um folheto explicativo acerca da campanha Laço Azul (Bule Ribbon). Esta ação iniciou-se, em 1989, na Virgínia (EUA), quando uma avó, Bonnie W. Finney, amarrou uma fita azul à antena do seu carro «para fazer com que as pessoas se questionassem». Os seus netos tinham sido vítimas de violência e ela queria que todos pensassem e ajudassem crianças. Optou por esta cor, visto estar associada às nódoas negras na pele.

publicado às 13:37



Vila Real de Santo António e Ayamonte recebem, pelo oitavo ano consecutivo, o Mundialito de Futebol, entre os dias 12 e 20 de abril. O maior torneio de futebol infantil do mundo conta com a participação de quatro mil crianças de mais de 50 nacionalidades e cerca de 200 equipas que irão disputar perto de 750 jogos.
Durante a semana do evento, a taxa de ocupação hoteleira nos municípios de VRSA e Ayamonte atingirá os 100 por cento, contribuindo para a dinamização económica das duas cidades. Em termos globais, prevê-se que o retorno financeiro para a economia local atinja os dois milhões de euros. “No quadro do Algarve, este é seguramente o evento com maior número de atletas envolvidos e com maior repercussão em termos económicos, constituindo sempre um ponto alto para a hotelaria e restauração”, nota Luís Gomes, presidente da Câmara Municipal de VRSA.
A nível nacional e internacional, destaca-se a participação dos melhores clubes de Futebol do Mundo. Benfica, Sporting, Porto, América do México, Sevilha, Barcelona, Valência, Atlético de Madrid, Juventus, Ajax, Chelsea, Arsenal, Bétis de Sevilha, Vasco da Gama, Flu Recreio (Brasil) e Aspire Sports Academy (Qatar) estão entre os nomes confirmados. Pelo segundo ano consecutivo, a prova integra-se nas atividades da Eurocidade Ayamonte – Castro Marim – Vila Real de Santo António, facto que, segundo o autarca de Ayamonte, Antonio J. Rodríguez Castillo, atesta “a importância e a dimensão ibérica do evento”. Uma vez mais, os participantes terão à disposição uma carreira fluvial permanente entre VRSA e Ayamonte, permitindo aos participantes efetuar a travessia do Guadiana e acompanhar quer os jogos disputados nos campos do Complexo Desportivo de Vila Real de Santo António, do Lusitano e do Beira-mar (Portugal), quer nos Estádios Cidade de Ayamonte e Blas Infante (Espanha).
O Mundialito 2014 divide-se em quatro grupos: além das formações habituais (7/8 anos, 9/10 anos e 11/12 anos), volta a juntar-se a classe dos Querubins, destinada às crianças nascidas em 2008 (futebol de 6). À festa do futebol junta-se o «Mundialito Center», um espaço de convívio entre desportistas, clubes e patrocinadores onde podem ser adquiridos produtos de merchandise e onde decorrem inúmeras atividades dirigidas aos visitantes. Ali está localizado o «Museu Mundialito», local onde estão em exposição perto de três mil peças como camisolas e livros autografados pelos grandes nomes do futebol.
Também entre os dias 13 e 15 de abril, o Museu Mundialito irá acolher as duas taças conquistadas pela Seleção de Espanha no Mundial de 2010 (África do Sul) e no Europeu 2012 (Polónia/Ucrânia). Este ano, a organização preparou igualmente o Mundialito Festival, evento que terá lugar nos dias 17, 18 e 19 de abril, no Pavilhão Multiusos de VRSA, e tem em cartaz nomes como «Smash», «Overule» ou «Kura». Paralelamente, irá realizar-se mais uma edição do Mundialito Color, no dia 19 de abril, às 10h. Considerada a corrida mais divertida e colorida do mundo, o Mundialito Color irá percorrer as ruas de Monte Gordo, passando pelo magnífico cenário da Mata Nacional das Dunas Litorais.

publicado às 18:41



A equipa do Louletano Loulé Concelho conquistou oito medalhas durante os Campeonatos Nacionais de Juvenis e Juniores de Natação em Piscina Longa, que tiveram lugar nos dias 4, 5 e 6 de abril, na Piscina Olímpica de Coimbra. A equipa esteve representada por 11 nadadores, obtendo no final três medalhas de campeão nacional, três segundos lugares e dois terceiros lugares.
Eduardo Lopes nos 1500 metros livres (prata) e nos 800 metros livres (ouro – Campeão Nacional), Tiago Boleta nos 200 metros mariposa (bronze) e nos 100 metros mariposa (bronze), Rodrigo Guerreiro nos 200 metros costas (Ouro – Campeão Nacional), estafetas de 4X100 metros livres (prata), estafetas 4X200 metros livres (prata) e estafetas 4X100 metros estilos (ouro – Campeã Nacional) foram os nadadores que alcançaram um lugar no pódio. No escalão de Juvenis B, o clube algarvio foi a terceira equipa com mais medalhas conquistadas, logo atrás do FC Porto e do Náutico da Marinha Grande.

publicado às 18:31

Lançamento do ALGARVE SURF BUS em Lagos

por Daniel Pina, em 08.04.14


O Município de Lagos recebeu, no dia 7 de abril, o lançamento do primeiro Surf Bus em Portugal - o ALGARVE SURF BUS, um projeto e um produto turístico que resulta de uma parceria entre três privados - a Transol, a Amado Surf School e a We Do Tourism – Consultoria. "Trata-se de um produto quatro em um, uma vez que: acompanha a estratégia nacional para o Turismo que tem utilizado o Surf como uma bandeira de promoção do país; é uma resposta inovadora na Região do Algarve, que está atenta aos novos produtos complementares, que podem contribuir para um combate à sazonalidade da região; é uma infraestrutura fundamental à  concretização da promoção, colmatando a inexistência de transporte a preços mais acessíveis aos Surf Spots da região; e contribui para um rejuvenescimento do destino Algarve que precisa, não só de consolidar a sua imagem de um destino de excelência nos produtos Sol e Praia e Golfe, mas mostrar também que está aberto, e disponível, 365 dias por ano, para receber muitos outros clientes, desde os jovens e famílias que escolhem o nosso destino para aprender surf, com destaque para as ondas da Costa Vicentina, como clientes Corporate, de Turismo de Natureza entre outros", explicou o responsável da We Do Tourism, António Ferreira.
O Presidente da Região de Turismo do Algarve, Desidério Silva, reforçou o facto de esta entidade ter apoiado desde logo aquele projeto. “Percebemos que era um projeto inovador, diferenciador e tinha a particularidade de ter conseguido uma parceria entre três empresas que souberam ter uma visão mais abrangente, ao conseguir «vender» vários produtos num só pacote”, referiu, frisando ainda: “Esse é o caminho que o turismo e a oferta da nossa região têm de tomar”. Para o responsável pelo Turismo no Algarve, “este projeto é importantíssimo para esta região, que continua a ter produtos fortes como o sol, a praia, e o golfe, mas que quer, para além de os continuar a promover e apoiar, apostar em novos produtos”, referindo a este propósito o trabalho desenvolvido na área do turismo da natureza. “A nossa principal missão é promover a região, porque queremos sempre mais e melhor turismo, e esta iniciativa encaixa-se perfeitamente nesta filosofia”, rematou Desidério Silva.
Para Rui Barata, responsável pela Transol, este projeto é muito mais do que um autocarro. “Queremos que seja um produto para toda a família. Este género de projetos dão nome e projeção à nossa região e queremos que o público-alvo seja dos 8 aos 80 anos”. Segundo o mesmo, o ALGARVE SURF BUS pretende ser também uma campanha da Região de Turismo do Algarve para a promoção do Surf no Algarve, onde o potencial de clientes é muito grande. A previsão é que no primeiro ano o Algarve Surf Bus transporte cerca de sete mil turistas, fazendo o percurso Portimão, Alvor, Lagos, Luz, Espiche rumo à Carrapateira (Praia do Amado) com um desdobramento na componente City Tour a Sagres, com paragem para visita ao Cabo de São Vicente, Fortaleza e Porto da Baleeira.
A terminar, a Presidente da Câmara Municipal de Lagos, Maria Joaquina Matos, reconheceu que este desporto tem estado a crescer e tem-se tornado um novo cluster de mercado. “O nosso futuro passa pelo mar e pelas atividades que nele têm apoio. Esta é, com certeza, uma mais-valia para Lagos, e para as Terras do Infante, que apoiaremos com entusiasmo, na certeza de que irá correr bem”.

publicado às 18:21

20 anos de Semana Cultural de Alte

por Daniel Pina, em 08.04.14


De 25 de abril a 1 de maio, a típica aldeia algarvia de Alte é palco da Semana Cultural, que assinala os 20 anos de existência. São oito dias repletos de atividades culturais, recreativas e desportivas, com várias propostas que serão mais um motivo de interesse para quem visita esta aldeia do interior algarvio.
O programa arranca dia 25, pelas 10h, com a emblemática Maratona/Passeio de BTT – 16.º Passeio da Liberdade, que conta com mais de dois mil participantes, percorrendo os trilhos do interior e as belezas naturais desta freguesia. Também pelas 10h é inaugurada na Horta das Artes a Exposição de Fotografia «25 de Abril Sempre».
Outra das iniciativas desta Semana Cultural de Alte integrada nas Comemorações dos 40 Anos do 25 de Abril em Loulé é a ação de pintura mural na aldeia «Os muros não se calam», cujo ponto de encontro será na Horta das Artes. Entre as 11h e as 17h, na Fonte Pequena, vai estar patente ao público um «Mercadinho de Artesanato e Produtos Regionais», uma mostra das tradições serranas ao nível do artesanato e da gastronomia. No mesmo local, a tarde será animada pelo grupo Ao Luar Teatro, que apresenta «A Charanga do Pintassilgo», e pela música do grupo Carlos Neves Trio. Às 17h, tem lugar na Horta das Artes mais um evento inserido nas comemorações do 25 de Abril, o debate «74-14 Os nossos capitães?». Pelas 18h, é inaugurada no Pólo Museológico Cândido Guerreiro e Condes de Alte a exposição de produtos da Marca Germano.
No sábado, 26 de abril, a animação centra-se na Fonte Pequena, com o Mercadinho de Artesanato e Produtos Regionais (das 10h às 17h) e a música do grupo Carlos Neves Trio e do grupo Amantes do Alentejo. À noite, pelas 21h30, a Casa do Povo de Alte recebe a revista à portuguesa com a peça «Quem mais gamou… Melhor ficou!», do grupo Boa Esperança de Portimão. No dia 27, pelas 21h30, há Noite de Fados na Casa do Povo de Alte, com os fadistas César Matoso e Ana Marques.
A poesia sai para as ruas da aldeia no dia 28 de abril, com a iniciativa «Alte – uma aldeia de poetas». Às 21h30, no Pólo Museológico, há um Encontro de Poetas Populares da freguesia de Alte. «Gestão do orçamento doméstico» é o tema da sessão apresentada por Teresa Cabrita, no Pólo Museológico, pelas 21h30, a 29 de abril.
Integrado também na Semana Cultural de Alte, no 30 de abril, celebra-se o 5.º Aniversário do Pólo Museológico Cândido Guerreiro e Condes de Alte. Para assinalar esta data, às 15h, decorre a atividade denominada «Dos afetos nascem coleções – Vamos construir a nossa exposição», dirigida a crianças nascidas em 2009, ano da inauguração deste espaço cultural. Pelas 21h30, realiza-se mais um «Serão com as Gentes de Alte» com o tema «Reler Cândido Guerreiro - de Rosas Desfolhadas a Avé Maria», no qual participa João Minhoto Marques, coordenador da edição «Cândido Guerreiro – Obras I».
A Semana Cultural de Alte encerra dia 1 de maio, com um dos momentos altos da programação, a Feira e Festival de Folclore que integra a Cerimónia Tradicional de Casamento com Boda. Ao longo de todo o dia decorre um Concurso de Maias, pela aldeia, com o objetivo de reviver esta tradição da Serra algarvia. Na Fonte Grande, pelas 11h, tem lugar uma mostra de artesanato (Feirinha) e música ambiente. A Boda tem início pelas 12h com um almoço com comidas tradicionais e petiscos onde não vão faltar a chouriça assada com pão caseiro, os caracóis, carapaus alimados, cozido de grão, os doces e licores regionais, entre outros petiscos. Às 15h tem início o Festival de Folclore, com a atuação dos seguintes grupos: Grupo Folclórico da Pedralva (Anadia), Rancho Folclórico de Vila Nova do Coito (Santarém), Rancho Folclórico do Carregado (Alenquer) e Grupo Folclórico da Casa do Povo de Alte.

publicado às 18:06



Durante as férias da Páscoa, entre 7 e 21 de abril, os refeitórios escolares do município de Portimão vão manter as portas abertas e continuar a servir almoços aos alunos mais carenciados. Neste sentido, estarão disponíveis oito refeitórios escolares em todas as freguesias de Portimão, o que permitirá assegurar uma resposta social a muitas famílias que enfrentam dificuldades financeiras devido ao desemprego e às crianças que se encontram em situação vulnerável em termos de alimentação.
Este esforço de amplitude social resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Portimão e todos os Agrupamentos de Escolas do concelho.

publicado às 17:50

Castro Marim debate «40 Anos do 25 de Abril»

por Daniel Pina, em 08.04.14

A Câmara Municipal de Castro Marim assinala os 40 anos do 25 de Abril com um vasto programa cultural e desportivo, que decorre de 21 a 27 de abril. As comemorações da Revolução dos Cravos têm início, dia 21, pelas 21h, no auditório da Biblioteca Municipal, com um grande debate sobre os «40 Anos do 25 de Abril», no qual participam Carlos Brito, um dos protagonistas de Abril, ex-dirigente do Partido Comunista Português, antigo deputado da Assembleia da República, ex-diretor do Jornal Avante e colaborador do Jornal do Baixo Guadiana, e Teresa Rita Lopes, professora catedrática na Universidade Nova de Lisboa, escritora, uma das maiores especialistas contemporâneos de Fernando Pessoa e vítima do Estado Novo. Também a música marcará presença neste debate com «Cantos de Liberdade», da autoria de Afonso Dias.
No dia dos 40 anos do 25 de abril, sexta-feira, as celebrações começam às 8h30, na sede do concelho com a alvorada pela Banda Musical Castromarinense e o lançamento de morteiros, seguindo-se o hastear da Bandeira Nacional, no edifício dos Paços do Concelho e uma largada de pombos. Ao longo do dia, os sons de Abril vão chegar às principais localidades do concelho através da atuação da filarmónica castromarinense, com a distribuição de cravos em cartão pintados pelas crianças do concelho.
Em Altura, às 10h, está marcado o Passeio Familiar de Bicicleta, um convite ativo ao convívio com ponto de encontro na sede do Clube Recreativo Alturense. À mesma hora, mas na Pista Adílio Gomes, haverá uma jornada de atletismo para os amantes da corrida. O programa de comemorações prossegue no Pavilhão Municipal, às 14h, com a realização do III Campeonato de Bilhar, Bola 8 – Alengarve.
Entre as iniciativas da autarquia está ainda o jogo de futebol entre adeptos do Sport Lisboa e Benfica e do Sporting de Portugal, que irá encerrar as comemorações do dia 25 de abril. O Jogo da Amizade, como é divulgado, realiza-se no campo de futebol 11 de Altura, pelas 15h.

publicado às 17:41



A Companhia de Dança Contemporânea de Évora apresenta no próximo dia 11 de abril, às 21h30, no Auditório Municipal de Olhão, o espetáculo de dança Romeu e Julieta. Sob coreografia de Benvindo Fonseca e música de Serguei Prokofiev, os bailarinos Gonçalo Lobato e Nélia Pinheiro vão dançar o trágico amor, da obra do dramaturgo William Shakespeare.
O dramaturgo William Shakespeare escreveu o trágico e eloquente amor de Romeu Montéquio e Julieta Capuleto, nos finais do século XVI (1594-1595), tendo inspirado desde então cenógrafos e coreógrafos de referência. A música de Serguei Prokofiev, escrita em 1935, completa a peça e a entrega dos bailarinos à mesma.
Com um largo repertório desde 1994, a CDCE surge no âmbito da descentralização cultural e como fator de desenvolvimento da comunidade. Após dezenas de coreografias apresentadas de Norte a Sul, Olhão tem a possibilidade de assistir a esta peça de dança no seu lado mais lúdico e sensorial.

publicado às 17:33

Folar gigante promete atrair milhares a Olhão

por Daniel Pina, em 07.04.14


O chef Filipe Martins, proprietário da pastelaria Kubidoce, volta a confecionar o folar gigante da Páscoa, com cerca de 100 metros. A iniciativa acontece já no próximo dia 12, sábado, às 11h, no Largo da Restauração (junto à Igreja Matriz de Olhão). O bolo é oferecido mas os apreciadores são convidados a contribuírem com uma moeda, de forma simbólica, ajudando assim uma instituição de solidariedade social do concelho.
Este ano, são cinco os tipos de folar que Filipe Martins vai confecionar, durante dois dias, para dar a provar à população. Assim, ao típico folar de Olhão juntam-se os da serra e de mel e azeite e ainda duas criações do chef: folar de Olhão com chocolate e folar algarvio com figo, amêndoa e laranja (a novidade deste ano). Para construir os 100 metros de folar, serão necessárias quantidades industriais de ingredientes: mais de 500 quilos de açúcar amarelo, 200 quilos de farinha, 200 quilos de manteiga, 100 quilos de margarina, 20 litros de azeite, 10 litros de medronho, 10 litros de mel, 15 quilos de amêndoa, 15 quilos de laranja confitada, 15 quilos de figos, dois quilos de canela e outros dois quilos de erva doce, assim como cerca de 500 ovos, 10 quilos de fermento e 15 quilos de chocolate.
O evento organizado pelo proprietário da Kubidoce, que deverá orçar em cerca de quatro mil euros, conta com o apoio do Município de Olhão, da Fesnima e do Ria Shopping, para além de outras empresas locais e regionais, que ajudam a custear parte da despesa do jovem empresário. Esta iniciativa de Filipe Martins, como já aconteceu com o bolo-rei gigante por altura do Natal, servirá para, através da contribuição simbólica de uma moeda de cada pessoa que coma uma fatia de folar, ajudar uma instituição particular de solidariedade social (IPSS) do concelho. Desta vez, a escolha do chef recaiu sobre a «Verdades Escondidas Associação», instituição que desenvolve ações/projetos de solidariedade social com famílias em situação de maior vulnerabilidade social.

publicado às 19:15



A mítica Maratona/Passeio BTT de Alte regressa à data que a celebrizou: 25 de abril. A partir das 10h, o extraordinário ambiente de festa que caracteriza o evento está mais uma vez garantido em Alte, numa aldeia que já foi considerada uma das mais típicas de Portugal.
Os percursos para 2014 têm muitas novidades. Destaque para os single tracks totalmente novos na Rocha da Pena e na Rocha dos Soídos, mantendo-se  o magnífico single track junto à Ribeira de Algibre, este ano com maior extensão e feito no sentido contrário. Haverá como sempre diversos níveis e distâncias para que todos possam celebrar o BTT, os belos trilhos e as fantásticas paisagens que esta zona da serra e do barrocal algarvio oferecem, numa época primaveril, em que os campos e a natureza estão no seu esplendor.
A Maratona/Passeio é constituída por quatro níveis: Nível 1 - Passeio Família - 17 Km; Nível 2 - Clássico Passeio - 26 km; Nível 3 - Meia Maratona Lazer - 53 Km; Nível 4 - Maratona Lazer e Taça do Algarve de Maratonas XCM - 75 Km; Complementarmente ao BTT será promovido um Passeio Pedestre para acompanhantes, pela aldeia de Alte e zona circundante, e realizar-se-á um Mercadinho Regional, no espaço de lazer da Fonte Pequena. Na Fonte Grande, junto à chegada, decorre ao longo do dia a Expo Bike.
Nesta edição foi reforçada a estrutura organizativa com uma parceria entre a Escola Profissional de Alte, Grupo Desportivo Serrano e Junta de Freguesia de Alte, com o apoio da Câmara Municipal de Loulé.

publicado às 19:09

Na quadra festiva da Páscoa, São Brás de Alportel promove a 6ª edição da Quinzena Gastronómica «Sabores do Caldeirão», um convite para saborear a gastronomia típica do Algarve genuíno nos restaurantes «Adega Nunes», «Fonte da Pedra», «O Marquês», «Sabores do Campo», «Zé Dias», «Lagar da Mesquita» e «Yeshé Boutique Café», entre os dias 8 e 21 de abril.
Bochechas de porco preto, javali no forno ou cabidela de galinha, sempre na companhia de um vinho do Algarve, são algumas sugestões desta iniciativa, que pretende manter vivas as tradições serranas e promover o turismo no concelho são-brasense. As sobremesas são inspiradas no mel, na alfarroba, no figo ou na amêndoa, produtos locais, que resultam em deliciosos e irresistíveis doces. E não se deve terminar a refeição sem provar a típica aguardente de medronho ou um dos licores produzidos na região, tornando esta uma experiência inesquecível.
A sexta edição da Quinzena Gastronómica – Sabores do Caldeirão procura valorizar a gastronomia local que preserva as características da cozinha mediterrânica, definida como uma dieta saudável e nutritiva, aliada aos festejos da Páscoa, os quais, para além de permitirem o deliciar dos produtos próprios da festividade, ainda acrescem a oportunidade de se assistir à celebração da Festa das Tochas Floridas, a Procissão da Ressurreição, no domingo de Páscoa, 20 de abril, que em São Brás de Alportel tem uma beleza singular.
A estratégia de promoção turística do município de São Brás de Alportel tem na valorização da gastronomia e dos seus produtos locais um dos eixos principais, assente no conceito de Slow Food, uma marca ostentada pelo concelho com muito orgulho que garante à mesa a saúde, a qualidade e o sabor, só possíveis com o respeito por um conjunto de condições, quer na seleção de alimentos, quer na sua confeção e sobretudo no respeito por aqueles que são os valores da nossa alimentação mediterrânica, um valioso tesouro a preservar.

publicado às 19:03

Sérgio Godinho traz «Liberdade» a Loulé

por Daniel Pina, em 07.04.14


A 17 de abril, pelas 21h30, o Cine-Teatro Louletano recebe o espetáculo «Liberdade», de Sérgio Godinho, em mais uma iniciativa inserida no programa comemorativo do 40.º aniversário do 25 de Abril, numa organização conjunta da Câmara Municipal de Loulé e da Comissão Concelhia das Comemorações dos 40 anos do 25 de Abril. O cantautor vai rever, através do seu repertório, os quarenta anos do Portugal democrático, desde a música empenhada, bandeira de causas e consciência social, ao diário íntimo e plural.
Poeta, compositor e intérprete, Sérgio Godinho personifica perfeitamente a sua música «O Homem dos 7 Instrumentos». Multifacetado, representou já em filmes, séries televisivas e peças teatrais. A dramaturgia surge com a assinatura de algumas peças de teatro assumindo-se também como realizador. Aos 20 anos saiu de Portugal, voltando as costas à guerra colonial e permanecendo nove anos afastado do país. A sua maior ligação é com a capital francesa, Paris, onde integra por dois anos o elenco do musical «Hair» e começa a esboçar as suas primeiras músicas, tomando contacto com outros músicos portugueses, como José Mário Branco, Zeca Afonso e Luís Cília. Passou ainda por Amsterdão, Brasil e Vancouver.
Em 1971, colabora no primeiro álbum a solo de José Mário Branco, «Mudam-se os tempos mudam-se as vontades, e viria nesse mesmo ano a concretizar a sua estreia discográfica ao gravar, em solo francês, o LP Os sobreviventes. Gravou ainda no exílio o álbum Pré-histórias, em 1972. Ainda que constantemente censurados, estes álbuns conseguiram alcançar popularidade entre o público português no ano seguinte, tendo inclusivamente a imprensa premiado Sérgio como «Autor do ano» e «Os Sobreviventes» como «Disco do ano».
Já no Canadá, estabelece-se numa comunidade hippie em Vancouver, e é aqui que recebe a notícia da revolução do 25 de Abril, que o leva a regressar a Portugal. Já em terras lusitanas, edita o álbum «À queima-roupa» (1974) um sucesso que o faz correr o país, atuando em manifestações populares, frequentes no pós-25 de Abril. Desde então a sua carreira não mais parou; duas das suas canções mais aclamadas são «É terça-feira» e «Com um brilhozinho nos olhos».

publicado às 18:56

Praia da Rocha vai ter mais estacionamento

por Daniel Pina, em 07.04.14


A partir de junho, a Praia da Rocha vai contar com mais lugares de estacionamento, passando a disponibilizar um total de 2049 espaços, 1769 dos quais gratuitos, o que representará um aumento de 20 por cento face à oferta atual ao nível de lugares a sul da Avenida V3. Esta e outras medidas estão relacionadas com a organização do estacionamento público da Praia da Rocha e foram apresentadas a meia centena de empresários pela presidente da Câmara Municipal de Portimão, Isilda Gomes, numa reunião onde a autarca revelou a abertura de um parque de estacionamento subterrâneo no coração da Praia da Rocha, com cerca de 280 novos lugares de estacionamento.
Uma das novidades prende-se com a introdução do estacionamento tarifado naquela zona e, neste sentido, a Portimão Urbis ficará encarregue pela fiscalização de diversas áreas tarifadas, nomeadamente a Rua do Miradouro, o Beco do Sol/Travessa do Sol, a Avenida Tomás Cabreira, a Estrada da Rocha, o parque da Praia Três Castelos e o parque junto ao posto da PSP. A ideia é incentivar as paragens de curta e média duração e não impedir os movimentos pendulares de trabalhadores ou visitantes da Rocha, respeitando o princípio da rotatividade, de modo a que as viaturas não ocupem os lugares de estacionamento durante um dia inteiro, como sucede em muitos casos, o que impede as pessoas de irem à Rocha e as obriga a andar às voltas e a gastar mais dinheiro em gasolina do que despenderão em parquímetros.
A nível do estacionamento de curta duração (até uma hora e meia) nos arruamentos/parques com maior procura, são propostos a Avenida Tomás Cabreira, a Rua do Miradouro e o Parque Praia da Rocha junto ao posto da PSP, enquanto em termos de média duração (quatro horas no máximo) são indicados o Beco e Travessa do Sol, a Estrada da Rocha, o Parque da Praia dos Três Castelos e o parque de estacionamento subterrâneo na subida do Tarik. Encontra-se ainda prevista a adoção do «Voucher Empresário» para o parque de estacionamento subterrâneo, cujo objetivo é estimular junto dos empresários a oferta de um produto a preços reduzidos, para posterior distribuição pelos seus clientes. “Trata-se de um conjunto de medidas experimentais e que vigorarão de junho a setembro, para depois avaliarmos o seu impacto na economia local, já que mais vale cometermos um erro e corrigi-lo posteriormente, do que não se fazer nada, na certeza de que nenhuma decisão será tomada que se verifique prejudicial aos vossos negócios”, garantiu a autarca aos presentes.

publicado às 18:46



No decorrer do ano letivo de 2013/2014, a Câmara Municipal de Loulé, através do Serviço Municipal de Proteção Civil, levou a cabo a ação de sensibilização «Proteção Civil somos Nós», dirigida a todos os alunos que frequentam o 3.ºciclo dos agrupamentos de escolas do Concelho de Loulé, num total de 2204 alunos.
Estas ações estão enquadradas nos projetos anuais do Serviço Municipal de Proteção Civil de Loulé e que, de acordo com as suas competências no âmbito de prevenção e segurança, desempenham um dos objetivos principais, a sensibilização das várias comunidades, fomentando uma educação de autoproteção com o intuito de desenvolver a valorização e interesse por estas temáticas, para que os jovens de hoje se tornem adultos conscientes dos riscos existentes no seu quotidiano. Dos vários assuntos abordados foi valorizada a importância da operacionalização do Plano Familiar de Emergência e da existência do kit de Emergência para que situações excecionais possam ser minimizadas e/ou precavidas.

publicado às 18:23



O quarto debate da iniciativa «Made in Algarve» sobre os Serviços na Economia do Turismo tem lugar quinta-feira, 10 de abril, a partir das 14h30, no auditório do NERA, no Loteamento Industrial de Loulé. Os serviços como motor do desenvolvimento da economia Regional, em particular no suporte e valorização da atividade turística e sua ligação à estratégia de crescimento inteligente, vão estar em debate num momento em que se conclui o programa operacional do quadro comunitário de apoio 2014 - 2020. Desta vez são convidados para a reflexão empresários e atores locais numa iniciativa que conta com presença dos presidentes da CCDR Algarve, David Santos, da Câmara Municipal de Loulé, Vítor Aleixo, e do NERA, Vítor Neto, bem como o administrador da SPAST - Grupo Elis, Leal Mendes. A moderação está a cargo da jornalista Susana Sousa, do Jornal do Baixo Guadiana.
Durante o evento, a Deloitte vai apresentar a sua visão de serviços de futuro com base nas «Plataformas de desenvolvimento de Centros de Serviços Partilhados», que se pode revelar uma interessante opção estratégica para Portugal e para a Região. Por outro lado, a Elis, líder europeu na área da locação e manutenção de artigos têxteis, e vestuário profissional, vem a Loulé focar a sua apresentação nos seus valores que passam pela busca constante da inovação e pelo do reforço da sua posição em novos mercados. Recorde-se que o grupo Elis, através da Sociedade Portuguesa de Aluguer e Serviço de Têxteis (SPAST), investiu, em 2010, oito milhões de euros no novo centro industrial em Algoz. Para apoiar o financiamento, o grupo beneficiou do apoio do PO Algarve 21, os fundos comunitários do QREN.

publicado às 19:26


Integrada numa estratégia de promoção e valorização do «Sal de Castro Marim, o melhor Sal do Mundo», para a introdução deste produto de qualidade superior de produção local nos principais circuitos da restauração e hotelaria, a Câmara Municipal de Castro Marim assinou uma parceria com o Restaurante «Tertúlia Algarvia», em Faro, para a oferta de sal, por um período de dois anos, constando nas suas ementas que os pratos serão confecionados com Sal de Castro Marim. Este acordo de colaboração com um dos principais restaurantes da capital algarvia será selado, dia 10 de abril, às 18h, com uma demonstração de cozinha ao vivo com a confeção de duas receitas: uma de peixe e outra de carne.
Com esta Tertúlia, em que são convidados os produtores, as cooperativas e as empresas de Sal locais, pretende valorizar-se o Sal e a Flor de Sal de extração manual levada a cabo nas salinas de Castro Marim e, ao mesmo tempo, afirmar esta marca distintiva do concelho nos mercados consumidores, incentivando a sua prova e consumo aos turistas e visitantes. No decurso da «Tertúlia Algarvia» será apresentada a salicórnia, um legume salgado, e um novo produto, o sal líquido, com baixo teor de sódio e elevado teor de magnésio. Este sal é considerado mais saudável no tempero dos alimentos e recomendado para pessoas com doenças crónicas e atletas de alta competição.
O Restaurante «Tertúlia Algarvia», situado na cidade velha de Faro, privilegia a gastronomia regional e mediterrânica, promovendo oficinas de gastronomia, vinhos, artesanato e eventos temáticos e encontros promocionais, sem perder de vista a divulgação a história, a cultura, as tradições e o empreendedorismo.

publicado às 19:20

Passeios na História de Tavira

por Daniel Pina, em 04.04.14


O Museu Municipal de Tavira disponibiliza uma nova oferta aos cidadãos - «Passeios na História de Tavira» -, sendo que a primeira ação dedicada à Vila-a-Dentro ocorre, no dia 12 de abril, pelas 10h30, a partir do Palácio da Galeria, sob a orientação da arquiteta Célia Teixeira. Esta atividade tem como finalidade dar a conhecer o passado da cidade, a paisagem urbana, os monumentos e as personagens históricas, bem como sensibilizar para a necessidade de proteger e valorizar a herança patrimonial.
A Vila-a-Dentro de Tavira proporciona uma viagem pelo tempo. Local de cruzamento de povos e culturas (fenícios, turdetanos, árabes, judeus, cristãos), a zona intramuros da colina de Santa Maria foi o coração de uma povoação com crescente influência no reino de Portugal. As distintas épocas, sensibilidades culturais e artísticas marcaram a paisagem urbana que agora pode ser visitada. Estes passeios de interpretação, centrados no importante património da cidade, irão cruzar-se, mensalmente, com o ciclo de «Passeios da Dieta Mediterrânica» com crescente interesse do público.

publicado às 19:14



Nos dias 12 e 13 de abril, Quarteira celebra mais uma festa do desporto com a realização do XIII Triatlo Prof. Carlos Gravata Cidade de Quarteira, que reúne a nata europeia da modalidade. O programa arranca no sábado, com a prova respeitante à Taça da Europa. Pelas 13h45 entra em prova a Elite Feminina e, pelas 16h30, é a vez da Elite Masculina.
Para domingo, está prevista a realização das componentes júnior e nacional deste XII Triatlo. A Taça da Europa de Juniores acontece a partir das 8h45, com a prova Júnior Feminina e, às 10h, com a prova Júnior Masculina. Pelas 11h30 tem início o Campeonato Nacional de Clubes, com as Elites Masculina e Feminina a entrarem em ação em simultâneo.
Este Triatlo constitui um dos muitos eventos desportivos internacionais que o Concelho de Loulé recebe anualmente e, nessa medida, é também um cartaz turístico por excelência, já que atrai muitos visitantes que nesta altura do ano contribuem para a dinamização da economia local. É uma organização conjunta da Câmara Municipal de Loulé, Federação de Triatlo de Portugal, European Triathlon Union e Junta de Freguesia de Quarteira.

publicado às 19:03



A Orquestra Clássica do Sul e a Câmara Municipal de Loulé apresentam o segundo concerto integrado no Ciclo «Loulé Clássico», no próximo dia 12 de abril, pelas 21h30, no Cineteatro Louletano. Desta feita, o programa conta com obras de Chabrier, com «Habanera» e «Larghetto para trompa e orquestra», esta última com a participação do solista Todd Sheldrick, que irá também interpretar o «Rondó K.371» de Mozart.
Em grande destaque estará a execução de «La Vera Constanza» de Jerónimo Francisco de Lima, apresentação que está enquadrada na missão de divulgação da música portuguesa que a OCS abraçou esta temporada, com a recuperação de obras orquestrais de compositores portugueses. «La Vera Constanza», arquivada na biblioteca do Paço Ducal de Vila Viçosa, é datada de 1785 e consta como parte do reportório operístico de Jerónimo Francisco de Lima. Rui Pinheiro, maestro convidado, dirige ainda a Sinfonia N.º104 de Haydn, também conhecida como «Londres».

publicado às 18:56



A vereadora do pelouro da Educação da Câmara Municipal de Loulé, Ana Machado, acompanhou o projeto «Espreitar a Escola», nos dias 2 e 3 de abril, que decorreu na Escola Secundária Drª Laura Ayres, em Quarteira. Num contexto socioeconómico e cultural heterogéneo, esta iniciativa do Agrupamento de Escolas Drª Laura Ayres, realizado pelo quarto ano consecutivo, teve por objetivo promover a inclusão social e o reconhecimento das diferenças entre os alunos.
Tempo de festa e de partilha, encontro de saberes e de sabores, concentraram-se nesta escola todas as turmas, naquela que constituiu a mostra mais criativa e mais completa do trabalho realizado. Espetáculos musicais, teatro, atividades desportivas, exposições, pintura mural, fotografia, gastronomia e projeção de filmes foram algumas das atividades. A iniciativa, integrada nas Comemorações dos 40 anos do 25 de Abril, contou ainda com atividades que pretenderam relembrar a Revolução dos Cravos e os seus valores junto dos alunos, como é o caso do Teatro Performance «2574», o Peddy Paper «Espreitar o 25 de Abril» ou o espetáculo musical «Cravos de Abril».

publicado às 18:50

Mais três confirmados no Festival MED

por Daniel Pina, em 03.04.14


O nigeriano Bombino, os brasileiros Graveola e o Lixo Polifônico e o grupo jamaicano Winston McAnuff & Fixi são os novos nomes anunciados pela Câmara Municipal de Loulé para o cartaz da 11ª edição do Festival MED, que decorre de 26 a 28 de junho, na Zona Histórica de Loulé.
Omara «Bombino» Moctarin, também apelidado de «Hendrix do deserto», sobe ao Palco da Matriz no dia 27 de junho. O cantor e guitarrista tuareg transporta para a música a sua vivência entre a sua terra natal, a Argélia e a Líbia. A irreverência dos Graveola e o Lixo Polifônico irá, de certo, arrebatar o público do Festival MED. Esta mistura (des)pretensiosa entre o erudito, o lixo cultural, o lirismo político e a experimentação de amabilidades sonoras de uma das mais promissoras bandas brasileiras da atualidade vai estar no Palco do Castelo, a 27 de junho. Quem também promete aquecer o ambiente da Zona Histórica de Loulé é Winston McAnuff & Fixi. Este encontro inusitado entre o «rastaman» e o homem do acordeão traz ao Palco da Cerca, no primeiro dia do Festival, os sons do reggae e o rock-musette, com outras derivações musicais que espelham a vivência de ambos os artistas.
Estes três nomes juntam-se aos já anunciados Gisela João (Portugal), Mercedes Peón (Espanha), Bomba Estéreo (Colômbia), Celina da Piedade (Portugal), Jupiter&Okwess International (Congo) e Turtle Island (Japão).

publicado às 11:16

Palestra sobre a depressão em Altura

por Daniel Pina, em 03.04.14

Na sequência de um conjunto de palestras em torno da temática da saúde que a Câmara Municipal de Castro Marim tem vindo a levar a cabo, decorre, no dia 9 de abril, pelas 21h, uma palestra subordinada à depressão, no Salão Paroquial de Altura, tendo como convidado Francisco Assis, do serviço de psiquiatria do Hospital de Faro. O psiquiatra, de modo esclarecedor e formativo, irá fazer uma preleção sobre a depressão, uma das doenças psiquiátricas mais frequentes da sociedade atual, a qual pode manifestar-se de forma episódica, recorrente ou crónica, afetando pessoas de todas as idades e estratos sociais, levando à perda da autoestima e, ao mesmo tempo, impedindo que tenham uma vida saudável.
Com iniciativa, a Autarquia de Castro Marim pretende sensibilizar e alertar a população para a problemática da depressão. Saber reconhecer sintomas, físicos e psicológicos, associados à doença, mostrar como e onde procurar ajuda e desmistificar alguns conceitos relacionados com a depressão e com a psiquiatria de um modo geral, são os objetivos da palestra. “O consumo de ansiolíticos e antidepressivos aumentou significativamente neste último ano, em parte reflexo da crise económica e social que o país atravessa, sendo urgente que encaremos a depressão com a seriedade e o respeito que a mesma merece”, referiu Francisco Amaral, Presidente da Câmara Municipal de Castro Marim.

publicado às 11:13



O Arquivo Municipal de Silves promove todos os meses pequenas exposições no edifício dos Paços do Concelho da Câmara Municipal de Silves, sendo a revolução do 25 de Abril a temática deste mês. A ata da primeira reunião da Câmara Municipal de Silves (CMS) realizada a 7 de maio de 1974, sob a presidência de Carlos da Conceição Pinto, o telegrama dando nota da demissão coletiva da Comissão Administrativa da CMS a 21 de outubro de 1975, a ata de instalação do novo Executivo liderado por Rui Hernâni Castro e Silva de Morais em dezembro de 1976 e o programa das festas comemorativas do 25 de Abril de 1977 são alguns dos documentos que fazem parte desta mostra.
Para além da parte documental e fotográfica, a exposição descreve ainda alguns dos principais nomes silvenses ligados à revolução e ao movimento operário e sindical, como o Coronel Inácio Costa Martins, um dos Capitães de Abril, natural de S. Bartolomeu de Messines, e que teve um papel importantíssimo no comando das forças que tomaram o Aeroporto da Portela e o Aeródromo Base n.º 1; José Paulo Matias, também natural de SB Messines, exilado político durante a ditadura fascista e que, no regresso à sua terra natal alguns dias após a revolução foi recebido com grande entusiasmo e apoteose; e José Rodrigues Vitoriano, natural de Silves, e figura incontornável do movimento operário e sindical, participando em greves e travando grandes batalhas sindicais dos corticeiros.

publicado às 11:08



O Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, em colaboração com as Câmaras de VRSA e Castro Marim, comemora o 39.º aniversário da Reserva Natural do Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António, no próximo sábado, dia 5 de abril, com um Dia Aberto a toda a comunidade. A iniciativa engloba cerca de 30 atividades distribuídas por várias áreas temáticas, nomeadamente visitas guiadas, atividades de desporto na natureza, animação musical e dança, um festival de cinema e diversos workshops.
Este ano, além do alargamento do horário, destaca-se a Feira de Produtos Tradicionais, o Festival de Cinema com o documentário «Ambiente e Sustentabilidade» e o Concerto de encerramento, às 21h, liderado por Domingos Caetano, com «Música Intemporal Portuguesa». O «Dia Aberto» da Reserva Natural do Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António tem como objetivo dar a conhecer à população local e visitantes as potencialidades desta que foi a segunda área protegida a ser criada no país pelo Decreto-Lei n.º 162/75, de 27 de março, a seguir ao Parque Nacional da Peneda-Gerês.
A Reserva Natural do Sapal é uma zona húmida situada no estuário do rio Guadiana onde há registo de ocorrência de 169 espécies regulares e 17 espécies ocasionais, na sua maioria aves aquáticas com elevado valor de conservação como o pernilongo, o colhereiro, o flamingo, o alfaiate, o alcaravão, a andorinha-do-mar-anã e a calhandrinha-das-marismas. O espaço natural tem ainda potencialidades económicas em atividades tradicionais, como a produção artesanal de sal marinho e flor de sal certificadas ou a produção de peixe certificado em aquacultura de baixa intensidade.

publicado às 14:26



De 4 de abril a 3 de maio, pode ser visitada no CECAL – Centro de Experimentação e Criação Artística de Loulé, a Exposição de Pintura «Abril», do artista João Espada. O momento inaugural, que acontece esta sexta-feira, pelas 21h30, contará com um breve momento musical à volta dos sons de Abril, com Luís Galrito, acompanhado por António Hilário, e uma curta de teatro, pelos atores do Teatro Análise de Loulé – Casa da Cultura de Loulé. «Abril» pretende ser uma breve passagem visual por alguns episódios e protagonistas que ajudaram a construir esta história cheia de outras estórias.
Licenciado em Educação Visual e Tecnológica, João Espada é professor no Colégio Internacional de Vilamoura, desde 2005, e dirigente da Casa da Cultura de Loulé. Para além das várias exposições coletivas e individuais onde tem participado, o artista plástico, nascido em 1983, conta já com um vasto currículo nesta área, tendo, em 2006, representado o Concelho de Loulé no projeto Plataforma de Artes Visuais, organizado pela delegação de Faro do Instituto Português da Juventude.
Coorganizador da Exposição de Pintura Coletiva de Rua do Festival MED, em 2009/2010, criou, em 2009, uma coleção de marcadores de livro para a Biblioteca Municipal Sophia de Mello Breyner Andresen, em Loulé, ao abrigo do Plano Nacional de Leitura, e participou no projeto coletivo Dança dos Ursos. Ilustrou o livro «Amanhecer na Rotunda», de José Sequeira Gonçalves, em 2010, e ainda as duas últimas edições do livro «Histórias da Ajudaris» (anos de 2012 e 2013).

publicado às 14:21



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D