Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]






No passado dia 13 de abril, a Santa Casa da Misericórdia de Castro Marim comemorou 523 anos de existência, numa cerimónia muito participada por diversas entidades locais e regionais, que decorreu na sua sede social e durante a qual foram homenageados antigos provedores. “Esta longevidade é testemunha da capacidade e perseverança de dirigentes e colaboradores em sobreviver a todas as dificuldades, sempre com o objetivo de minimizar o sofrimento da população mais desprotegida e carenciada”, apontou o Provedor José Manuel Cavaco Cabrita.
No seu discurso, falou ainda do papel da Santa Casa da Misericórdia de Castro Marim no apoio e no auxílio prestados aos desprotegidos e aos que mais sofrem, afirmando o orgulho e a alegria pela equipa que dirige, que é capaz de transformar a dor num sorriso, ajudando os desamparados no seu processo de integração com conforto e segurança. José Manuel Cavaco Cabrita referiu igualmente que, apesar da crise, encara o futuro da instituição com confiança, terminando a sua intervenção com a homenagem a título póstumo a três insignes irmãos que desempenharam uma ação meritória na construção da Santa Casa da Misericórdia de Castro Marim e que por direito próprio fazem parte dos seus 523 de história. Assim, foram distinguido José Guilhermino Anacleto, cujo nome foi atribuído ao Lar e Centro de Dia da vila de Castro Marim, e José Afonso Gomes e o Padre António Oliveira Henriques, que receberam a Medalha de Mérito da Irmandade Grau Ouro.
Nesta cerimónia da irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Castro Marim marcou presença o Presidente da Câmara Municipal, Francisco Amaral, que realçou o seu trabalho meritório em prol daqueles que mais precisam, mas também a sua ação na construção de uma comunidade mais coesa e mais fraterna.    

publicado às 11:48



As atividades de ocupação dos tempos livres das férias da «Páscoa Desportiva 2014» envolveram cerca de 60 participantes com idades compreendidas entre os 6 e os 16 anos. Esta edição decorreu de 7 a 17 de abril e incluiu um Piquenique – o que é o trail running?, reciclagem, aula de culinária, um passeio à Carrapateira, educação ambiental, visualização de filmes, trail running e caça aos ovos da Páscoa. A iniciativa teve mais uma vez um balanço muito positivo, pois foi com grande entusiasmo que os estudantes participaram nas várias ações apresentadas, com especial destaque para o trail running, que cativou desde o início a atenção destes.
O projeto promovido pela Câmara Municipal de Vila do Bispo, através do setor do desporto, tem como objetivo sensibilizar os mais novos para os benefícios de uma prática desportiva regular e simultaneamente promover o desenvolvimento pessoal dos mesmos, bem como, as relações interpessoais e sua integração social. Por parte da autarquia fica a promessa de, no próximo ano, levar a cabo mais uma edição da «Páscoa Desportiva» e com novas atividades.

publicado às 11:39



Já foi instalado o novo Conselho Cinegético Municipal de Castro Marim, que se destina a acompanhar a definição da política cinegética do concelho. Representados estão então os agricultores, as zonas de caça turística, as zonas de caça associativa e as municipais e o Instituto de Conservação de Natureza e Florestas. Entre as diferentes competências que lhe estão atribuídas, o Conselho Cinegético Municipal deve propor medidas úteis à gestão e exploração dos recursos cinegéticos, assegurar que o fomento cinegético contribui para o desenvolvimento local, apoiar a fiscalização das normas legais sobre a caça e ajudar a definir medidas que evitem danos causados pela caça na agricultura.
Com 15 zonas de caça associativa, duas municipais e duas turísticas, o concelho de Castro Marim tem 60 por cento do seu território integrado num regime cinegético ordenado, sendo a restante percentagem respeitante ao território hidrográfico e à área protegida. “Um território cinegeticamente ordenado desempenha um papel fundamental na segurança de pessoas e bens, nomeadamente na prevenção contra os incêndios”, sublinhou o vereador Nuno Pereira, referindo-se às ações de silvicultura preventiva, limpeza e vigilância dos terrenos e à sensibilização das populações, reforçadas pelas zonas de caça. Reconhecendo a importância destas ações preventivas, a Câmara Municipal de Castro Marim vai avançar brevemente com protocolos de colaboração com as zonas de caça.

publicado às 11:34

Albufeira celebra 40 anos de abril

por Daniel Pina, em 18.04.14


A homenagem ao dia mais emblemático de 1974 começa no dia 24, pelas 10h, com a apresentação da exposição de trabalhos «O Nosso Abril», realizada por 18 turmas de diversas escolas do concelho, desde o ensino pré-escolar ao secundário. O evento terá lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho, seguindo-se uma visita à exposição patente no hall de entrada do edifício da Câmara Municipal de Albufeira, que se prolongará até 16 de maio.
Pelas 18h, a Autarquia dará a conhecer os fundamentos do «Orçamento Participativo Albufeira 2015», um dos principais instrumentos da democracia participativa portuguesa. Este orçamento é um processo de gestão partilhada entre a Câmara Municipal e a população, que se traduz na participação de todos os munícipes nas políticas governativas locais.
Na data em que se celebra o 40.º aniversário do Dia da Liberdade, Albufeira irá acordar ao som do Hino Nacional interpretado pela Banda da Sociedade Musical e Recreio Popular de Paderne, enquanto se hasteiam as bandeiras no Largo dos Paços do Concelho, pelas 9h30, e se assiste à Guarda de Honra realizada pelos Bombeiros Voluntários de Albufeira. Este momento solene será celebrado em todo o concelho, nos edifícios das Juntas de Freguesia de Albufeira, Guia, Paderne, Ferreiras e Olhos de Água.
As celebrações continuam tarde adentro, com a 4ª Etapa do Campeonato dos Golfinhos, nos Campos Sintéticos de Albufeira. Os Golfinhos são escalões onde ainda não existe atividade competitiva federada, pelo que as crianças treinavam apenas nos seus clubes. Com esta iniciativa, existe a oportunidade de motivar ainda mais os minicraques para a prática desportiva, numa prova composta por seis jornadas e que resulta da parceria entre o Município e os clubes do concelho.
E do Desporto passa-se à solidariedade, com a celebração do 16.º aniversário da Associação Sociocultural e Recreativa da Terceira Idade de Albufeira (ASCRATIA), que reunirá na sua sede social, na freguesia de Ferreiras, a partir das 17h, dezenas de associados e convidados para uma confraternização. A ASCRATIA tem como principal objetivo proporcionar momentos de convívio e amizade entre os idosos, evitando situações de isolamento e desenvolvendo atividades onde todos possam partilhar experiências. Este projeto social contou, desde o primeiro momento, com o apoio da Autarquia que para além de apoiar as várias iniciativas da associação, cedeu o terreno e disponibilizou verbas para a construção da atual sede.
De regresso aos Paços do Concelho, o Salão Nobre acolhe, às 18h, a Sessão Solene «Albufeira e os 40 anos de Abril», com o intuito de analisar o impacto da Revolução de Abril de 1974 no processo democrático de Albufeira. Para isso, a Autarquia convidou cada líder de bancada dos partidos políticos com assento na Assembleia Municipal de Albufeira a discorrer, durante 10 a 15 minutos, sobre esta temática. Seguir-se-á um período de debate com uma duração aproximada de 30 minutos.
Às 20h30, é hora de relaxar e apreciar as paisagens noturnas da cidade nas «Caminhadas ao Luar» que, neste dia, realizam uma edição especial dedicada ao 25 de Abril. O local de partida e de chegada será no Largo dos Paços do Concelho. A partir das 21h, o Auditório Municipal abre as portas ao espetáculo «Pedaços de Abril», que junta em palco os artistas José Praia e Aquaviva e o Grupo de Cantares da Casa do Alentejo em Albufeira.

publicado às 11:30

Loulé apresenta-se como cidade de mercados

por Daniel Pina, em 18.04.14


Arranca a 3 de maio o projeto «Loulé, Cidade de Mercados», que nasce de uma parceria entre a ACRAL, Casa da Cultura de Loulé e Câmara Municipal de Loulé. Trata-se de um roteiro que pretende fazer a ligação entre o tradicional Mercado Municipal e o Mercado de Santo António, criando uma série de mercados temáticos, pontos de animação, atividades culturais, sem esquecer o comércio local e o rico património histórico da cidade, mostrando ao visitante o que de melhor Loulé tem para oferecer.
Esta iniciativa acontecerá no primeiro sábado de cada mês, das 9h às 16, e irá integrar a Rua Maria Campina, Praça da República (Mercado Municipal), Rua 5 de Outubro (Rua das Lojas), Largo de S. Francisco, Praça Manuel d’Arriaga, Rua Brites de Almeida, Rua Marçal Aboim e zona do Mercado de Santo António, não esquecendo a Zona Histórica e todos os seus pontos de interesse turístico. Atualmente, Loulé é uma das mais antigas praças comerciais do Algarve e uma das mais fortes da região, com o seu Mercado Municipal que é um dos ex-líbris da cidade, onde é possível encontrar o melhor peixe, legumes e artigos de artesanato diversos, mas também o Mercado de Santo António, um dos pontos atrativos de visita para os turistas. “No presente, a maioria dos turistas que nos visita compra um pacote para o Mercado de Santo António, mas Loulé tem muito mais para oferecer e para visitar. Por isso nós temos que valorizar o que temos de melhor na nossa cidade, desde a arte à cultura, à gastronomia, e a nossa proposta é que as pessoas que vêm a Loulé comecem a fazer o roteiro «Loulé, Cidade de Mercados», referiu José Leal, responsável da ACRAL.
Assim, pretende-se que o ponto de chegada dos turistas seja a Avenida 25 de Abril, onde já existe um espaço de paragem de autocarros. O percurso terá o seu início com atividades na Rua Maria Campina, uma artéria que tem já uma dinâmica própria dos lojistas já que esta é uma zona comercial por excelência. Com este roteiro pretende-se criar também junto à Estátua do Dr. Batalim um espaço para Artes e Culturas, onde os fotógrafos, os pintores, os caricaturistas poderão fazer os seus trabalhos ao vivo e vendê-los.
O percurso segue então para o Mercado Municipal que já tem uma dinâmica própria, principalmente aos sábados de manhã, e que é um lugar de eleição para os que visitam Loulé, um espaço com cores, cheiros e sabores. Mas pretende-se agora acrescentar neste espaço também momentos de animação, como flash mobs ou outro tipo de animação com grupos de dramatização. Daqui o roteiro segue para a Praça da República, onde o comércio tradicional é convidado também para vir para a rua vender os seus produtos. Todos os lojistas que assim desejam e que tenham possibilidade poderão estender para a rua a sua atividade, não só nesta artéria como também na Rua Maria Campina e na Rua 5 de Outubro.
A Praça da República será também um ponto com animação e a Cerca do Convento, onde todos os sábados acontece o «Mercadinho de Loulé», ficará também incluída no «Loulé, Cidade de Mercados». Assim, no dia 3 de maio o mercadinho temático que aqui vai estar será dedicado às «Tradições, Prazeres e Experiências». Este espaço está também destinado a atuações musicais e de clubes de ginástica.
O roteiro segue depois para a Rua 5 de Outubro (Rua das Lojas), também ela com a sua dinâmica comercial. Além dos grupos de música que já atuam habitualmente nesta artéria, serão também convidados outros grupos de animação musical. O próximo destino é o Largo de S. Francisco, onde irá decorrer uma Feira de Flores, Ervas Aromáticas e outras Plantas. Esta zona poderá oferecer também uma visita à Igreja de S. Francisco e ao Pólo Museológico dos Frutos Secos.
Aqui o roteiro ruma para o seu interior, com uma passagem pelo jardim do Largo Manuel d’Arriaga, em frente ao Loulé Jardim Hotel, desconhecido para a maioria dos turistas mas que é um espaço aprazível. Toda esta zona será destinada a colecionadores, antiguidades e a feira de velharias. O próximo ponto de passagem será a Rua Brites de Almeida, nas traseiras da Escola Hortas de Santo António, onde vão estar em exposição veículos motorizados antigos, desde automóveis a motas Já a Rua Marçal Aboim (ligação da rotunda da BP à rotunda dos Homens do Andor) destina-se a espaço de comidas e bebidas, com diversas roulotes, uma zona diferenciada em termos gastronómicos do que existe no centro da cidade. O roteiro termina no Largo do Convento de Santo António, em frente ao Mercado Semanal de Santo António.
Em paralelo a este roteiro também serão agendadas visitas guiadas a lugares históricos de Loulé, já que se pretende que a Zona Histórica também faça parte do percurso, com tudo o que rem para oferecer em termos culturais, patrimoniais, ao nível da arte e também do comércio. Como tal, o Castelo, o Museu Municipal, a Ermida de Nossa Senhora da Conceição, as Bicas Velhas, o Jardim dos Amuados e a Igreja Matriz serão pontos fundamentais no «Loulé, Cidade de Mercados». No dia 3 de maio, destaca-se ainda a «Exposição Símbolos e Documentos de Abril», patente ao público no Convento de Santo António, que também faz parte deste roteiro, e o 2.º Loulé Fashion, um desfile de moda com modelos e lojas de Loulé, a ter lugar no Mercado Municipal.

publicado às 11:22



No âmbito das celebrações do 40.º aniversário do 25 de Abril, a Câmara Municipal de Tavira tem previsto um programa que contempla cerimónias institucionais, assim como animação cultural e desportiva. As comemorações iniciam-se, pelas 9h45, com o hastear das bandeiras, nos Paços do Concelho, sucedendo-se a sessão solene, no Salão Nobre, com as intervenções do Presidente da Câmara Municipal, Jorge Botelho, do Presidente da Assembleia Municipal, José Baía, e dos representantes dos partidos políticos com assento nos órgãos autárquicos.
Segue-se, pelas 11h30, a inauguração do Parque Verde do Séqua, na margem esquerda, ao longo da Rua João Vaz Corte Real, pelo valor de 544.526,22 euros, com 65 por cento de cofinanciamento do QREN, nomeadamente do PO Algarve 21. A empreitada, da responsabilidade da Vibeiras – Sociedade Comercial de Plantas, SA, contemplou a construção de circuito de manutenção, percursos pedonais, pontos de encontro e estadia, ciclovia, lugares de estacionamento (100 lugares para veículos ligeiros, 4 para motorizados e 4 para pessoas com mobilidade reduzida) e espaços verdes.
A visita comtempla, pelas 12h15, a inauguração da ampliação da Escola EB1 de Cabanas (área de construção de 103,12m2), num investimento de 98.780,84 euros. A cargo de António da Silva Campos, S.A., a intervenção consistiu na criação de um refeitório de modo a responder às exigências das novas práticas pedagógicas. Este foi implantado a norte, aproveitando a reentrância resultante da configuração do edifício já existente, e foi escolhida propositadamente uma linguagem distinta da atual com o intuito de marcar a diferença e o contraste. O refeitório, numa área de 48,10m2, inclui bancada de apoio, armários de arrumação e uma zona de lavagem de mãos, copa e a instalação necessária para pessoas com mobilidade reduzida que pode servir, simultaneamente, funcionários e docentes. Os corredores cobertos estabelecem a ligação entre as salas de aula e o novo espaço.
Pelas 12h45, prevê-se uma passagem pelo Porto de Pesca de Cabanas com vista à observação dos trabalhos de limpeza da zona envolvente, da pavimentação e execução da vedação da zona contígua à rampa destinada a arrumos das artes de pesca, da pavimentação do passeio de acesso ao empreendimento turístico situado na zona, assim como da relocalização dos ecopontos e contentores RSU. A obra resultou num investimento de 6.170,57 euros.
Pelas 15h, já na freguesia de Santa Catarina da Fonte do Bispo, terá lugar uma visita às habitações reabilitadas na sequência do incêndio ocorrido, em julho de 2012. No sentido de minimizar as suas consequências, foram tomadas diligências, no âmbito do Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS), designadamente, ao abrigo do plano de ação do projeto Rosmaninho, promovido pelo Centro Social Nossa Senhora das Dores de Santa Catarina da Fonte do Bispo em parceria com o Instituto de Segurança Social e o Município de Tavira.
O Rosmaninho visa a inclusão social da população, através da aposta na reconstrução e no equipamento de cinco alojamentos permanentes afetados pelo incêndio: Carvalhal, Casas Novas (Umbria), Água de Tabuas, Curral da Pedra, Carvalhoso, cujo financiamento adveio do Fundo de Socorro Social. No montante de global de 238.240,47 euros foram efetuadas cinco ações distintas. As obras de conservação e beneficiação, na habitação sita no Carvalhal, resultaram num montante 44.188,52 euros e contemplaram a abertura de dois vão de ligação interior, instalação de saneamento básico e instalação sanitária. As restantes intervenções passaram pela reposição de coberturas, pavimentos e revestimentos interiores. 
Já os trabalhos em Casas Novas (Umbria) dividiram-se em duas abordagens distintas: por um lado a limpeza e pintura de revestimentos da parte menos afetada do edifício e por outro a demolição e reconstrução total, num investimento de 80.900,43 euros. Os trabalhos de conservação, no valor de 47.984,21 euros, na moradia sita em Água de Tábuas, incidiram, sob o piso térreo, sobretudo, em termos de cobertura, vãos, paredes, execução de uma instalação sanitária e cozinha. A obra de conservação, em Curral da Pedra, passou pela beneficiação da cobertura, vãos, paredes, melhoria das condições de habitabilidade e mobilidade no interior da habitação, assim pela construção de uma cozinha, num investimento de 40.147,91 euros. A intervenção, em Carvalhoso de Baixo, no valor de 25.019,40 euros, incluiu a reconstrução de um quarto, de uma instalação sanitária e casa de fogo, melhorando de modo substancial as condições de habitabilidade, conforto e funcionalidade da edificação.
A par deste programa é possível visitar, no Quartel da Atalaia, até dia 31 de agosto, entre as 10h e as 18h, as exposições «Liberdade e coerência cívica- o exemplo de Ernesto Melo Antunes na história contemporânea portuguesa», «40 anos- 25 de Abril», patente, até dia 31 de maio, na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, a II Mostra da Primavera – Doçaria e Artesanato de Tavira, bem como participar nas atividades desportivas pensadas no âmbito das celebrações.

publicado às 11:11



São Brás de Alportel aderiu ao projeto «Rede Cidades e Vilas de Excelência», com o intuito de vir a obter a certificação do título de «Vila de Excelência», num protocolo que foi formalizado, no dia 16 de abril, durante o hastear da Bandeira da Rede Cidades e Vilas de Excelência no edifício do município. A cerimónia contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal, Vítor Guerreiro, do vereador Acácio Martins, da Presidente do Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade, Paula Teles, do Coordenador Nacional do projeto, Pedro Ribeiro da Silva, e do presidente da Junta de Freguesia de São Brás de Alportel, David Gonçalves.
Este é um projeto de quatro anos em que o Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade procura valorizar e reconhecer as cidades e vilas portuguesas que respeitam um conjunto de princípios definidos pela Rede, no sentido de tornar os concelhos lugares mais acessíveis e inclusivos, dotados de mobilidade ciclável, procurando soluções sustentáveis e amigas da comunidade envolvente. Sendo esta uma área prioritária para o município de São Brás de Alportel, têm vindo a ser desenvolvidos nos últimos anos vários projetos e iniciativas no âmbito da acessibilidade e mobilidade reduzida, com vista a melhorar os acessos e as infraestruturas que fazem parte do quotidiano dos são-brasenses, como é o caso da Ciclovia na Circular Norte, um local de referência para a prática desportiva no concelho. Por isso, as duas áreas escolhidas do projeto Rede Cidades e Vilas de Excelência são: Vila Acessível para Todos e Vila Ciclável e de Mobilidade Amigável.
A partilha de boas práticas e estratégias, através da criação de uma rede de conhecimentos e de informação entre as diversas autarquias aderentes, é outro objetivo do projeto que pretende apostar no cruzamento de exemplos e de experiências como forma de encontrar e definir as melhores soluções para cada município. “Estamos convictos que a participação de São Brás de Alportel na Rede Cidades e Vilas de Excelência trará ao nosso concelho mais acessibilidades, mais vias cicláveis e melhores condições para acolher todos os são-brasenses sem limitações”, garantiu Vítor Guerreiro. No âmbito do projeto «São Brás Acessível para Todos», o município ganhou nesta data, para além da Bandeira da Rede Cidades e Vilas de Excelência, uma nova rampa junto à Praça de Táxis, na Avenida da Liberdade, uma obra executada com vista a melhorar os acessos no centro da vila para pessoas com mobilidade reduzida.

publicado às 10:46



Na próxima segunda-feira, dia 21 de abril, pelas 15h, os Homens do Andor vão encontrar-se com os idosos residentes no Lar da Santa Casa da Misericórdia de Loulé para uma tarde de convívio. Para além de uma conversa sobre o tema da Mãe Soberana, pretende-se que esta tarde permita aos residentes do Lar participarem no período festivo, mesmo que não possam deslocar-se à procissão.
A organização desta tarde de convívio tem a iniciativa dos Homens do Andor, que apresentaram proposta à Câmara Municipal de Loulé que, no âmbito dos seus objetivos de colaborar e dar apoio próximo às organizações associativas populares e outras estruturas formais ou informais da comunidade municipal com vista à concretização de projetos de cidadania e participação, se predispôs a colaborar. Com as Festas da Mãe Soberana congregam-se os devotos de Nossa Senhora em oração e alegria. Dessa partilha fazem parte os Homens do Andor, com a consciência de quem cumpre um dever pelo serviço que prestam à comunidade.

publicado às 20:05



Os Azeites Monterosa, de Moncarapacho, conquistaram três medalhas de ouro no New York International Olive Oil Competition 2014, que decorreu no dia 10 de abril em Nova Iorque, nos EUA. Na competição participaram 702 azeites de todo o Mundo, tendo os azeites de excelência de Olhão concorrido nas variedades «Cobrançosa», «Picual» e «Verdeal» e a variedade «Maçanilha» conquistou a categoria melhor da sua classe, com «Delicate».
Produzidos por Detlev von Rosen, os Azeites Monterosa são uma aposta ganha em zona de «top soil», como afirma o proprietário, que escolheu a região nos finais dos anos 60 e que se lançou com a produção de hortaliças e plantas ornamentais. O sucesso dos Viveiros Monterosa fez com que Detlev apostasse numa cultura diferente das plantas ornamentais e, entre oliveiras, alfarrobeiras, figueiras e amendoeiras, privilegiou há cerca de 14 anos as oliveiras.

publicado às 19:46

Páscoa mais doce para 40 idosos de Portimão

por Daniel Pina, em 16.04.14


40 idosos carenciados do município de Portimão receberam, no dia 16 de abril, um folar tradicional e amêndoas da Páscoa, atribuídos  pela associação Coração Delta numa cerimónia que teve lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho. A autarquia colaborou na iniciativa ao sinalizar alguns dos agregados mais necessitados no município, tendo a entrega sido feita no âmbito da campanha nacional «Tempo para Dar», promovida por aquela associação, que faz parte da empresa Delta Cafés.
Desde 2000, a Coração Delta presta assistência humanitária a crianças e famílias carenciadas e tem uma forte componente de voluntariado de proximidade praticados pelos seus colaboradores, com o principal objetivo de colmatar a solidão e as carências sentidas pelos idosos, conforme sublinhou na ocasião Gonçalo Parente, responsável pelo departamento da Delta em Portimão. Na ocasião, a vereadora da Câmara Municipal de Portimão com o pelouro da Ação Social, Ana Figueiredo, enalteceu o sentido de solidariedade e a generosidade de Rui Nabeiro, fundador da Delta Cafés, considerando que o seu exemplo “deveria ser uma fonte inspiradora para todos os empresários.”
Para a autarca, a parceria entre a Câmara de Portimão e a associação Coração Delta “faz toda a diferença, porque este tipo de partilhas cheias de simbolismo levam as pessoas a sentir que não as esquecemos”. De recordar que, por ocasião das duas últimas épocas natalícias, aquela entidade já havia presenteado algumas dezenas de idosos carenciados de Portimão com cabazes cheios de bens alimentares de primeira necessidade.

publicado às 19:21



O projeto «Redescobrir os Segredos do Algarve» está de volta ao terreno para levar cerca de 20 agentes de viagens, operadores turísticos e jornalistas da região rumo aos tesouros desconhecidos de São Brás de Alportel. A ideia é tentadora e aliciante: espreitar o município até não sobrarem segredos sobre ele, num único dia de visita, 29 de abril.
O programa é surpresa para quem integrar o grupo desta fam trip organizada pela Região de Turismo do Algarve e a ação pretende proporcionar emoções novas aos convidados através de passeios pelo Algarve menos conhecido ou falado pelos turistas. “Os profissionais de turismo e de comunicação ajudam a «vender» o destino pela forma como o vivem e escrevem sobre ele. É importante, por isso, que eles partam à descoberta dos lugares fora dos habituais roteiros turísticos, mas com potencial de atração junto dos nossos futuros visitantes”, afirma o presidente da RTA, Desidério Silva.
As atividades começam às 9h45 e estendem-se dia fora, até às 18h, prometendo causar pasmo aos participantes pelo programa preparado. Ele prevê, por exemplo, degustações dos sabores típicos do concelho. E mais não se pode dizer, para manter secreto o plano da visita. Esta é a segunda edição do projeto – a primeira decorreu em Alcoutim, no ano passado –, que conta desta vez com o apoio da Câmara Municipal de São Brás de Alportel e da Direção Regional de Cultura do Algarve. 

publicado às 19:15



No dia 11 de Abril, a Águas do Algarve, S.A., recebeu mais de uma centena de professores de geografia, oriundos de todo o país, nas suas instalações, ao longo de três visitas realizadas no âmbito do XXVIII Encontro Nacional de Professores de Geografia.
A manhã de sexta-feira começou com uma deslocação à Barragem de Odelouca, onde foi efetuada uma minuciosa explicação técnica acerca desta obra e de toda a envolvente afeta ao projeto de Odelouca. Recorde-se que, em 22 de Dezembro de 2006, a Águas do Algarve assumiu a responsabilidade de construção da barragem de Odelouca, infraestrutura que foi integrada no Sistema Multimunicipal de Abastecimento de Água do Algarve, a qual em articulação com as infraestruturas do Sistema Multimunicipal já existentes, vem assegurar o fornecimento contínuo e regular de água para consumo humano na região do Algarve, evitando os constrangimentos inerentes aos anos de seca.
Esta é uma condição essencial para garantir a qualidade de vida das populações e para potenciar o futuro da economia do Algarve. A albufeira da Barragem de Odelouca é a principal das cinco origens de água para abastecimento público do Algarve, que incluem também o aproveitamento hidráulico Odeleite-Beliche, a albufeira da Barragem da Bravura e os sistemas de captações subterrâneas dos aquíferos de Querença-Silves e de Almádena-Odiáxere
Após almoço, o grupo seguiu para a maior Estação de Tratamento de Água do Algarve (ETA) – Alcantarilha, cuja água tratada se destina à distribuição em alta aos concelhos de Albufeira, Aljezur, Lagoa, Lagos, Monchique, Portimão, Loulé (Oeste), Silves e Vila do Bispo, todos pertencentes ao Sistema Multimunicipal de Abastecimento de Água ao Algarve, podendo se necessário, através da Estação Elevatória Reversível de Loulé, abastecer também o Sotavento algarvio. A capacidade máxima de produção desta ETA é de 259 mil m3/dia, correspondente a um caudal de 3m3/s, equivalente a uma população de 620 mil habitantes, prevista para o ano de 2025.
O dia terminou com uma visita às intervenções desenvolvidas pela Águas do Algarve, S.A. na Lagoa dos Salgados, as quais foram consideradas como fundamentais e urgentes, contribuindo de forma decisiva para uma melhoria significativa da sustentabilidade das comunidades de avifauna em presença nesta Lagoa, pela manutenção da zona húmida que lhe está associada, e preservando-se desta forma um ecossistema considerado como extremamente importante.

publicado às 19:10

Folar gigante superou as espectativas

por Daniel Pina, em 16.04.14


Olhão foi palco, no passado dia 12 de abril, de um dos maiores eventos da pastelaria em Portugal. Pelo terceiro ano consecutivo, o chef Filipe Martins propôs-se a novo desafio, superando o evento do ano passado, e mais recentemente, o bolo-rei gigante, em dezembro último. O pasteleiro conseguiu, com a ajuda de outros mestres e amigos, fabricar cerca de 120 metros de folar.
Este ano, para além dos já conhecidos folares, o tradicional, o de mel e azeite, o de chocolate e o da Serra, os olhanenses e visitantes ficaram a conhecer a estrela deste ano, o de figo, amêndoa e laranja, que fez as delícias de miúdos e graúdos. Para o evento, para além de todo o apoio logístico da Câmara Municipal de Olhão e Casa da Juventude, Filipe Martins contou com a ajuda de privados, Ria Shopping, Ibericafrio, Makro, e algumas associações, como o agrupamento 554 de Escutas de Olhão e ACRAL. “Para além de ajudar e do valor alcançado reverter para uma Instituição, o mais importante é ver esta animação em Olhão. É ver que se consegue dinamizar a cidade de uma forma saudável”, considerou Filipe Martins.
O evento foi abrilhantado com a participação de artesãos locais, música e dança, contando com a participação do Agrupamento 554 de Olhão, que mais uma vez se disponibilizou para ajudar no fabrico e recolha de donativos juntos dos presentes.

publicado às 18:59



A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Olhão (CPCJO) organizou, no dia 9 de abril, no Ria Shopping, uma cerimónia que serviu para marcar o arranque do Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância. Em simultâneo, promoveu, conjuntamente com a Câmara Municipal de Olhão, a Segurança Social e a Comissão Nacional de Proteção das Crianças e Jovens em Risco, a consagração dos direitos das crianças, através da assinatura de uma Carta do Concelho.
Gracinda Rendeiro, vereadora da Solidariedade Social e Família, abriu a sessão, reconhecendo o trabalho de todos os técnicos envolvidos, em especial da CPCJO, em prol das crianças e jovens do concelho “que desde que acompanhados podem fazer coisas lindíssimas”. Lara Barão, da CPCJO, explicou o campo de trabalho que a Comissão tem como prioridade: o bem-estar das crianças e suas famílias. “A responsabilidade deve e tem de ser incutida em todos e a promoção e proteção das crianças são a resposta para que se tenha consciência de suprimir as necessidades do nosso público. A negligência e os maus-tratos são da responsabilidade de todos, desde que se revejam no seu conteúdo”, frisou a técnica.
Para Ofélia Ramos, diretora do Centro Distrital de Faro do Instituto da Segurança Social, este é um tema de extrema importância da dignidade humana e da defesa dos direitos humanos. “Em cada uma das missões, é necessário detetar o mais rápido possível algo que ponha em causa a proteção das crianças”, defendeu. “As condições físicas e as capacidades técnicas são determinantes para o sucesso dos laços institucionais e para que os jovens encontrem o rumo para a sua vida. A complementaridade, a proximidade e a informação dos técnicos envolvidos, levam a resultados positivos, como os do ano transato, em que houve uma diminuição de cerca de 30 por cento de crianças institucionalizadas na região”, referiu Ofélia Ramos.
Por sua vez, Armando Leandro, presidente da Comissão Nacional de Proteção de Crianças e Jovens em Risco, destacou que a Carta agora assinada é um compromisso, no sentido de prevenir, e um salto cultural importante. “Não basta reparar, é indispensável que estes direitos entrem na nossa sociedade, para que as crianças estejam mais protegidas”. Antes da formalização das assinaturas por todos os técnicos e entidades responsáveis pela educação, proteção e sensibilização de cuidados básicos, Lara Barão informou sobre todas as ações levadas a cabo pela CPCJO, como sejam o Laço Humano, a Semana do Bebé, ou as comemorações do Dia Internacional da Eliminação da Violência contra as Mulheres.

publicado às 18:51



A cooperativa «Terras de Sal», de Castro Marim, conquistou três medalhas de ouro no 1.º Concurso Nacional de Sal, Ervas Aromáticas e Condimentos, que se realizou, no dia 8 de abril, no Centro Nacional de Exposições, em Santarém. “Estes prémios são muito importantes para a cooperativa. Dignificam a qualidade dos nossos produtos, são uma boa distinção daquilo que é produzido na Reserva Natural do Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António”, referiu Luís Rodrigues, um dos sócios da «Terras de Sal», que se candidatou a três das categorias a concurso, arrecadando o primeiro em todas, a saber «Sal Marinho», «Flor de Sal» e «Flor de Sal Aromatizada».
A Terras de Sal une produtores de Sal Marinho Tradicional e Flor de Sal de Castro Marim, com o intuito de promover, valorizar e comercializar estes produtos artesanais. Desenvolvendo um trabalho em prol da continuidade e sustentabilidade da salicultura tradicional, do aproveitamento dos recursos naturais de Castro Marim e da dignificação da profissão de salineiro, a «Terras de Sal» é um contributo irrevogável no incremento da identidade cultural de Castro Marim e para o desenvolvimento local. O 1.º Concurso Nacional de Sal, Ervas Aromáticas e Condimentos foi uma iniciativa da Qualifica – Associação Nacional de Municípios e de Produtores para a Valorização e Qualificação dos Produtos Tradicionais Portugueses – em colaboração com o CNEMA - Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas, S.A, cujo objetivo passou por premiar, promover, valorizar e divulgar o sal, as ervas aromáticas e os condimentos tradicionais portugueses.

publicado às 13:36

Albufeira esteve em festa com o Basquetebol

por Daniel Pina, em 15.04.14


A manhã do dia 13 de abril ficou marcada pela disputa das Finais da Festa do Basquetebol nos diversos escalões, no Pavilhão Desportivo de Albufeira e da Escola Básica e Secundária de Albufeira, em Vale Pedras. As seleções regionais do Porto e de Lisboa conquistaram os primeiros lugares do pódio, com Lisboa a destacar-se nos Sub 14 Femininos e a equipa portuense a vencer em Sub 16 Masculinos e Femininos. Nos Sub 14 Masculinos, a vitória pertenceu a Setúbal, que venceu a seleção de Aveiro por 51-47. O prémio Fair-Play foi entregue a Leiria (Sub 14 Masculinos e Sub 16 Femininos), Viana do Castelo (Sub 14 Femininos), e Aveiro (Sub 16 Masculinos).
Este ano, a ação de Basket Solidário reverteu a favor da Santa Casa da Misericórdia de Albufeira, que recebeu o montante de 1.269 euros, em resultado da doação de 1 Euro por parte de todos os participantes do evento. Na visita realizada às instalações da Instituição, a provedora Patrícia Seromenho informou a comitiva encabeçada pelo presidente da autarquia albufeirense, Carlos Silva e Sousa, e pelo vice-presidente da Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB), Vítor Ferreira, que a verba angariada será utilizada na aquisição de uma carrinha adaptada para transportar os utentes com mobilidade reduzida, permitindo-lhes participar em diversas atividades, entre as quais desportivas.
Durante a cerimónia de encerramento e de entrega de prémios da Festa do Basquetebol-Albufeira 2014, a organização manifestou o seu agrado pela iniciativa ter registado mais um sucesso, com atletas, dirigentes e restante comitiva visivelmente satisfeitos com o resultado. “Quero reconhecer o trabalho efetuado pela Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB) em colaboração com a Associação de Basquetebol do Algarve (ABA) e também com os clubes da terra que se associaram ao evento - Imortal Basket Clube e Clube de Basquete de Albufeira. Agradeço ainda aos técnicos da Autarquia e aos voluntários que asseguraram o funcionamento das mais diversas áreas, desde a alimentação, passando pelos transportes, limpeza dos pavilhões, entre outros apoios logísticos”, afirmou Carlos Silva e Sousa, dando a conhecer a disponibilidade do Município para voltar a acolher o evento em 2015.

publicado às 13:30

Festival MED também é música clássica

por Daniel Pina, em 15.04.14



À semelhança dos anos anteriores, o 11.º Festival MED também terá um espaço dedicado à música clássica, com quatro agrupamentos a levar a música erudita à Igreja Matriz.
O Ensemble de Flautas de Loulé, presença habitual no MED, é a proposta para o dia 25 de junho. O grupo constituiu-se em dezembro de 1994 por alunos da Escola de Música do Município de Loulé, sob orientação do professor Francisco Rosado, no intuito de divulgar o repertório histórico deste tipo de formação instrumental. Neste momento musical serão interpretadas peças de autores diversos, entre os quais Jacques Moderne, Pierre Phalèse, Robert Bateman, Jacob van Eyck, Arcangelo Corelli, Georg Philipp Telemann, Joseph Bodin de Boismortier e Matthias Maute.
No dia 26 de junho, vai estar na Igreja Matriz o Duo «violiNOacordeão», formado por João Pedro Cunha e Gonçalo Pescada, que propõe um espetáculo que, mantendo a formalidade dos concertos de música erudita, prima por um ambiente descontraído, criado pela proximidade entre o público e os artistas. Com um repertório eclético e variado, a fusão exótica destes dois instrumentos resulta num espetáculo fascinante, tanto para o ouvinte menos preparado como para o mais erudito.
Quarteto «Concordis» atua no MED Classic a 27 de junho. O agrupamento é formado por João Venda, Rui Mourinho, Rui Martins e Eudoro Grade, professores na região algarvia dos Conservatórios de Música de Albufeira, Faro, Tavira, Portimão, e Vila Real de Santo António. Sugestionados pela beleza tímbrica ou sonora que quatro guitarras propiciam, pensaram levar por diante um projeto que abordasse, numa perspetiva original e variada, uma seleção musical inspirada num padrão de qualidade assumido, em consonância com aquilo que julgam ser o gosto do grande público. A ideia é levar a música ao encontro daquilo que é possível esperar. A surpresa está na aproximação entre o que se produz e o ouvinte, num conjunto de efeitos onde o prazer, o virtuosismo e por vezes o humor, estão em permanente presença.
No encerramento do Festival MED, 28 de Junho, a proposta é o Classic´s Quartet, agrupamento nascido em meados de janeiro de 2014 com o objetivo de promover a música de câmara. Constituído por músicos da orquestra Clássica do Sul, tem vindo a desenvolver um trabalho regular apresentando repertório diversificado.

publicado às 13:23



As povoações do Calvário e Mexilhoeira da Carregação receberam, no passado dia 9 de abril, a visita do Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Francisco Martins, que se fez acompanhar pelos membros do executivo, autarcas locais e técnicos municipais para, in loco, avaliar a situação económica, social, cultural, associativa e humana das populações de ambas as povoações.
O Calvário e a Mexilhoeira da Carregação fazem parte da Freguesia de Estômbar - integrada na União das Freguesias de Estômbar e Parchal - uma das Freguesias mais antigas do Algarve, tendo sido criada há 241 anos, por alvará de D. José I, de 16 de janeiro de 1773. A sua sede foi elevada à categoria de Vila em 1991 e, seis anos depois, parte do seu território administrativo foi desanexado para a formação da vizinha Freguesia do Parchal, que agora regressou à freguesia de origem (Estômbar). Na atualidade, esta União de Freguesias comporta uma boa quantidade de povoações de importância estratégica, económica e social para a região, entre as quais se destacam as Vilas de Estômbar e do Parchal e as povoações da Mexilhoeira da Carregação e Calvário.
No Calvário, sedia-se o Rancho Folclórico do Calvário, fundado e em atividade desde 18 de abril de 1964 e instituição de utilidade pública desde agosto de 1963, assim como o antigo Convento do Praxel, uma relíquia religiosa do passado que se encontra com obras de recuperação suspensas. Tudo isso foi «passado a pente fino» pelo executivo da Câmara de Lagoa, tendo o seu Presidente considerado, entre outras, as seguintes situações: Requalificação do espaço de festas do Calvário onde tradicionalmente se realizam as festas populares e o presépio ao vivo, cuja conclusão está prevista para o verão de 2015; na zona das Marinhas, a necessidade da limpeza dos barrancos e linhas de água e, em relação ao Bairro das Marinhas, a necessidade de alterar todo o sistema de drenagem das águas pluviais; em contatos diretos e informais com os moradores, foi solicitada a requalificação do jardim, a substituição da proteção metálica por muro de alvenaria no acesso entre os prédios e vivendas; no Sítio do Calhau, foi verificado o problema social relacionado com uma casa abandonada, indevidamente utilizada e cujo abate é urgente para impedir o seu acesso para situações de autêntica violação dos princípios de saúde pública; foi feita uma demorada visita às ruínas das Fábricas UCAL e Portugal, com a presença de um dos proprietários, com vista à análise e posteriores soluções para aquele espaço, considerando a sua localização e integração nas valências e apetências turísticas do rio Arade.
Na Quinta de S. Pedro, a comitiva municipal percorreu a Rua dos Moradores, constatando a necessidade da requalificação de parte da rua em terra batida, com vista a melhoramentos, pavimentação e escoamento das águas pluviais. O Presidente da Câmara não quis terminar a sua visita oficial ao Calvário e Mexilhoeira da Carregação sem antes constatar que algumas habitações se encontram bastante degradadas e/ou devolutas e a necessitar de recuperação por parte dos proprietários, para o que a Autarquia procederá à sua notificação.

publicado às 13:16

Associação «Rodactiva» com sede digna

por Daniel Pina, em 14.04.14

O Município de Castro Marim atribuiu à Associação «Roactiva» uma das salas da antiga escola primária do Rio Seco, que passará agora a funcionar como sede da coletividade. Criada por um grupo de amigos, a associação nasceu em 2011 com o objetivo de fomentar a prática desportiva no concelho de Castro Marim e, simultaneamente, defender e promover o património cultural, artístico, paisagístico e ambiental do município.
A entrega deste espaço, melhorado e valorizado, à associação, a par de outras ações similares, integra-se numa política de apoio e incentivo às associações do concelho levada a cabo pelo Município de Castro Marim, no sentido de potencializar o desenvolvimento cultural e desportivo das povoações e fomentar o seu envolvimento enquanto comunidade. Mediante o contrato estabelecido, a nova sede será também espaço de alguns eventos recreativos, culturais e desportivos da associação, que se responsabilizará pelo bom estado de conservação do edifício.

publicado às 21:17

Querença recebe Festa dos Folares

por Daniel Pina, em 14.04.14


Nos dias 26 e 27 de abril, Querença, a típica aldeia do interior algarvio recebe mais uma edição da Festa dos Folares, honrando a sua tradição gastronómica. As celebrações arrancam no sábado, dia 26, com um Baile na Casa do Povo de Querença, animado pelo acordeonista José Manuel Passadinhas. No domingo, dia 27, arranca a Festa dos Folares - Festa em Honra da Nossa Senhora da Graça, com mais um Mercadinho de Querença subordinado à temática do Folar.
Entre as 10h e as 19h, no Largo da Igreja, vai ser possível degustar esta iguaria pascal. Neste espaço estará também patente ao público uma exposição e venda e artesanato e produtos locais. Pelas 15h, realiza-se a Eucaristia e a procissão com imagem da Nossa  Senhora da Graça, seguindo-se o leilão de ofertas e folares, um dos momentos altos da Festa. Pelas 18h, também no Largo da Igreja, decorre um baile animado pelo acordeonista Lionel Alexandre.
Também neste dia é inaugurada a Exposição de Fotografia de Maria Odete Fernandes, que vai ter lugar no Pólo Museológico da Água. Esta mostra decorre até 29 de maio, e pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

publicado às 21:08

Francês e polaca vencem Triatlo de Quarteira

por Daniel Pina, em 14.04.14


O francês Aurelien Raphael e a polaca Agnieszka Jerzyk sagraram-se campeões da Taça da Europa de Triatlo que decorreu na cidade de Quarteira, no dia 12 de abril, perante milhares de pessoas, naquela que foi a edição com mais inscritos de sempre na história da prova.
Aurelien Raphael, com 01:49:24, tornou-se o primeiro triatleta a ganhar por duas vezes esta primeira etapa do circuito da União Europeia de Triatlo, depois do triunfo em 2012 e o segundo lugar em 2013. O seu compatriota Aurélien Lebrun foi segundo com o mesmo tempo oficial e o britânico Gordon Benson terceiro, a 11 segundos de distância (01:49:35).
Na prova de Elite Feminina, a polaca Agnieszka Jerzyk era 11ª classificada no final do segmento de ciclismo, mas fez uma excelente recuperação na corrida, vencendo a prova com o tempo de 02:02:39 horas. Em 2012, fora 9ª classificada em Quarteira. A francesa Emmie Charayron era uma das favoritas à partida e acabou por conquistar o segundo lugar (02:03:03), a 24 segundos de distância da polaca. O pódio fechou com a belga Katrien Verstuyft, a 40 segundos de distância (02:03:20). Miguel Arraiolos, 15.º classificado, com 01:51:12, e Melanie Santos, 10ª classificada, com 02:06:14, foram os melhores portugueses em prova.
Na Taça da Europa em Juniores, o francês Maxime Hueber cortou a meta em primeiro lugar, com um tempo de 00:57:08. Os espanhóis Antonio Serrat Seone (00:57:12) e Roberto Sanchez Mantecon (00:57:17) foram, respetivamente, o 2.º e 3.º classificados. Também no escalão feminino as francesas levaram a melhor sobre as adversárias. Cassandre Beaugrand (01:03:11) e Audrey Merle (01:03:24), foram 1ª e 2ª classificadas, respetivamente, à frente da alemã Laura Lindemann (01:03:47). Entre os portugueses mais bem classificados estiveram David Luís, com um tempo de 00:57:52, e Madalena Amaral Almeida, com um tempo de 01:06:07, ambos 10.ºs classificados.
No domingo, 13 de abril, tiveram lugar as provas a contar para a Taça de Portugal. O benfiquista Bruno Pais alcançou mais uma vitória nesta cidade algarvia, com um tempo de 00:56:22. Estefania Calvo, do Garmin Olímpico de Oeiras, foi a melhor entre as mulheres, ao cortar a meta com 01:02:55. Ao nível de equipas, o Sport Lisboa e Benfica alcançou o primeiro lugar em Masculinos, à frente do Garmin Olímpico de Oeiras e do Kainagua. Em equipas femininas, o Garmin Olímpico de Oeiras foi o 1.º classificado, seguido do Sporting Clube de Portugal e do Alhandra Sporting Club.
A Câmara Municipal de Loulé já apresentou a candidatura das datas para a realização do Triatlo Prof. Carlos Gravata – Cidade de Quarteira no próximo ano e a antecipação do evento para o mês de março irá permitir que mais atletas de craveira mundial possam participar nesta prova, já que, desta forma, não irá colidir com outras provas mundiais que acontecem também no mês de abril. Apesar de tratar-se de uma prova a contar para a Taça da Europa, atletas de todo o mundo encontram no Triatlo de Quarteira uma forma de pontuar para o Campeonato do Mundo, para além de esta ser uma competição considerada de excelência em termos organizativos, tanto pelos atletas como por equipas participantes e pela própria Federação.

publicado às 20:21



Albufeira volta a estar em destaque em matéria de turismo. De acordo com a análise do portal de viagens Trivago, baseada nas pesquisas dos utilizadores do site, a cidade de Albufeira, a par com Lisboa, ocupam os primeiros lugares nas escolhas dos turistas nacionais e estrangeiros para gozarem férias nesta altura do ano.
As pesquisas revelam ainda que o Algarve é a região portuguesa mais popular entre os estrangeiros, sendo que seis dos dez destinos mais procurados situam-se na costa sul do país e incluem o Município de Albufeira. “É com grande satisfação que vemos Albufeira no topo das preferências dos turistas, que têm vindo a eleger a cidade, por diversas vezes, como um destino de excelência não só na quadra da Páscoa, como também no Fim de Ano e, claro está, durante a época balnear”, afirma o presidente da Câmara Municipal, Carlos Silva e Sousa.
O autarca realça “o esforço que tem sido realizado pelos empresários locais, no sentido de melhorarem a sua oferta e de promoverem o nosso destino com enorme dinamismo, o que resulta em favor de todo o concelho”. Carlos Silva e Sousa lança um apelo no sentido “de todos contribuirmos para darmos uma boa imagem de Albufeira, para que aqueles que nos visitam possam regressar”. Recorde-se que no passado mês de março, Albufeira foi considerada um dos «Melhores Destinos de Praia 2014» pelo portal TripAdvisor, que elegeu a Praia da Falésia como a 25ª melhor da Europa e a 1ª de Portugal.

publicado às 09:08



Dotado de condições bastante versáteis, o Portimão Arena conta até final do ano com uma significativa reserva de ocupação de espaço, tendo já confirmados mais de duas dezenas de eventos e estando ainda em agendamento outras realizações nas áreas da música, entretenimento e dos congressos/incentivos/reuniões para o segmento MICE. Depois de no início de fevereiro ter sido palco do iniciativa Portimão em Movimento – Feira de Desporto, Saúde e Bem-Estar, que reuniu centenas de atletas e amantes do desporto, e nos primeiros dias de abril do I Encontro de Alunos de Religião e Moral do Algarve, que juntou cerca de 2500 jovens de toda a região, e do Fun Day, que atraiu alguns milhares de crianças e suas famílias, o maior espaço multiusos no sul do país prepara-se para receber em 17 de maio o V Simpósio de Psicologia do ISMAT.
Nos dias 29 e 30 de maio será a vez das III Jornadas de Serviço Social do Centro Hospitalar do Algarve, enquanto o Congresso Testemunhas de Jeová está marcado para o período entre 27 e 29 de junho, mês em que se realizará a festa final de ano letivo do Colégio do Rio, que escolheu o espaço do Portimão Arena para reunir crianças, familiares e os seus colaboradores. Para além de dois saraus de ginástica, agendados para 14 de junho e 4 de julho, está programado para o próximo mês de julho um grande concerto com um músico do momento, e onde mais uma vez será testada a excelente acústica do recinto.
Até final do ano, e entre outros eventos de caráter artístico e desportivo que definem a dinâmica deste espaço, merece realce a primeira edição da INHOUSE Algarve 2014, entre 7 e 10 de junho, o 1º Salão da Casa ao Jardim – Mobiliário, Decoração. Iluminação e Piscinas, sendo outro destaque na área dos negócios a BLIP - Better Living in Portugal, a decorrer no Portimão Arena no fim-de-semana de 4 e 5 de outubro, que deverá atrair novamente alguns milhares de pessoas e largas dezenas de expositores.
O Portimão Arena, localizado no Parque de Feiras e Exposições de Portimão, está equipado com a mais recente tecnologia capacitada para uma grande multiplicidade de eventos nos seus 4.000 metros quadrados de área, sejam reuniões, eventos desportivos, exposições, concertos, reuniões associativas, congressos ou eventos empresariais.

publicado às 09:03

Projeto ESCXEL entra num novo ciclo

por Daniel Pina, em 12.04.14


Foi assinado, no dia 11 de abril, o protocolo entre a Câmara Municipal de Loulé e o CESNOVA - Centro de Estudos de Sociologia da Universidade Nova de Lisboa, que visa dar continuidade ao projeto «Rede de Escolas de Excelência – ESCXEL», em vigor desde 2008, mas que entra agora num novo ciclo. Este projeto tem vindo a constituir-se como referência nacional e internacional, de como a cooperação entre instituições públicas pode mobilizar recursos e vontades com vista a propiciar a um número cada vez mais alargado de alunos a qualidade de ensino e o sucesso educativo que todos anseiam. No caso de Loulé, integram esta iniciativa os agrupamentos de escolas Drª Laura Ayres, Engº Duarte Pacheco, Padre Cabanita, Almancil e Secundária de Loulé.
Capacitar as escolas e as comunidades (alunos, professores, pais, cidadãos e decisores políticos) para a promoção da excelência educativa, capacitar tecnicamente e assessorar o Município para a adoção de planos e estratégias de desenvolvimento educativo local, identificar, difundir e monitorizar as «boas práticas» escolares, desenvolver modelos de monitorização do desempenho e autoavaliação das escolas e produzir conhecimentos científicos sobre as dinâmicas educacionais, sociais e culturais do Município de Loulé são os principais objetivos delineados pela Rede ESCXEL. Se neste primeiro ciclo, a “colaboração e confiança” entre as entidades envolvidas foi o principal desafio, como referiu David Justino, coordenador desta Rede, a partir de agora novas apostas serão feitas, nomeadamente a potenciação das configurações escolares resultantes dos processos de reagrupamento de escolas, repensando os projetos educativos das escolas, a forma como cada um deles se insere nos respetivos territórios, os problemas de integração de culturas escolares diferenciadas e a reformulação do papel do Município no desenvolvimento educativo local. “No Concelho de Loulé, os resultados têm vindo a melhorar paulatinamente e as médias estão a aproximar-se dos resultados nacionais, fruto também do esforço enorme da parte das escolas naquilo que são as suas práticas e ações de gestão”.
David Justino adiantou, no entanto, que no caso do 1.º Ciclo não houve uma evolução dos resultados, pelo que o mesmo merecerá agora “uma atenção redobrada”. Como tal, pretende-se, até ao final do ano, ouvir os professores e responsáveis do 1º ciclo, delineando um plano de acompanhamento e intervenção neste nível de ensino. O coordenador da Rede ESCXEL falou ainda da necessidade em capacitar os alunos para ações complementares, por forma a contrariar o quadro social do Concelho onde existe uma “forte divergência social”. Por último, David Justino deixou um “compromisso de honra” quanto ao novo ciclo desta rede. “Não basta fazer o que temos feito, temos que fazer melhor, ir mais além, tentando reunir o apoio das escolas e dos agrupamentos para que possamos responder às exigências e necessidades da comunidade local, para que haja uma resposta com mais trabalho e melhores resultados”, disse ainda.
De entre as estratégias e instrumentos de implementação nesta fase destaca-se o diagnóstico social e educativo do Município, o diagnóstico educativo e organizacional das escolas e agrupamentos de escolas do Município, os planos municipais de desenvolvimento educativo, seminários de boas práticas, plataforma digital de difusão e promoção de boas práticas pedagógicas e organizacionais, modelos de monitorização de desempenho, modelos de autoavaliação das escolas, relatórios anuais de progresso e fóruns de discussão dos relatórios anuais de progresso. Este protocolo vigorará durante um ano, de forma a adequá-lo à duração dos ciclos escolares e assim facilitar a avaliação dos efeitos das mudanças organizacionais, e também uma redução dos custos do projeto resultantes da redução do número de unidades escolares que serão objeto de monitorização e da rotinização dos modelos de avaliação.

publicado às 08:59


A qualidade do sal de Castro Marim foi experimentada na «Tertúlia Algarvia», no centro histórico de Faro, numa demonstração de cozinha ao vivo que reuniu sabores e tradição à mesa deste emblemático restaurante da capital algarvia. A iniciativa foi da Câmara Municipal de Castro Marim, que está a trabalhar a introdução do «Sal de Castro Marim, o melhor Sal do Mundo» nos principais circuitos da restauração e hotelaria.
Neste sentido, durante dois anos, a autarquia de Castro Marim oferece ao «Tertúlia Algarvia» este produto de qualidade superior de produção local, agora um dos ingredientes chave na ementa do restaurante. O show cooking decorreu na esplanada da Tertúlia, na presença de turistas e convidados, unânimes na apreciação do «Pargo ao sal», o prato escolhido para o evento. No mesmo contexto, foi apresentada a salicórnia, um legume salgado, e o sal líquido, um novo produto com baixo teor de sódio e elevado teor de magnésio, considerado mais saudável e recomendado para pessoas com doenças crónicas e atletas de alta competição. “Os subprodutos do sal de Castro Marim estão a conseguir introduzir-se em alguns nichos de mercado. Atualmente já temos um conjunto de microempresas, com grande destaque nacional e internacional, o que nos orgulha e recompensa, depois do reinvestimento na revitalização do setor”, declarou a vice-presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, Filomena Sintra, numa introdução à iniciativa.
Criado num conceito que privilegia a gastronomia regional e mediterrânica, histórica e culturalmente enquadrada, o restaurante «Tertúlia Algarvia» congratulou-se por poder contribuir para a valorização deste produto regional que também estará à venda neste espaço. A colaborar nesta iniciativa esteve também a escritora Ana Amorim Dias, residente na freguesia de Altura, que ofereceu as suas palavras ao Sal de Castro Marim. “Porque a Sul, com todo o sol, a vida tem muito mais sal”, escreveu.

publicado às 08:44


Com o intuito de propiciar bons momentos de convívio e lazer, quebrando rotinas e, ao mesmo tempo, garantindo o desenvolvimento cognitivo e o equilíbrio psicomotor dos jovens estudantes do concelho, a Câmara Municipal de Castro Marim, em colaboração com a NOVBaesuris SA, realiza, até 21 de abril, as Férias Ativas da Páscoa. Ao longo de duas semanas, 150 crianças e jovens, com idades compreendidas entre os 6 e os 13 anos, tendo como divisa a educação, a cultura para a cidadania e o desporto, vão participar ativamente num programa diversificado de ações que vão desde aulas de natação e ginástica, jogos tradicionais, a ateliês de artes plásticas na Biblioteca Municipal, visionamento de filmes, aulas de judo, potenciadoras das capacidades de concentração e disciplina nas crianças, a passeios pedestres dedicados ao conhecimento do valioso património histórico da vila de Castro Marim.
Na 1ª semana das Férias Ativas, na Casa de Odeleite, será lançado o desafio aos participantes para «meter as mãos na massa», num ateliê de doçaria, no qual irão aprender a técnica de confecionar belos folares da Páscoa, em forno de lenha, como no tempo das suas avôs. Na última semana das Férias Ativas da Páscoa, os jovens vão participar na «Caça ao Ovo», num peddy paper em torno do património histórico edificado, uma deslocação a Vila Real de Santo António para assistirem a jogos do «Mundialito 2014 e ainda uma visita surpresa.
Para o Presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, Francisco Amaral, as Férias Ativas da Páscoa são de grande utilidade porque, por um lado contribuem para o bom desenvolvimento das nossas crianças, quer a nível físico, quer intelectual, proporcionando-lhes bons momentos de partilha e lazer, por outro, constituem uma preciosa ajuda às famílias que, em tempo de férias letivas, têm dificuldades em acompanhar os seus educandos.

publicado às 13:25


A Sala do Atlético, em Loulé, foi palco, no dia 8 de abril, da apresentação do livro «Tendências contemporâneas da gestão desportiva», uma edição de Marco Arraya e Manuel N’Gila, que reúne a colaboração de 20 autores ligados a diversas áreas ligadas à gestão das organizações desportivas em Portugal. José Manuel Meirim, um dos mais conceituados juristas na área do Direito Desportivo, António Varela, editor e diretor adjunto do jornal Record, Dulce Lebre, responsável na Federação Internacional de Ginástica pela realização de grandes eventos mundiais, Jorge Araújo, antigo treinador de basquetebol, selecionador nacional, várias vezes campeão nacional e especialista em liderança, Fernando Sousa, docente do INUAF, especialista na área da mudança com publicações internacionais e Francisco Pinto, especialista em execução da estratégia nas organizações desportivas, são alguns dos autores da obra.
O livro divide-se em quatro partes distintas - «Potenciar o capital humano da ‘coisa’ desportiva», «Preparar a ‘coisa’ desportiva», «Comunicar a ‘coisa’ desportiva» e «Realizar a “coisa” desportiva» – e aborda temáticas como as funções e as competências do dirigente/gestor, pensar e intervir como um treinador, gestão do marketing da ‘coisa’ desportiva, gestão da comunicação social, gestão de eventos desportivos ou a gestão das instalações desportivas. Esta obra multidisciplinar contém artigos transversais às organizações desportivas e, segundo os editores presentes neste lançamento em Loulé, conta com colaborações de âmbito diversificado, “uns mais académicos, outros mais práticos, mas todos eles de grande relevo e de grande aplicabilidade naquilo que é o dia-a-dia na gestão das organizações desportivas em Portugal”.
Durante esta apresentação, Hugo Nunes, vice-presidente da Câmara Municipal de Loulé, responsável pelo pelouro do Desporto, fez a ponte da temática da obra com aquele que é o mais importante projeto desportivo em curso nesta Autarquia - a Candidatura de Loulé a Cidade Europeia do Desporto em 2015 – e descreveu a “riqueza do Concelho” como a principal motivação para esta candidatura: 55 coletividades, mais de 40 modalidades, 241 equipamentos (quase 140 públicos), 50 mil utentes dos equipamentos públicos por mês e 8000 praticantes registados nas várias atividades desportivas. “Olho para este fenómeno que está por detrás destes números com a ligação às pessoas. A dedicação de dirigentes, atletas, e de um conjunto de pessoas que foram dirigentes e atletas, a dedicação de um conjunto de pessoas que já não estão cá fez com que convivam aqui muitas realidades”, afirmou o vice-presidente.
Hugo Nunes disse que a candidatura a Cidade Europeia do Desporto será “uma montra mas também o reconhecimento do valor do trabalho das pessoas que fazem o desporto em Loulé hoje, fizeram ontem e farão amanhã”. Por outro lado, este será um momento decisivo para que muitas associações possam “dar o salto e tornarem-se não só atletas, técnicos ou dirigentes de excelência naquilo que é a componente desportivas mas também noutras dimensões”.

publicado às 12:52

Altura recebeu palestra sobre a depressão

por Daniel Pina, em 11.04.14

Foi uma plateia interessada e com muitos jovens aquela que assistiu, na noite de 9 de abril, à palestra sobre a problemática da depressão, no Salão Paroquial em Altura, tendo como convidado o psiquiatra Francisco Assis, médico do serviço de psiquiatria do Hospital de Faro.
Numa análise científica e, ao mesmo tempo, descomplexada, o psiquiatra Francisco Assis fez uma caracterização dos vários tipos de depressão: a episódica, a recorrente e a crónica, para afirmar que só 20 por cento dos doentes têm consciência do seu estado depressivo. “As pessoas com esta patologia não convivem, não comunicam, sendo que 10 por cento das depressões conduzem ao suicídio, daí a importância de um diagnóstico precoce. Todos temos de estar despertos para os primeiros sintomas”, assegurou.
Mais à frente, e na sequência de um conjunto de questões e observações dirigidas pela assistência acerca desta doença que afeta 800 mil portugueses, Francisco Assis falou da depressão enquanto doença orgânica e dos fatores de risco a ela associados, bem como a relevância clínica, a incidência e prevalência, as consequências e os tratamentos. A concluir, saudou a Câmara Municipal pela importância e utilidade da iniciativa, afirmando: “Temos de saber que a depressão é uma doença que requer tratamento médico”.
Por seu turno, o médico e presidente da autarquia castromarinense, Francisco Amaral, realçou o papel das câmaras municipais na promoção das políticas de saúde que melhorem o bem-estar e qualidade de vida dos cidadãos, alertando que é fundamental lutar contra o preconceito da depressão, uma doença aceite mas incompreendida. “Há milhares de pessoas nas ruas com depressão e ninguém lhe dá pelo cheiro”, garantiu.

publicado às 12:44



A Câmara Municipal de Castro Marim entregou à Associação de Acordeonistas do Algarve - Mito Algarvio – a antiga escola do 1.º ciclo do Barrocal, em Altura, agora recuperada e valorizada. A escola é a nova sede da Mito Algarvio, onde funcionará também a escola de acordeão «Eugénia Lima», em homenagem àquela que foi considerada a melhor acordeonista portuguesa de sempre e que foi a grande impulsionadora da criação da associação.
A Mito Algarvio – Associação de Acordeonistas do Algarve – é uma associação sem fins lucrativos, que trabalha na investigação, defesa e divulgação do acordeão, incontornável elemento da identidade cultural e musical portuguesa. Criada há dois anos, trabalha também na promoção do ensino do acordeão, reunindo já cerca de 30 alunos que reunirão agora na nova escola «Eugénia Lima».
O protocolo de colaboração foi assinado, no dia 10 de abril, pelo presidente da autarquia de Castro Marim, Francisco Amaral, e pelos presidente e vice-presidente da Mito Algarvio, João Pereira e Sérgio Conceição, sendo válido por cinco anos e automaticamente renovável.

publicado às 13:58



Nestas férias da Páscoa, e mais uma vez, os alunos do concelho de Olhão têm a possibilidade de almoçar nos refeitórios das suas escolas. As escolas n.º1, n.º4, n.º5, Quelfes, Paula Nogueira, Fuseta e Moncarapacho disponibilizam refeições desde o dia 7 e até 21 de abril.
Das escolas referenciadas, a de Moncarapacho é a que mais almoços fornece diariamente – 24 – no total de 61 em todo o concelho, todos os dias úteis. Desta forma, a autarquia assegura, em temos de dificuldades, que um dos grupos mais frágeis da sociedade – as crianças – tem o essencial para crescer e ser feliz. O Município de Olhão minimiza as carências das famílias e continua o seu trabalho de ação social em prol dos mais desfavorecidos.

publicado às 13:54



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D